Relembrando Animes – Hellsing

Sim, pessoal! Havia uma época em que vampiros não brilhavam, não protagonizavam romances e a gente gostava deles. E o anime de hoje é sobre vampiros que realmente eram vampiros e davam medo nos fãs dos vampiros brilhantes.

Hellsing é uma série de mangá escrita e ilustrada por Kouta Hirano. O primeiro capítulo foi lançado em 1997 na revista Young King Ours e o último em setembro de 2008. Os capítulos individuais foram compilados em um total de 10 volumes publicados pela editora Shōnen Gahosha. foi produzido pelo Gonzo Digimation e dirigido por Umanosuke Iida, teve um total de 13 episódios e foi transmitido pela Fuji Television no Japão em 10 de outubro de 2001 a 16 de janeiro de 2002, onde o enredo é significativamente diferente do mangá. Tanto o anime quanto o mangá passaram pelo Brasil. O mangá foi publicado pela JBC em 2008 e teve um total de 20 volumes. O Anime é claro que não foi exibido em TV aberta, mas o canal Animax transmitiu Hellsing.

 

Hellsing fala sobre a Ordem dos Cavaleiros Protestantes, uma organização da Inglaterra destinada a combater os seres das trevas, além esconder esse fato assustador para proteger a população que nem imagina que vampiros existem, assim como outros seres sobrenaturais. Liderada por Sir Integra Wingates Hellsing, a agência tem como principal “arma” o Vampiro Alucard. Um ser das trevas que combate outros seres das trevas. Alucard foi criado pelos antecessores de Integra para servir a família Hellsing. Um ser imortal, capaz de resistir a água benta, crucifixos, estacas. Uma perfeita máquina de matar. Embora ele não goste de ser um servo da família Hellsing, ele certamente aproveita seu trabalho como exterminador de vampiros.

A serviço da família Hellsing, também está Celas Victoria, uma vampira incipiente e ex policial. Embora relutante em abraçar seu novo cargo, ela ainda é um membro valioso da organização. Integra Hellsing, a atual líder, geralmente é plenamente capaz de cumprir o seu dever, mas ultimamente, a atividade dos vampiros tem estado em ascensão. Infelizmente, a causa é mais alarmante do que qualquer coisa que ela poderia ter imaginado. Um grupo que durante muito tempo foi dado como morto, foi conspirando em segredo para mergulhar a Inglaterra, e talvez o mundo inteiro, em uma guerra.

 

Hellsing teve duas músicas temas. “The World without Logos” por Yasushi Ishii foi usada como música tema de abertura dos 13 episódios, e a banda norte americana Mr. Big compôs a música “Shine” (Brilho), que foi tema de encerramento dos episódios da série.

Asérie curta, porém muito persuasiva na questão de prender a atenção. Eu não acompanhei ainda a história original do mangá, que termina de uma forma completamente diferente, mas assisti o anime (e em fita VHS que nem sei como consegui na época) e acho que vale a pena, sim conferir. Para variar, vou finalizar com o encerramento do Anime que vale a pena ser conferido.