Perfil HQ | Quem é a Viúva Negra?

Natalia Alianova “Natasha” Romanova, ou em bom russo Наталья Альяновна “Наташа” Романова, mais conhecida como Natasha Romanoff, a Viúva Negra, é uma das personagens mais destacadas do Universo Marvel. Ganha seu primeiro filme solo em 2020, cujo trailer logo abaixo mostramos, mas desde que foi apresentada em 1964, percorreu um longo caminho narrativo: foi dançarina, espiã da KGB, assassina, mercenária, agente da SHIELD, super-heroína, membro dos Campeões e Vingadores (a quem ela liderou durante uma temporada). Uma carreira que começou como vilã, antes de ser uma justiceira em busca de redenção, embora sempre tenha se movido dentro de um código moral nada altruísta. Talvez seus anos de espiã a levaram ter mais segredos e a se envolver em mais assuntos obscuros do que a maioria de seus companheiros dos Vingadores e muitos poucos sabem o que ela esconde. No fundo, a Viúva Negra é um grande mistério.

 

Criada por Stan Lee, Don Rico (roteiro) e Don Heck (desenhos), na Tales of Suspense #52 (1964). A personagem foi introduzida pela primeira vez como uma espiã russa, antagonista do super-herói Homem de Ferro.No cinema, a Viúva Negra, é interpretada pela popular Scarlett Johansson, sendo seu papel objeto tanto de admiração como de críticas viscerais. Nos quadrinhos é uma personagem habitual nas séries em torno dos Vingadores, nas páginas do Demolidor ou do Capitão América, além de ter seu próprio título. Acompanharemos neste artigo os detalhes da vida ficcional da espiã por excelência do Universo Marvel.

   Origem primeira    

Há poucos detalhes sobre os primeiros anos de Natasha. E se vamos tratar de sua origem, encontraremos várias versões diferentes, o que não surpreende, pois sua criação como personagem e os diversos roteiristas a colocaram como uma espiã acostumada ao sigilo e à confidencialidade. Afinal, um agente não deve revelar seu verdadeiro passado se não quiser pôr em perigo a si mesmo e a agência em que trabalha. No entanto, podemos seguir várias visões para formar uma narrativa coerente sobre sua origem, embora não sem lacunas e contradições.

Natasha nasceu provavelmente em 1928, em Stalingrado, numa família ligada aos últimos czares. Durante o expurgo dos Romanov, sua residência foi incendiada por revolucionários bolcheviques, o que causou a morte de sua mãe. A criança foi salva por Ivan Petrovitch, um soldado russo, que a adotaria e seria responsável por sua educação (Shadows and Light Vol. 1 # 1, 1998).

Ao longo de sua infância, demonstrou excepcionais aptidões psicológicas e físicas, o que a tornou uma candidata perfeita aos serviços de inteligência, o que seu “pai” desejava. Durante os exames chamou a atenção de indivíduos perigosos. Em 1941, o Barão von Strucker a sequestra e a leva para O Tentáculo para torná-la uma mestre da arte do assassinato. Petrovitch recruta o Capitão América e o futuro Wolverine para o resgate  (Uncanny X-Men Vol. 1 # 268, 1990). Após esse evento, enquanto Natasha crescia e amadurecia, ela provou ser uma incrível atleta e estudiosa, além de ganhar distinção na URSS como bailarina. Enquanto isso, a KGB, o serviço de espionagem russo, aguardava sua oportunidade de recrutá-la, o que fez ao longo de várias tentativas.

Nova Origem: Programa Viúva Negra

Uma reformulação em sua origem, o soldado Ivan Petrovich a salva de um ataque nazista em Stalingrado (1942), que vitimou sua família, e a criou como sua filha adotiva.Mais tarde dá em custódia ao Programa Viúva Negra, uma iniciativa de Departamento X, uma agência secreta da outrora União Soviética cujo objetivo era criar super soldados que enfrentariam o Ocidente. Após a eficaz criação do Soldado Invernal, o objetivo era criar o espião mais letal da história. Para isso, lançou esse programa, onde Natalia e outras 27 meninas órfãs foram transferidas para instalações, conhecidas como Sala Vermelha, para serem preparadas e treinadas para tal objetivo.

O programa oferecia um treinamento árduo em operações secretas e de combate, como também foram psico e biologicamente aprimoradas. Tudo isso ainda implantando memórias falsas, pois todas as jovens acreditavam que faziam parte do balé do Bolshoi. A manipulação biotecnológica a que foi submetida explica o lento processo de envelhecimento de Natalia, embora os implantes de memória nos façam duvidar da veracidade de suas memórias. A única coisa que sabemos com certeza é que, enquanto estava recebendo seu treinamento, Nat teve um breve romance com Bucky Barnes, que naquela época também era um peão da inteligência soviética (Capitão América Vol. 5 # 27, 2007).

