O Iluminado | Sucesso de Stephen King e a Adaptação de Stanley Kubrick

Agora é hora de conhecer um pouco do grande clássico literário e uma das adaptações mais conhecidas da indústria cinematográfica, O Iluminado de Stephen King. O livro teve sua primeira impressão em 28 de Janeiro de 1977, se tornou um dos primeiros Best Sellers de King. A edição ajudou a consagrar o autor a ser um dos ícones da literatura quando se trata de terror psicológico.

A trama traz Jack Torrance, um professor e escritor de peças teatrais, que luta contra o alcoolismo. Após muitas desventuras profissionais consegue a oportunidade que precisava, um emprego de zelador no grande Hotel Overlook. Uma bela oportunidade para ganhar uma grana extra e aproveitar da paz para terminar de escrever suas obras. Nesse período, Jack  leva sua esposa Wendy e seu filho Danny de 5 anos, para passarem a temporada de inverno no hotel. Danny é um garoto “Iluminado” que possuía o dom de ver e escutar o sobrenatural. Através de sonhos e visões o garoto se comunicava, mas não via isso com bons olhos.

O ILUMINADO - STEPHEN KING E A ADAPTAÇÃO DE STANLEY KUBRICK

A ideia tinha tudo para ser uma agradável viagem em família, não fosse o desequilíbrio de Jack, em um mix de traumas e abstinência em um terror psicológico de tirar o folego.

Com o passar da trama, o leitor acompanha comportamentos, valores e experiências que os personagens tiveram, e que moldam pouco a pouco suas escolhas futuras. Conversas, pequenos diálogos e expressões do pensamento de cada um, traz uma carga mais dramática para o livro. Assim como todo Hotel, o Overlook possui histórias e fatos que poucos conhecem e esses segredos irão alterar a vida de todos ali dentro.

O livro deixa claro o estilo de King, começa de forma detalhada, aprofunda no background daquela família e todos os problemas que tinham. A narrativa vai escalonando e deixando tudo mais tenso, pois o leitor sabe que algo está errado, porém não o que está errado.

O Iluminado se tornou referência para muitos outros escritores e roteiristas. Stephen King se aperfeiçoou após esse sucesso e escreveu muitos outros sucessos de terror como: A COISA, CARRIE, A ESPERA DE UM MILAGRE, A TORRE NEGRA e DOUTOR SONO (que traz a continuação depois de 30 anos, do que teria acontecido com pequeno Danny após toda essa experiência de O ILUMINADO).


SOBRE A ADAPTAÇÃO CINEMATOGRAFICA

Primeiro: Falar que o livro é muito melhor que o filme, é chover no molhado. Geralmente quase que 90% das adaptações não conseguem ser fiéis aos livros, tanto pela falta de tempo, quanto pelos moldes do cinema que as vezes não permitem trazer elementos do livro. Stanley Kubrick foi o diretor responsável pela adaptação de O ILUMINADO em 1980, não que tenha sido ruim, mas as motivações e motivos que levaram aos acontecimentos não ficaram tão claros quanto no livro. Tudo muito corrido, e pouco foi falado ou mostrado sobre a história anterior a estadia deles no hotel. Sabendo dos antecedentes de Jack por exemplo, seria mais fácil aceitar suas atitudes, pois o leitor já tem uma ideia do que o personagem é capaz.

O ILUMINADO - STEPHEN KING E A ADAPTAÇÃO DE STANLEY KUBRICK

Segundo: Não que as pessoas não consigam ter uma imaginação fértil, mas Kubrick escolheu tirar alguns elementos mais sobrenaturais que havia no livro, talvez para deixar a história mais próxima de uma hipotética realidade. Alguns pontos foram apenas uma pequena mostra, sem muita relevância.

Terceiro: O filme pareceu ser muito mais assustador que o livro (isso ficou evidente), mesmo com riqueza de detalhes e cenários assustadores, o livro não causa mais medo do que no filme. Os recursos visuais e sonoros é com certeza um diferencial. No livro é sabido exatamente o pensamento de cada personagem, já nas telonas o diretor escolhe deixar a cargo das expressões e gestos para passar as mesmas emoções. A dedicação de Kubrick em fazer um filme tão bom quanto o livro, forçou os atores ao máximo, caracterizando uma produção exaustiva que hoje em dia jamais seria feito.

O ILUMINADO - STEPHEN KING E A ADAPTAÇÃO DE STANLEY KUBRICK

Quarto: Para finalizar, o final do livro é muito melhor e mais dramático que o filme, com uma guinada inimaginável. É muito mais profundo, mais sentimental, talvez por King ter se baseado em alguns eventos da própria vida para criar a situação de Jack, a movimentação da história ficou algo muito crível. No livro o suspense é tão mais impactante que se mantém até o fim das últimas frases. O próprio King já confessou que não curtiu tanto a adaptação, talvez por conta dessa mudança de essência da mensagem.

No filme, destaque para a atuação de Jack Nicholson que se mostrou um ator fenomenal, suas expressões e suas frases impactantes marcaram o cinema para sempre, e até hoje é reconhecido como ícone do terror. Outros filmes do ator mostram que Nicholson tinha uma facilidade quando o assunto era insanidade, como no filme UM ESTRANHO NO NINHO (1975) quando interpretou Patrick McMurphy e BATMAN (1989) quando viveu o palhaço do crime Coringa nas telonas.


O ILUMINADO - STEPHEN KING E A ADAPTAÇÃO DE STANLEY KUBRICK

ETNERF ME ÁV E SATNOP SA ERUGES

 

Leia mais Originais