O criador do Justiceiro inicia uma campanha para recuperar o logotipo

Esta não é a primeira vez que isso acontece e provavelmente não será a última, já que o icônico design de caveira que Frank Castle, mais conhecido como Justiceiro, usa no peito transcendeu os quadrinhos para se tornar um ícone popular. Agora, em um momento em que os protestos contra a violência policial nos Estados Unidos estão crescendo, Gerry Conway, o criador do personagem, quis levantar abertamente um problema relacionado ao Justiceiro e a esse assunto em particular.

Há anos o autor vem tentando desvincilhar, como co-criador do personagem e tantos outros personagens como Firestorm, Power Girl, Vixen ou Ms. Marvel, além de escritor e produtor de televisão, filmes e romances, e que trabalhou para a Marvel e a DC, se opõe fortemente a esse uso. Em sua conta pessoal no Twitter, ele tem sido muito sincero sobre seus sentimentos sobre os eventos atuais.

E lançou um projeto para reinvidicar o símbolo como parte da justiça e não da opressão:

Há uma HQ que essa problematização foi abordada, The Punisher # 14, por Matthew Rosenberg, Szymon Kudranski e Greg Smallwood, publicado em julho de 2019. Na história temos o antiherói falando o seguinte para alguns policiais: “Vou dizer apenas uma vez: Não somos iguais. Você jurou defender a lei. Você ajuda as pessoas. Eu desisti há muito tempo. Você não faz o que eu faço. Ninguém faz isso. Você precisa de um modelo? O nome dele é Capitão América e ele adoraria ser um.” E avisa aos policiais que não será tão gentil se eles não pararem de idolatrá-lo, dizendo: “Da próxima vez, irei atrás de você“.

Leia mais Notícias