Natasha preocupou os responsáveis ​​pelo PVN, porque apesar de ser a mais promissora, duvidada das memórias implantadas. Essas falsas lembranças eram essenciais para criar agentes adormecidas que pudessem se infiltrar nas nações inimigas da URSS, além de mantê-las sob controle. No caso de Natasha, que descobriu que suas memórias de dançarina eram falsas, for severamente questionada sua lealdade, mas foi colocada a serviço da KGB, iniciando sua carreira como espiã.

A narrativa da Sala Vermelha (Red Room) foi um retcon que reinterpretou o passado do personagem, embora tenha se tornado a versão canônica de sua história. A história surgiu na terceira série da Viúva Negra (2004 -2005), no selo Marvel Knights, escrita por Richard K. Morgan e desenhada por Bill Sienkiewicz e Goran Parlov (com capas de Greg Land). Desde então, o conceito foi revisitado e expandido várias vezes, sendo mencionado também no Universo Cinematográfico da Marvel. Sabe-se que o Programa Viúva Negra continuou após a partida de Natasha, produzindo outros agentes que usaram o codinome Viúva Negra, como Yelena Belova. Sabe-se também que havia um programa paralelo para formar espiões masculinos, embora apenas um agente tenha surgido.

A Serviço da KGB

A narrativa sobre agentes biotecnologicamente capacitados e dotadas de falsas memórias é algo bem recente, mas a primeira aparição da Viúva Negra numa HQ ocorreu em uma história bem menos complexa. Os anos eram os 1960, tempos de Guerra Fria entre os EUA e a URSS, e o impacto na cultura popular eram sentido amplamente. Nessa época, os quadrinhos tinham supervilões ligados ao comunistas, com seus maléficos planos para acabar com o modo de vida americano. E Natasha Romanoff foi introduzida como uma espiã soviética que pretendia assassinar um inventor russo que havia desertado.

Primeira aparição da personagem em quadrinhos, na Tales of Suspense.

A KGB organizou o casamento entre ela e um outro agente, o piloto de testes Alexi Shostakov. Após a suposta morte de seu marido, Natasha foi designada para os EUA para matar o criador do Dínamo Vermelho, o professor Anton Vanko, junto com outro agente soviético, Boris Turgenov. Vanko trabalhava para as Indústrias Stark  (Tales of Suspense vol. 1 # 46, 1963) e o próprio Nikita Khrushchev ordenou que desse cabo a Vanko e seu novo empregador, Anthony Stark (Tales of Suspense vol. 1 # 52, 1964). Como uma mediadora comercial, a Viúva Negra se apresentou para Stark apresentando Boris como um professor interessado em sua tecnologia. Atraindo o mulherengo como uma femme fatalle, distraindo, seu companheiro infiltra nas instalações da empresa, sequestrou o professor Vanko e veste a armadura Dínamo Vermelho. Um conflito se inicia entre o Homem de Ferro e sua contraparte soviética, porém na luta, o professor Vanko se sacrifica para destruir a armadura que criara. Com a morte de Boris e amissão frustrada, Natasha consegue escapar.

Em Tales of Suspense vol. 1 # 53 (1964), a Viúva Negra tenta roubar um dispositivo antigravidade de Stark para compensar seu fracasso e retornar à URSS. Conseguindo enganar o milionário mais uma fez, rouba uma joalheria e contacta a KGB que envia vários agentes para ajudá-la em sua nova missão: roubar as reservas federais de ouro de Fort Knox. Seu plano foi frustrado pelo Homem de Ferro, que desativa a máquina e força a Viúva a fugir pela segunda vez.

Ainda nos EUA, a agente decide encontrar um aliado para confrontar o Homem de Ferro. Logo encontra um jovem aventureiro que após interromper um assalto foi confundido pela polícia com um dos ladrões. Era Clint Barton, o Gavião Arqueiro, que fugia, quando foi resgatado por Natasha, que logo o seduz para lutar contra o Homem de Ferro, o que aconteceu em algumas edições de Tales of Suspense (# 57, #60, #64).

Devido aos constantes fracassos, os soviéticos trazem Natasha de volta à URSS, onde é equipada com um novo traje e retorna aos EUA, para cumprir a ordem de executar o Homem de Ferro, contacta o Gavião para ajudá-la. O arqueiro, apaixonado, não podia recusar e luta novamente contra o Vingador, mas algo acontece, a Viúva fica ferida e O Gavião a protege. Com essa demonstração, Natasha começa a se apaixonar por Clint, o que a faz desertar. Como represália, sofre um atentado por agentes da KGB e hospitalizada. O Gavião entra em contato com os Vingadores, pedindo ajuda e o Capitão América oferece uma posição em sua nova formação, com outros ex-vilões que buscavam redenção. ( Avengers Vol. 1 # 16, 1965).

