Planeta Comenta Marvel no Multiverso: Tropa Alfa (2011)

Veja o Comentário do Planeta sobre Tropa Alfa, uma série em oito edições lançadas em 2011, escrito por Greg Pak e Fred Van Lente e desenhos de Dale Eaglesham.

alphaflight_1_eagleshamvariant

A Tropa Alfa está de volta com sua clássica formação – Guardião, Vindix, Sasquatch, Shaman, Pássaro da Neve, Marrina, Pigmeu, Estrela Polar e Aurora. Mas, após derrotar o senhor da guerra atlante Attuma, o grupo é traído pelo próprio governo, às mãos do recém-eleito Primeiro Ministro Gary Cody do Partido da União. O surpreendente é que a própria esposa de James Hudson – o Guardião, fica ao lado do Departamento H, pois ela deseja reaver a filha Claire que está sob a custódia dos tios. Sob a influência da mídia, a Tropa Alfa passa a ser encarada como inimigo do estado e são caçados pelas autoridades.

O Departamento H cria o grupo Força Alfa para enfrentar e prender os heróis, que se escondem nas montanhas. Com o tempo ficamos sabendo que tudo não passa de uma trama arquitetada pelo arqui-inimigo Mestre do Mundo que, com seus planos de conquista, realiza lavagens cerebrais nas pessoas, incluindo Heather, a heroína Vindix esposa do Guardião. James envia Aurora como espiã usando sua dupla personalidade para atrair os membros da Força Alfa. O plano é prender a Mulher Púrpura e usá-la para desfazer os controles mentais do mestre do Mundo.

Um retorno triunfante do grupo canadense criado por John Byrne. Aliás, após a saída de Byrne do título, o grupo nunca mais conseguiu emplacar boas histórias apesar de várias tentativas. Foram precisos uns quinze anos de espera para ver a Tropa Alfa em grande forma. A minissérie ainda contou com as participações especiais do Treinador e do Wolverine. Basicamente os autores focaram em duas personagens femininas – Aurora e Vindix. Jeannie-Marie, a Aurora, sofreu abusos sexuais quando criança, e como um mecanismo de defesa, ela desenvolveu sua dupla personalidade. Esses conflitos internos foram bem desenvolvidos durante toda a trama.

Além disso, embora tenha sofrido lavagem cerebral, os escritores deixaram bem claros até que ponto uma mãe, no caso a Heather, pode ir para ficar com sua filha, os sacrifícios que ela teve de fazer, principalmente no final da história. A questão da sexualidade de Estrela Polar também foi explorada de modo realista e sério, e o lado sombrio do Sasquatch também foi trabalhado na parte final da história. E mais, os escritores trouxeram vários personagens e elementos clássicos da mitologia da Tropa Alfa, como A Tundra e as Grandes Bestas. Enfim, uma ótima história, tanto para os fãs antigos do grupo, quanto para os leitores ocasionais que querem ler uma boa história. A série teve oito edições. Leitura recomendada.

Por Roger

 

Reação
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
COMPARTILHAR
Colecionador de HQs Marvel desde 1981 quando comprei minha primeira HQ Heróis da TV Nº 21 pela Editora Abril e HQs DC desde 1984 quando a Abril lançou os três títulos: Super-Homem, Batman e Heróis em Ação. Durante a década de 90, por motivos pessoais, fiz uma pausa, mas retornei em 2000 lendo algumas histórias do universo Ultimate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here