Planeta Comenta Marvel no Multiverso: Heróis Mais Poderosos da Marvel #16 – A Mulher Invisível (Editora Salvat)

Li Heróis Mais Poderosos da Marvel #16 – A Mulher Invisível, escrito e desenhado por John Byrne, lançado pela Editora Salvat.

16

Visto que a Mulher-Invisível não tem um título próprio, a Salvat teve de escolher um arco de histórias do Quarteto Fantástico que focasse na heroína. E a escolha foi bem acertada, primeiro porque escolheram uma história de uma das melhores fases do grupo às mãos de John Byrne e segundo, porque Sue tem uma participação ativa e decisiva na trama. Esse arco reúne as edições #280-284 de Fantastic Four.

O Quarteto está sem o edifício Baxter que foi arrancado de seu lugar pelo Dr. Destino e precisam lidar com uma onda de ódio que parece afetar toda a população de Nova York, deixando a cidade em chamas. Os heróis descobrem que o Homem-Psíquico está por trás dos ataques e vão até o Microverso para enfrentá-lo e tentar libertar o lugar de sua tirania.

Sue Richards sofre um grande salto evolutivo em sua personalidade e em suas participações nas aventuras do grupo, mas para isso, ela precisa passar pelos piores horrores psicológicos infligidos pelo Homem-Psíquico. Num dos pontos altos da história, os medos interiores de Sue em falhar com sua equipe colocando em risco a vida de todos, ou seu complexo de inferioridade e insegurança decorrentes da diferença de idade entre ela e Reed são magistralmente retratados por Byrne, mostrando um Reed cada vez mais velho e uma Sue cada vez mais “criança” nos quadros que se seguem, e é uma prova de que ele realmente conhecer bem os personagens que tem em mãos. A história me surpreendeu mais do que eu estava esperando, principalmente por se tratar de um “pedaço” de uma longa trama que Byrne vinha criando desde que assumiu o título e não um arco fechado. Mesmo assim, a maneira como ele desenvolveu a personalidade de Sua é digno de leitura.

Por Roger

Reação
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
COMPARTILHAR
Colecionador de HQs Marvel desde 1981 quando comprei minha primeira HQ Heróis da TV Nº 21 pela Editora Abril e HQs DC desde 1984 quando a Abril lançou os três títulos: Super-Homem, Batman e Heróis em Ação. Durante a década de 90, por motivos pessoais, fiz uma pausa, mas retornei em 2000 lendo algumas histórias do universo Ultimate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here