Rebobinando – Bonequinha de Luxo

Hoje no Rebobinando, eu resolvi sair totalmente do foco do que a gente sempre fala por aqui, escolhi um filme super clássico que é pouco lembrando hoje em dia, mas tem uma ótima história e o titulo original leva o nome do local que serviu de inspiração para o meu nome, além de ser estrelado por uma atriz que eu admiro muito.

Bonequinha de Luxo ou Breakfast at Tiffany’s é um filme norte americano lançado em 1931 do gênero comédia dramática, dirigido por Blake Edwards e estrelado por uma das grandes divas do cinema, Audrey Hepburn. Seu roteiro foi adaptado do livro de mesmo nome do autor Truman Capote. O longa recebeu cinco indicações ao Oscar de 1962 e venceu em duas categorias: melhor canção original e melhor trilha sonora.

O filme conta a história de Holly Golightly, uma acompanhante de luxo que sonha em casar com um milionário, na verdade ela se casou aos quatorze anos e vivia uma vida humilde. Fugiu de casa na tentativa de esquecer seu passado pobre e miserável, por isso agora mora em Nova Iorque. Perdida entre a inocência, a ambição e a futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas do dia a dia.

Holly tem um irmão chamado Fred, talvez seja a pessoa mais querida por ela, uma vez que em todas as histórias de seu passado ele é sempre citado. Quando a protagonista se envolve com o seu vizinho escritor Paul ela passa a chamá-lo de Fred, por considerar ele um amigo. Nasce uma singela amizade entre os dois, porque Paul vê Holly diferente dos outros homens com quem ela costuma se relacionar. Por isso mesmo, Holly confia a ele sua amizade. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.

Truman Capote, que vendeu os direitos autorais de sua obra para a produtora Paramount Pictures, queria que o filme fosse dirigido por John Frankenheimer e estrelado por Marilyn Monroe. Porém, o diretor Lee Strasberg aconselhou Monroe dizendo que interpretar uma prostituta seria ruim para sua imagem. Marilyn então desistiu do papel. Com isso, a atriz belga Audrey Hepburn foi contratada para interpretar a personagem. A atriz, que até começou a trabalhar sob os comandos do diretor John Frankenheimer, insistiu para que fosse feita a substituição deste, alegando não conhecer o trabalho do diretor. Foi assim que Blake Edwards assumiu a direção do filme.  Alguns elementos da personagem Holly foram omitidos no filme na intenção de tornar a personagem mais adequada para Audrey Hepburn e pelo impacto que causaria em uma sociedade tão conservadora. O personagem do escritor também foi bastante modificado do livro para o filme, sendo que, na obra escrita por Capote, ele era homossexual

Ao assistirem o filme não esperem por uma história original, na verdade é um filme cheio de clichês e muito simples. A beleza do longa está na maneira como ele é contado, na ótima atuação dos atores, numa linda trilha sonora e fotografia. Bonequinha de luxo pode não ser uma obra espetacular, mas é um grande clássico que não se deve deixar de assistir.