Os Vingadores

Com o Gavião na equipe de super-heróis, a Viúva não demoraria para segui-lo, embora seu primeiro encontro com o supergrupo foi como vilã. Capturada mais uma vez pela KGB e submetida a outra lavagem cerebral, Natasha se une ao Espadachim (Jacques Duquesne, o antigo instrutor de Hawkeye) e ao Homem Poderoso (Erik Josten, o Atlas dos Thunderbolts) para enfrentar os Vingadores. (Avengers Vol. 1 # 29, 1966). Após alguns confrontos, enquanto Clint estava em perigo, a Viúva se libertou da lavagem cerebral e ajuda o amante.  (Avengers Vol. 1 # 30, 1966). Logo ajuda o grupo contra os Sons of the Serpent (Avengers Vol. 1 # 32-33, 1966).

Ao provar seu valor, a Viúva Negra se candidatou para nova integrante dos Vingadores, mas seu estrito código moral lhe causaria problemas. Como no caso dos Ultróides de Ixar, onde Natasha usou de violência psicológica contra o alienígena, algo que impediria entrar na equipe e que o Gavião Arqueiro encobriu (Avengers Vol. 1 # 36-37, 1967). No entanto, antes da entrada nos Vingadores, a SHIELD reivindicou seus serviços de espionagem contra os chineses. Seria a primeira de muitas missões que a agência de espionagem dirigida por Nick Fury confiaria a russa. E assim, Natasha se recusa a se unir oficialmente ao famoso grupo e rompeu seu relacionamento com Gavião Arqueiro. A imprensa logo publicaria a notícia de que a Viúva Negra era uma traidora, uma inimiga dos Estados Unidos, para desgosto de Clint, embora fosse uma mentira feita pela SHIELD (Vingadores Vol. 1 # 38- 39, 1967).

Ao chegar na China, Natasha foi sequestrada e submetida a uma nova lavagem cerebral, mas resistiu ao processo e presa (Avengers Vol. 1 # 42, 1967). Um padrão nas HQs dos anos 1960 é colocar as personagens femininas em perigo, mesmo sendo aptas em combate. Quando os Vingadores descobrem partem para libertá-la e entram em confronto com o Guardião Vermelho, um super soldado soviético que era o marido de Natasha, o suposto piloto de testes Alexi Shostakov. A URSS e a China queriam desenvolver uma série de dispositivos para controle mental. Obviamente, os Vingadores frustraram seu objetivo e derrotaram o super soldado, mas Natasha ficou ferida (Avengers Vol. 1 # 43-44, 1967).

Depois disso, a Viúva decidiu deixar sua carreira para trás como aventureira, distanciando-se de todos os Vingadores. Mas a SHIELD reivindicou seus serviços para impedir o Cabeça de Ovo use a estação espacial para atacar a Terra. Novamente foi capturada e o Gavião Arqueiro, apaixonado vai resgatá-la e rouba o soro de crescimento de Hank Pym para se tornar o novo Golias( Vingadores Vol. 1 # 63-64, 1969). Embora tenha a salvado, a custa de um grande sacrifício pessoal, nem isso serviu para reacender o relacionamento entre Clint e Natasha. Decide romper totalmente com o seu ex-amante, para se dedicar exclusivamente à SHIELD ( Vingadores Vol. 1 # 76, 1970).

A parceria com o Homem Sem Medo

Foi no término com o Demolidor que decidiu deixar o passado para trás e se reinventar, abandonando seu antigo traje e adotando o uniforme apertado que tem sido sua marca registrada desde então, como também as duas pulseiras equipadas para disparar o “ferrão” da viúva, uma rajada de alta freqüência eletrostática de até 30 mil volts, capaz de desestabilizar um humano superpoderoso numa distância de até 1000 pés, dispara cartuchos de gás lacrimogênio, cordas e age como um transmissor de rádio.

Entra em confronto com o Homem-Aranha para testar suas novas habilidade e descobrir o segredo de seus poderes. Após uma luta breve e intensa, o escalador consegue escapar, e Natasha decide parar de perseguir as habilidades dos outros e se tornar a Viúva Negra de fato (Amazing Spider-Man Vol. 1 # 86, 1970).

Entre 1970-71, a personagem ganhou uma breve série em Amazing Adventures, mas que não teve muita relevância.

Entra na vida do Demolidor, após impedir que o Demolidor se afogasse e se aliaram contra o Coruja (Daredevil Vol. 1 # 81, 1971). A Viúva se torna um personagem regular da série e começaria a ter um relacionamento mais do que profissional. Seus métodos lhe causaram problemas, em especial, após uma luta contra o Escorpião, quando uma testemunha garantiu que ela tinha assassinado o vilão a sangue frio (Daredevil Vol. 1 # 82, 1971). Acusada de assassinato e processada pela polícia, a Viúva conseguiu se inocentar logo após, com o desaparecimento do corpo do vilão ( Demolidor Vol. 1 # 83, 1972).

Em férias na Suiça, Nat e Matt se apaixonam e retornam aos EUA, onde a ex-namorada Karen Page o esperava para deixar livre o relacionamento. E assim mudam para São Francisco, onde Natasha adotou uma nova identidade como redatora de revista de moda e ajuda o Demolidor contra o Elektro, o Homem-Púrpura, Damon Dran entre outros.

Nessa época Clint tinha abandonado os Vingadores e viajou a Califórnia para retomar seu romance com Natasha. O encontro com o Demolidor não foi tão bem aceito e um conflito entre os dois ocorre, mas é a Viuva que tem que decidir. A resposta não ocorre de imediato por que os três são convocados pelos Vingadores que não foram capturados pelo Magneto (Daredevil Vol. 1 #99,1973) para resgatá-los (Avengers Vol. 1 #111, 1973). Após a ameaça, o supergrupo oferece um posto a Natasha, mas não aceita preferindo voltar para São Francisco com o Homem sem Medo. O Gavião teve sua resposta, desta forma. (Avengers Vol. 1 #112, 1973). Junto ao Demolidor volta a se encontrar com o Homem Aranha, agora como aliados (Daredevil Vol. 1 #10, 1973).

Kraven o Caçador, o Besouro, Nekra, o Gladiador, o Coruja entre outros foram passando nas páginas da série, sendo derrotados pela dupla. Destacamos que dos números 92 ao 107, o título era Daredevil and the Black Widow, mostrando o papel importante que a personagem desempenhou nesta etapa junto ao Demolidor. Mas na edição 120, a Viúva confessou a Matt sua preocupação como mulher independente e que isto tinha mudado demais desde o momento que se juntaram, que queria se tratada como igual, não como uma ajudante. A resposta do advogado cego foi mudar de assunto e oferecer um vestido para as festas de fim de ano. E assim a relação se desandou e Nat decidiu se manter afastada, mesmo em situações como quando Foggy Nelson foi sequestrado pela HYDRA, até o momento em que se separa de vez. (Daredevil Vol. 1 #124, 1975).

Formação dos Campeões, retorno aos Vingadores e missões solo

Após romper com o Demolidor, Natasha vai para Los Angeles, tentar entrar na universidade para lecionar russo,mas um incidente no campus da UCLA, reúne Hércules, o Motoqueiro Fantasma, o Anjo e o Homem de Gelo contra inimigos do Olimpo (Champions Vol. 1 #1-3, 1975– 1976). E assim o grupo imprevisível, os Campeões, enfrentou ameaças como o Grifo, Estrela Negra, o Homem de Titânio, o Dínamo Vermelho, Magneto entre outros, sua trajetória foi muito curta, sendo a série cancelada na edição 17, não fez muito sucesso. O supergrupo foi um passo importante para a Viúva Negra no sentido de que provou sua capacidade para liderar e escapar da alcunha de personagens secundários e de interesse romântico que foi colocada nos últimos anos.

Durante o período dos Campeões, enamorou-se com Hércules e após a dissolução dos Campeões permaneceram durante uma temporada juntos. Os dois voltam aos Vingadores e participam da mítica saga de Korvac, a qual é a entrada oficial da Viúva na equipe. (Avengers Vol. 1 #173, 1978). Entretanto, enfrentar alguém como o poder cósmico o fez refletir sobre sua relação com o deus olímpico e acaba terminando com ele. Volta a se encontrar com o Demolidor, que entrou em contato para lhe dizer que começou um outro relacionamento (Daredevil Vol. 1 #155, 1978), deixando-a livre emocionalmente. Porém, o governo, através do agente Henry Peter Gyrich, reorganizou a formação da equipe, limitando a sete membros, o que fez sair novamente do supergrupo (Avengers Vol. 1 #181, 1979).

E inicia o período da Marvel Team-Up, onde o Homem Aranha compartilhava suas aventuras com outros personagens da Casa das Ideias. Novamente na SHIELD, a Viúva foi  capturada pela Víbora para a HYDRA. Torturada, sua mente perdeu o contato com a realidade e acaba assumindo umas de suas antigas identidades falsas da época que era espiã, a professora Nancy Rushman. E com essa identidade se encontra com o Homem Aranha, pouco depois que a SHIELD os encontrassem. O aracnídeo se une a Nick Fury e a Shang-Chi para enfrentar Víbora e o Samurái de Prata, para poder restaurar a memória de Nat. O que ocorre, mas durante o tempo como Nancy sentiu atraída por Peter Parket, mas sem relevância após recuperar a memória. (Marvel Team-Up Vol. 1 #82-85, 1979). Depois enfrentaram o Coruja  (Marvel Team-Up Vol. 1 #98 USA, octubre de 1980).

