Relembrando Animes – Tonari no Totoro (Meu Vizinho Totoro)

Hoje meu estúdio de animação favorito, o Studio Ghibli, está completando 31 anos e para homenagea-lo, aqui no relembrando animes vamos falar sobre uma das obras mais conhecida e amada do estúdio, que junto com o personagem título se tornou ícone cultural no Japão.

Tonari no Totoro, ou Meu amigo Totoro, ou ainda como é mais conhecido, Meu Vizinho Totoro, é um filme animado de fantasia escrito e dirigido por Hayao Miyazaki e produzido pelo Studio Ghibli (se quiser saber mais sobre o autor da obra e sobre o Studio Ghibli, clica aqui que eu já falei sobre eles), em 1988. Lançado em VHS no Brasil pela Disney e em DVD e Bluray pela Versátil e Livraria Cultura.

 

O Longa conta a história de duas irmãs que se mudam com o pai para um local mais próximo ao hospital em que sua mãe, de saúde frágil, se recupera de uma longa doença e está prestes a voltar a viver em casa. Para as energéticas irmãs, o lugar é um universo novo a ser explorado. A curiosa e destemida Mei, de apenas seis anos de idade, acaba encontrando uma espécie de coelho mágico e ao segui-lo pelo bosque, dá de cara com uma versão gigantesca e sonolenta da criatura.

Ele é um troll, uma espécie de guardião da floresta. Mas, Mei não consegue falar o nome dele direito e, ao invés de falar To-ro-ru (a pronúncia de troll em japonês), ela fala To-to-ru. E Totoro não demora a se mostrar amável e sorridente, disposto a proporcionar às irmãs Kusakabe momentos memoráveis na floresta com outros seres mágicos que, por curiosidade, apenas as crianças podem ver.

 

Nesse meio tempo, Satsuki e Mei conhecem seus vizinhos, fazem novos amigos e começam a se acostumar com a vida que levam em uma cidade diferente. Assim, aparecem personagens como a vovó Nani e o tímido Kanta, vizinho e colega de sala de Satsuki. A história só se complica. quando o fim da internação da mãe é adiado, o medo toma conta de Satsuki, que teme perder a mãe.

Apesar de não entender direito o que está acontecendo, ela foge com legumes frescos para entregar à mãe, pois na sua mente infantil acredita que as verduras fazem bem para a saúde e podem curá-la. Ambientado num ambiente de interior, com plantações, vizinhos amigáveis e uma inocência típica deste lugar, Meu Vizinho Totoro é uma história simples sem grandes reviravoltas.

O filme é quase autobiográfico, uma vez que Hayao Miyazaki também teve sua mãe hospitalizada quando era criança. Apesar dele falar que fez o filme para meninas pequenas. Mas não se engane com isso, qualquer adulto pode vislumbrar e se emocionar com a obra tanto quanto uma criança. A temática universal e fantástica é de fácil aceitação, ver um mundo mágico pelos olhos de uma criança, retratado pelo brilhante Miyazaki é simplesmente incrível. E é isso que faz de Meu Vizinho Totoro um filme tão encantador e atemporal em todos os seus aspectos.

Se você nunca assistiu Tonari no Totoro, por favor corra para assistir o mais rápido possível. Não só esse, como todos os filmes do Studio Ghibli. Você vai rir, chorar e ter uma experiência única com cada longa que o estúdio nos proporcionou até hoje! Finalizo esse post de forma um pouco diferente hoje, quero deixar aqui meus parabéns ao Studio Ghibli, que a 31 anos vem nos trazendo as mais belas animações. E claro, com o trailer de Meu Vizinho Totoro: