Rebobinando – Os 12 Macacos

Se você é fã de ficção científica, com certeza conhece o filme de hoje do Rebobinando.

Baseado em um curta francês de ficção, de 1962 que é considerado um dos
melhores curta-metragem de todos os tempos, Os 12 Macacos foi lançado
em 1996, dirigido por Terry Gilliam e conta com Bruce Willis e Brad Pitt
no elenco.

Em 1996 um Vírus mortal dizimou a população mundial, matando cinco bilhões de pessoas, os sobreviventes foram obrigados a morar no subsolo.  James Cole (Bruce Willis) é um prisioneiro que vive no ano de 2035 e aceita a missão de voltar no tempo para tentar descobrir o mistério por trás do vírus que desolou a humanidade e tentar impedir que o o mesmo fosse lançado.

Alguma coisa dá errado em sua primeira viagem temporal e ao invés de Cole ir para o ano de 1996, ele acaba em 1990. Dado como louco, é internado em um manicômio aonde conhece um paciente, Jeffrey Goines (Brad Pitt) e a Doutora Reilly (Madeleine Stowe). Na segunda viagem, ele acaba no meio da Primeira Guerra Mundial e é baleado. Quando finalmente consegue voltar para 1996, ele sequestra Reilly, que começa a acreditar nele, depois que vê que a bala em sua perna era usada na Primeira Guerra. Aí o filme começa a tomar o rumo que deveria.

Goines passa ser defensor
extremista dos animais, logo descobrimos que ele é filho de um cientista especializado em vírus e fundador do exército dos 12 macacos, o maior mistério do filme é saber a relação desse exército com o vírus. Em um confronto com Jeffrey, ele diz que não tem nada a ver com o vírus e que desolar a humanidade foi ideia de Cole, quando eles estavam juntos no hospício, em 1990. Com isso o protagonista acaba achando que está realmente louco.

O ápice do filme se dá em um aeroporto, onde passado e presente se
encontram na vida de Cole e onde finalmente toda a trama se encaixa de
forma genial e ao mesmo tempo, pessimista, já que o herói falha em sua
missão e acaba preso para sempre em uma lacuna temporal.

Brad Pitt, cheio de tiques nervosos, acaba roubando a cena
em determinados momentos do filme. Nesse papel, o ator conseguiu
sua primeira indicação ao Oscar de Ator Coadjuvante. Bruce Willis faz o de sempre, papel de herói. Mas sua interpretação também está fantástica.

Apesar do filme ser um pouco confuso as vezes, com um começo meio lento e uma trama que se desenvolve rapidamente em determinado momento do longa, Os 12 macacos é um dos maiores filmes de ficção científica da década de 90 e vale a pena ser apreciado.