Quando Frank Miller estava a frente do Demolidor, o roteirista traz de volta a personagem para uma história com o herói cego. O Tentáculo envenenara a Viúva enquanto protegia o cadáver de Kirigi, o debilitando e levando a morte. Stick e o clã dos Os Virtuosos a ressuscitam através de um ritual místico. E uma batalha entre os dois clãs ocorre, causando uma enorme perda para o Demolidor (Daredevil Vol. 1 #187-189, 1982).

Protagoniza ainda uma história no selo Marvel Fanfare, com Ralph Macchio e George Pérez a frente. Nick Fury lhe informa que seu velho mentor Ivan Petrovich foi sequestrado, um plano do agora desfigurado Damon Dran, que sobreviveu e queria vingança.(Marvel Fanfare Vol. 1 #10-13, 1983-1984).

Líder dos Vingadores

Após esse momento, a Viúva Negra se viu relegada a um personagem secundário em vários títulos, como em Daredevil ou nos crossovers Atos de Vingança e Atlantis Ataca, época que mudou o uniforme negro para o cinza. Uma narrativa gráfica bem relevante saiu nessa época, Black Widow: The Coldest War (A mais fria das guerras, 1991), por Gerry Conway e George Freeman., onde os russos replicaram seu marido falecido para confrontá-la com os EUA.

 

E algum tempo depois, a Viúva regressa aos Vingadores como parte de uma nova formação com o Capitão América, Thor, Visão, Mulher-Hulk, Quasar e Sersi (Avengers Vol. 1 #329, 1991). Mais tarde Hércules, Crystal e o Cavaleiro Negro completam a equipe que participaria da guerra entre os Kree e os Shi’ar durante a Operação: Tempestade Galáctica, que saiu por aqui nas HQs do Capitão América # 194-198. Durante o conflito, os Vingadores descobrem que a Inteligência Suprema Kree orquestrou o conflito, causando uma cissão na equipe, pois alguns membros queriam justiçar o líder kree. O Capitão abandona a equipe, devido a essa decisão, e a Viúva assume o cargo vago, enquanto o Cavaleiro Negro, o de líder de Campo.

E uma nova etapa, com Bob Harras escrevendo, se inicia. Com a ameaça constante de Proctor, um ser de uma dimensão alternativa, apaixonado e posteriormente abandonado pela Sersi de sua realidade e que agora viajava pelo multiverso eliminando todas as versões da Eterna que encontrava. Como líder dos Vingadores, a Viúva teve uma importância tangencial em grande parte das histórias, por ter conhecidos em vários órgãos de inteligência, como ao descobrir os planos da IMA para recriar o Cubo Cósmico, através de um amigo da KGB (Avengers Vol. 1 #385, 1995). Sendo líder da equipe, Natasha participou nos acontecimentos da Encruzilhada, uma saga que não foi bem recebida pelo público e que deixou algumas coisas inconclusas, como um disco de dados entregue a Nat que só anos depois saberíamos qual seria o conteúdo.

Tragédias

Os anos 1990 marcou pelo protagonismo na Marvel dos mutantes, de tal maneira que os eventos mutantes determinavam o destino da Casa das Ideias. A saga Massacre apresentou um ser de pura energia psíquica, surgido das frustações do Professor Xavier, acrescidas da essência maligna de Magneto, que causou muitos problemas. Somente com o sacrifício dos Vingadores e Quarteto Fantástico foi possível derrotar o vilão.  (Onslaught: Marvel Universe, octubre de 1996). Porém, enquanto todos pensavam que os heróis haviam morrido, eles estavam presos em uma realidade alternativa (mostrada na saga Heróis Renascem, Heroes Reborn), criada por Franklin Richards.

A Viuva foi umas dos poucos heróis não mutantes que se livrou daquele experimento editorial. Após sobreviver a luta final contra Massacre, se culpou da morte de seus companheiros Vingadores e assumiu a responsabilidade naquela tragédia, pois estavam sobre sua liderança. Suas tentativas para reconstruir o grupo foram infrutífera e consumida pela raiva, partiu em uma cruzada solitária contra todos os antigos vilões dos Vingadores que pode encontrar.

E veio os Thundebolds, um grupo liderado pelo Barão Zemo, que se passavam por heróis, mas eram vilões que assumiram novas identidades. Recebidos com entusiamos pelos heróis sobreviventes, a Viúva foi a única que desconfiou deles, fazendo que dois deles pensassem, através do seu exemplo, o valor e o crédito de assumirem o heroísmo como parte de suas vidas.  (Thunderbolts Vol. 1 #9, 1997).

Regresso

E os Vingadores regressam, sob Kurt Busiek e George Pérez. Num arco narrativo que reunia todos aqueles que já foram Vingadores até o momento confrontando Morgana Le Fay que usou a magia da Feiticeira Escarlate e o poder da Espada do Crepúsculo para moldar a realidade a sua vontade (Avengers Vol. 3 #1-3, 1998). Natasha não participou da nova formação e saiu da Mansão sem nenhuma explicação (Avengers Vol. 3 #4, 1998). Nem participou da derrota de Zemo e dos Thunderbolts, mesmo sendo a primeira que viu a trapaça (Thunderbolts Vol. 1 #11-12, 1998).

Nossa heroína tinha um assunto importante para resolver. E foi linha Marvel Knights, com temáticas mais adultas, mas sem o excesso da Marvel MAX que a Viúva Negra contou com várias minisséries. Foi nesse período, que podemos vê-la em seu amargo reecontro com o Demolidor, num momento que o Home sem Medo sofria os reveses das drogas de Misterio e sua namorada, Karen Page. era assassinada pelo Mercenário. Após o funeral de Karen, Nat confessa que ainda sentia por Matt, mas sabia que era impossível uma relação, enquanto ela não tivesse resolvido algumas pendências de seu passado (Daredevil Vol. 2 #1-8, 1999).

 

E assim inicia a fase em Marvel Knights (Black Widow Vol. 1 #1-3, 1999), conhecendo Yelena Belova, a nova Viúva Negra da inteligência russa que a enfrentou numa disputa por uma arma biológica. Não seria o último encontro com sua sucessora, sem antes se reunir com os Vingadores para elucidar um caso passado sobre um arquivo de dados recebido por ela, que continha informações sobre as famílias envolvidas com a organização criminosa MAGGIA. Natasha repassou para a SHIELD as informações, mas o regresso do Conde Nefaria, o líder da MAGGIA, fez com que os Vingadores e os Thunderbolts, agora liderados pelo Gavião Arqueiro, se envolvessem no assunto (Avengers Vol. 3 #32, 2000 e Thunderbolts Vol. 1 #43, 2000).

Retorna ao Marvel Knights, Natasha agora unida com o Demolidor, o Justiceiro, Shang-Chi e Adaga (Marvel Knights Vol. 1 #1, 2000), confrontando inimigos como Ulik o Troll, Pesadelo ou Zheng Zu. O objetivo inicial do grupo reunido por Matt era capturar o Justiceiro depois que ele assassinou supostamente Nick Fury, mas foi um mal entendido com um  Simulacro. Com 15 números, com Chuck Dixon e Ed Barreto a frente do título, a Viúva ainda também era agente de SHIELD, encontrando mais de uma vez Yelena Belova.

Quando o governo búlgaro capturou a Víbora (agora como Madame HYDRA), pressionou os EUA trocar a vilã pela custódia da Viúva, e Nat recorre ao Demolidor, que junto com agentes da  SHIELD, descobrem que era Alexi Shostakov, seu ex-marido que fez todo o complô.  Finalmente, foi detido e preso (Daredevil Vol. 2 #61-64, 2004).

Guerra Secreta

Saindo em férias, descobre que alguém estava assassinando todas aquelas formadas pelo Programa Viúva Negra. Rasteando os assassinos, chega a Sala Vermelha e ao passado de manipulações que sofrera quando menina e mesmo adulta. O rastro leva a Vassily Illyich Ulyanov, um dos responsáveis da Sala, agora aliado de uma empresa biotecnológica, a Gynacon, que pretendia usar o que foi feito no Programa Soviético para criar armas biológicas. Natasha mata todos os envolvidos, ganhando a inimizade do governo norte-americano (Black Widow Vol. 3 #1-6, 2004 – 2005).

Como uma das agentes de maior nível da SHIELD, a Viúva não conhecia todos os segredos de seu diretor, Nick Fury. E um deles sobre uma Guerra Secreta contra a Latvéria e o apagar das memórias do Capitão América, Homem Aranha, Luke Cage, Demolidor, Wplverine, Viúva e a agente Daisy Jonhson, levou Fury a abandonar a liderança da Shield para Maria Hill, e a saída da Viúva, que descobriu aquele terrível segredo. (Secret War Vol. 1 #1-5, 2004- 2005).

Entre  a Guerra Civil e Reinado Sombrio

Durante a guerra civil motivada pelo Registro de Superhumanos, Natasha ficou do lado do Homem de Ferro contra o grupo do Capitão América (Civil War Vol. 1 #1-7, 2006). Após a vitória do pró-registro, entra nos Vingadores, liderados por Stark (Mighty Avengers #1, 2007). Por uma trajetória curta, enfrentaram ameaças como Ultron, Doutor Destino e uma invasão de simbiontes similares a Venon. Foi durante essa última ameaça, que Jessica Drew, a Mulher Aranha, entra na equipe, ao desertar de um outro grupo de Vingadores que atuava a margem da lei. Viúva logo desconfia dela e acaba descobrindo que era uma Skrull, passando por Drew.

