Vimos os pilotos de Lucifer, Blindspot e Minority Report. Veja o que achamos!

Heeeeey agentes de dimensões paralelas!

Sabemos que vazou os pilotos destas três séries que estão sendo amplamente esperadas para a temporada 2015/16 de séries e que estarão com muitas séries novas chegando como Supergirl e muitas outras com visuais renovados como Arrow. Mas e estas três aqui?

Minority Report

Eu assisti o filme de Tom Cruse, de 2002 e produzido por Steven Spielberg e eu gostei demais. Para quem não viu, vou explicar: Em 2065 a polícia não mais prende bandidos… Eles prendem quem ainda vai cometer o crime. Tudo graças aos precogs, que são tres irmãos que juntos tem a habilidade de prever o futuro sabendo o que acontece no crime futuro e inclusive tendo nomes. Mas tudo muda quando o nome do personagem de Tom Cruse aparece lá e a partir daí ele parte para mudar a sua sina. 

Na série, vemos o que acontece com as consequências do final do filme. Então voce obviamente verá spoilers do filmes. Nesta nova realidade, solucionar crimes é diferente e conta com vários novos recursos que passam bem longe de instintos dos precogs. Dash, um dos irmãos com estas habilidades, agora é vivido por Stark Sands, e ainda é assombrado por visões do futuro – porém, ele não consegue ver nada além de pequenos flashes fragmentados, e nunca consegue chegar a tempo para impedir que uma tragédia aconteça. Ele então busca a detetive Lara Vega (Meagan Good) e pede para ela ajudá-lo a impedir os crimes que ele prevê. Ao mesmo tempo, eles procuram por Arthur, seu irmão gêmeo, que está desaparecido, e lidam com Agatha (Laura Regan), que só quer que seu irmão volte para casa. 


Primeiro episódio da série serve apenas para apresentar o mundo daquela estória que agora mudou graças aos acontecimentos do filme e começar a apresentar a cruzada de Dash. Eu gostei da série, apesar de ter um começo fraco. Vou continuar acompanhando para termos uma opinião melhor sobre o futuro da série que está apenas começando. Tirando alguns clichês, eu gostei dos dois protagonistas, Dash e Lara. 

Lúcifer


Tom Ellis (Miranda, Rush, The Fades) vive Lúcifer, o senhor do inferno que, entediado e infeliz com seu cargo, renuncia e abandona seu reino para abrir Lux, um bar fino em Los Angeles. Tom Kapinos, o criador de Californication, desenvolve o projeto para a FOX em parceria com a Warner Bros TV, estúdio responsável por todos os projetos da DC para a TV. Depois de sair de Sandman, Lúcifer teve HQ própria dentro da linha Vertigo da editora.

A estreia da série deve acontecer entre o fim de 2015 e o início de 2016. E para voce assistir esta série saiba de algumas coisas: É uma adaptação de quadrinhos e não uma história que será biblicamente fiel, pare de ser chato. E outra coisa, esta é a segunda tentativa de uma série da linha obscura da DC Comics, se contarmos com Constantine, então voce já deve saber o que esperar logo de começo. Digo, no tom. 

E o tom é parecido mesmo apesar de serem de universos diferentes. E Lúcifer começa a partir da curiosidade de Lúcifer em querer saber quem é o assassino de uma amiga terrena e famosa dele e de saber porque seus poderes de persuasão não funcionam com uma certa detetive. A série vai se desenvolvendo bem e descontraidamente apesar de seus momento fortes que são poucos. Algumas situações podem se agravar na temporada e virarem pontos altos na trama como a sua relação com a detetive e com o anjo enviado pelos céus. 

Eu não li os quadrinhos para falar que a série é fiel ao material fonte mas acredito que tirando a cor de cabelo do protagonista, o resto deve estar bem. E apesar da badalação em volta desta série, ela foi a série que menos me agradou das três. E vou aguardar um pouco mais para seguir acompanhando. Eu gostei mais de Constantine, série onde eu não acompanho o material fonte porém desde o começo foi uma série que me puxou, apesar do começo fraco. 

Blindspot

Está ai uma série que me agradou. Eu gosto muito do genero suspense-policial seja em livros, séries ou filmes então sou bem critico quando vejo algum material novo. Eu ainda estou de luto com o cancelamento de Stalker mas acredito que tenho um novo xodó. E a culpa de tudo isso é da Jaimie Alexander, a nossa saudosa Lady Sif da franquia Thor e que apareceu 2x em Agentes da SHIELD. 

A atriz vive Jane Doe, uma mulher misteriosa que se vê no centro de uma investigação depois de acordar no meio da Times Square, em Nova York, sem memória e sem saber os significados das tatuagens em seu corpo. Sua descoberta desencadeia um vasto e complexo mistério que imediatamente chama a atenção do FBI, que começam a seguir o roteiro em seu corpo para revelar uma conspiração maior de um crime, enquanto tentam descobrir sua verdadeira identidade.

Voces, caras tarados, podem estar achando que gostei muito da série porque a Jaimie aparece nua varias vezes no piloto, mas garanto que não foi por isso. Porque mulheres nuas em seriados tem a rodo por ai, mas isso não significa que a série preste. Mas esta aqui presta. O mistério das tatuagens que cobrem todo o corpo de Jane, e menos de seu rosto, faz com que o expectador fique com aquela pulga atrás da orelha durante todo o tempo e isso é legal. Suspense Policial tem que ser assim. E o mistério em volta da personalidade de Jane é ainda mais interessante, pois a cada situação de crise, ela surpreende mostrando que sabe mais do que imaginam. Esta é uma série que vou acompanhar desde o começo e torcerei para ser sucesso na audiência para não cancelarem. 

E voces? Já assistiram? O que acharam? Escolham bem, pois cada série vai te acompanhar por 23 episódios hein! Nos diga nos comentários abaixo!

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet