Planeta Comenta Marvel no Multiverso: Surpreendentes X-Men Vol.1 – Superdotados (Editora Panini)

Veja a análise de Surpreendentes X-Men Vol.1 – Superdotados, que reúne as edições #1-12 de Astonishing X-Men, com roteiro de Joss Whedon e desenhos de John Cassaday, lançado pela Panini.

x1

Análise:

A Escola para Jovens Superdotados está de volta com um novo corpo docente administrativo formado por Ciclope, Emma Frost, Fera, Kitty Pryde e Wolverine. Além de cuidar e treinar jovens mutantes, Scott está determinado a transformar os X-Men em heróis a começar com o uso de uniformes mais “heroicos”, ou coloridos. Enquanto isso, a Dra. Kavita Rao anuncia a cura para o gene mutante. Durante uma festa beneficente, Ord do planeta Grimamundo liderando um grupo de mercenários invade o local e faz reféns. O verdadeiro objetivo era atrair os X-Men, e é isso o que acontece. Embora seja bem mais poderoso, os X-Men conseguem derrotar Ord e este foge.

O Fera vai até os laboratórios da Dra. Rao na Benetech para saber do que se trata esse soro para a tal “cura mutante” e recebe uma amostra para pesquisar, além de mostrar uma certa indecisão quanto a ele mesmo receber a cura ou não. Ord está fornecendo tecnologia e matéria-prima para a Benetech, mas ainda não sabemos o motivo. A partir da amostra do soro que ganhou, Hank descobre que a Benetech está usando um cadáver mutante como cobaia e vão até lá para investigar. Nessa hora, Kitty descobre que Colossus – dado como morto durante a crise com o Vírus Legado – está vivo. Peter explica que foi ressuscitado pelo Ord para servir de cobaia para seus experimentos. Ord também invade a Benetech e confronta com os X-Men, agora tendo a adição de Colossus na luta.

A SHIELD também aparece para acabar com a confusão e sabemos que Ord veio à Terra porque, segundo ele, um mutante irá, no futuro, destruir o Grimamundo, por isso ele pede a ajuda da ESPADA e da Dra. Rao para criar um soro que elimina o gene mutante de uma vez por todas. Ord tenta escapar com uma jovem mutante para seus experimentos, mas é detido pelo Wolverine. Então é levado sob custódia pela SHIELD. Quando parece que o assunto está encerrado, Emma Frost tem um segredo sombrio que pode colocar em risco o bem-estar dos X-Men, ou será que não?

A estreia de Joss Whedon num título dos X-Men foi simplesmente fenomenal. Diálogos afiados, bons momentos de humor, grandes lutas, e uma trama bem elaborada. A “cura mutante” gerou bastante controvérsia e foi bem desenvolvido, mas ao mesmo tempo, o relacionamento entre os cinco x-men foi bem explorado. Whedon deu atenção em especial à Emma Frost e Kitty Pryde, que rendeu momentos incríveis.

Ele também fez muitas homenagens à fase clássica de Chris Claremont e John Byrne – a volta dos uniformes coloridos, o relacionamento direto e sem rodeios entre os integrantes do grupo, um adversário alienígena, Colossus fazendo o lançamento especial do Wolverine, entre outras coisas. Logo no início do arco Whedon já deixou claro sua intenção de trazer os elementos clássicos dos X-Men de volta, mostrando o retorno de Kitty Pryde à mansão – era como se a volta de Kitty representasse uma volta aos bons tempos de Claremont/Byrne. Leitura altamente recomendada.

Por Roger

COMPARTILHAR

Colecionador de HQs Marvel desde 1981 quando comprei minha primeira HQ Heróis da TV Nº 21 pela Editora Abril e HQs DC desde 1984 quando a Abril lançou os três títulos: Super-Homem, Batman e Heróis em Ação. Durante a década de 90, por motivos pessoais, fiz uma pausa, mas retornei em 2000 lendo algumas histórias do universo Ultimate.