Antes, encontrou Bucky Barnes, o Soldado Invernal, quando levava o traje e o escudo do falecido Capitão América para um museu. Bucky a nocauteia e rouba o escudo de Steve Rogers (Captain America Vol. 5 #27, 2007). A SHIELD ordena que persiga o ex-agente soviético antes de que este atacasse o Homem de Ferro, a quem responsabilizava pela morte de Cap, Desta forma, Natasha ficou recorrente nas páginas da série que Ed Brubaker escrevia. E quando Barnes assumiu a identidade do Capitão América, Natasha fez dupla em várias missões, reavivando o romance que havia compartilhado no passado.

Tudo muda após a derrota dos infiltrados Skrull (Secret Invasion #1-8, 2008 – 2009), a  SHIELD é reconstruída como HAMMER, com Norman Osborn o novo diretor. A Viúva não tem lugar ali e desaparece. Na realidade, seguindo ordens de Fury se infiltra nos Thunderbolts, agora sob ordens do governo, supervisionados por Osborn. Se passando por Yelena Belova (Thunderbolts Vol. 1 #128, 2009). O que não sabia é que as ordens partiam do próprio Osborn, que queria descobrir o paradeiro do outrora líder da SHIELD. A trama de infiltração teve várias reviravoltas e aliada com uma ex-membro dos Thunderbolts, Soprano, Natasha acaba aprisionada, mas logo consegue escapar com a ajuda de outros membros do grupo de vilões descontentes com Osborn (Thunderbolts Vol. 1 #125-126 e#133; Secret Warriors Vol. 1 #7-9, 2009).

O Reinado Sombrio de Norman Osborn acaba, após o fracasso do ataque a Asgard (Siege Vol. 1 #1-4, 2010). O retorno de Steve Rogers, reorganiza os Vingadores em várias equipes e a Viúva Negra debutava no Universo Cinematográfico em Homem de Ferro 2, de Jon Favreau, ganhando mais popularidade e aumentando mais ainda sua presença nos quadrinhos da Casa das Ideias.

Idade Heróica 

A Viúva ganha seu quarta série, se estendendo por oito números (Black Widow Vol. 4 #1-8, 2011). O primeiro arco apresentava uma ameaça do passado que queria acabar com sua vida. Enquanto buscava informações de quem queria matá-la, Natasha acabou lutando contra Elektra e Lady Bullseye. Sua jornada serviu para repensar seu lugar dentro del Universo Marvel e a relação que lhe unia com outros personagens, como Bucky e Wolverine, além de revelar o destino de seu mentor, Ivan Petrovich. A série termina com uma espetacular luta entre a Viúva e o home que estava por trás de tudo, o Campeão.

Ai veio a minissérie Widowmaker, de Jim McCann e David López (Widowmaker #1-4, 2011), onde a Viúva, o Gavião Arqueiro e a Harpia investigam um grupo de ex-agentes  soviéticos e colocou em perigo agentes de inteligencia de todo o mundo. A situação se complica quando um novo Ronin começa a matar espiões de diferentes nacionalidades, aumentando a chance de um conflito mundial. Sob a máscara estava Alexei Shostakov, que voltava para atormentá-la.

Paralelamente, Steve Rogers recruta Natasha para formar os Vingadores Secretos (Secret Avengers Vol. 1 #1, 2010). Valkiria, Sharon Carter, Fera, O Cavaleiro da Lua, o Homem Formiga (Eric O’Grady, não Scott Lang), Máquina de Guerra e Nova (Richard Rider) completava a equipe, o objetivo era resolver pontas soltas da administração de Norman Osborn. E assim veio uma nova Coroa da Serpente, encontrada em Marte, o retorno de Zheng Zu pelo Concílio das Sombras, a saga A Essência do Medo, onde Natasha impediu um atentado nuclear em Londres; entre outros. Há um caso que Nat confronta um jornalista que queria publicar sobre a morte de Bucky, mas não fez por ser persuadido pela heroína.

Os Vingadores Secretos são reestruturados mais uma vez, com Gavião Arqueiro de volta (Secret Avengers Vol. 1 #22,  2012), com a Viúva na equipe e acompanhando o Soldado Universal em suas novas aventuras após a Fórmula do Infinito que o trouxe a vida (Winter Soldier Vol. 1 #1, 2012). Natacha participa do confronto entre os Vingadores e os X-Men (Avengers vs X-Men #1-12, 2012) e ajuda o Soldado contra a IMA, Lucia von Bardas, dentre outros. Foi em Winter Soldier Vol. 1 #10-14 que tivemos um arco, A Caçada da Viúva Negra, onde Natasha mais uma vez sofre uma lavagem cerebral e se torna uma assassina, comandada por agente da Sala Vermelha, Leonid Novokov. Barnes, Rogers e Barton se unem para detê-la e conseguem recupera-la. Porém, as recordações que tinha com Bucky foram apagadas, fazendo ambos se afastarem.

De Marvel NOW para Secret Wars

Em Marvel NOW, a personagem se tornou onipresente nos títulos dos Vingadores. Na linha principal, com Jonathan Hickman roteirizando (Avengers Vol. 5 #1, 2013), fez parte da equipe dos Vingadores Secretos (Secret Avengers Vol. 2 #1, 2013), na coleção Avengers Assemble! (Avengers Assemble Vol. 2 #12, 2013) e participando de arcos narrativos com outros heróis, como no caso da ajuda que os Vingadores deram ao Homem Aranha contra o Doutor Octopus e o Sexteto Sinistro (Amazing Spider-Man Vol. 1 #682-687, 2012).

Como parte dos Vingadores, Natasha não só levou a cabo às missões de espionagem e infiltração (como o memorável assalto ao casino de Hong Kong em Avengers Vol. 5 #11, 2013), como também viajou ao espaço na saga Infinito (Infinity #1-6, 2013, 2014). Já com os Vingadores Secretos, lidou com a IMA, o Supervisor e a Yelena Belova. (Secret Avengers Vol. 3 #1, 2014).

Mas nesse período, a etapa mais interessante foi o titulo escrito por Nathan Edmonson e ilustrado por Phil Noto. Com vinte números (Black Widow Vol. 5 #1-20, 2014 – 2015) e teve uma boa acolhida entre os leitores. Em especial, por recuperar uma ideia de Kelly Sue DeConnick em Avengers Assemble! que tratava de uma compensação que a Viúva estava fazendo ao todos que teria sido suas vitimas de seu passado como espiã. O primeiro arco, já trazia um velho conhecido de Natasha, Damon Dran, que perdeu a invulnerabilidade que tinha e estava implantando partes mecânicas e drogas para manter seu corpo. Após capturá-lo e colocado sob a custódia de SHIELD, a Viúva viu seu assassinado, o que levou a uma organização desconhecida secreta, de nome Caos (Black Widow Vol. 5 #6, 2014). E Soldado Invernal, Gavião Arqueiro, o Justiceiro e o X-23 enquanto buscava o líder do Caos.

E assim a Viúva encontra o Profeta, que conectado a uma entidade futurística, desenvolveu habilidades psíquicas e a capacidade de teletransportar objetos e pessoas. E que a Caos era uma organização que se dedicava a investir e assegurar no futuro o bem estar da humanidade. (Black Widow Vol. 5 #15 , abril de 2015). O convite para entrar na organização foi recusado e após uma série de confrontos, acaba matando o Profeta (Black Widow Vol. 5 #18, 2015). Esgotada, se desliga da SHIELD, dizendo a Maria Hill que buscasse uma outra Viùva Negra que fizesse aquele trabalho sujo.

E inicia Secret Wars. Enquanto a Terra do Universo Marvel e sua contraparte do Universo Ultimate colidiam, Natasha pilotava uma nave para tentar salvar todos aqueles que pudessem ser resgatados. A série finalizava com um paralelo entre o passado de assassina e seu presente como heroína e assim a Viúva Negra morreu durante a destruição de ambas as Terras (Secret Wars #1 USA, julio de 2015).

O presente

Com o fim de Secret Wars se restabeleceu o Universo Marvel tradicional, com poucos personagens se recordando do que aconteceu naquelas Guerras Secretas. Para Natasha, o panorama era incerto, não estaria presente nas séries dos Vingadores e nem voltaria a trabalhar para a SHIELD. E um novo volume, com Mark Waid, Chris Samnee e Matt Wilson, coloca Natsha sendo chantageada e obrigada a trair SHIELD. E inicia a caça da mais nova inimiga dos EUA, enquanto ela evitava que um novo inimigo tornasse público um de seus piores segredos de seu passado (Black Widow Vol. 6 #1, 2016). E a nova etapa, cheia de ação e fiel as suas raízes dentro do gênero de espionagem e das intrigas internacionais.

 

E assim concluímos esse longo resumo da vida de Natasha Romanoff, a Viúva Negra. Fomos testemunha das tendências que marcaram sua trajetória editorial: os pecados do passado que sempre retornam para atormentá-la, as contantes tentativas de controlá-la e torná-la a assassina que foi; seu código moral e seu trabalho como heroína e suas tumultuosas relações amorosas. Sendo uma espiã fria e metódica, com uma faceta emocional que põe em evidência a uma mulher apaixonada que tenta buscar seu lugar em um mundo que nunca a tratou bem. E desfrutaremos muitas aventuras no futuro desta Viúva Negra.

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here