Spin-off de Star Wars traz a Capitã Phasma como protagonista

Menos de dois minutos. Isso foi todo o tempo que a personagem, Capitã Phasma, apareceu em Star Wars: O Despertar da Força. Muitos aguardavam com expectativa antes mesmo da estreia, tanto por sua imponente armadura, por ser uma stormtrooper da Primeira Ordem e pelo protagonismo que esperávamos, entretanto sua pouca participação foi uma decepção. Acredito que todos concordam que a personagem deveria ter um papel maior na trilogia. O fato da atriz britânica, Gwendoline Christie, ter sido escalada para interpretar a stormtrooper, pode também ter o catalizador desta ânsia, pois sua Brienne de Tarth tem desempenhado uma essência pura de uma obstinada e honrada guerreira medieval em Game of Thrones.

E J.J. Abrams promete que em Star Wars: The Last Jedi será um personagem chave no desenvolvimento da trama. Enquanto esperamos pelo episódio VIII, um livro e uma história em quadrinhos, protagonizado por Phasma, são anunciados e com certeza trarão mais detalhes sobre o passado da Capitã.

Um trecho apresentado na página oficial de Star Wars mostra como ela se tornou uma das figuras chaves da Primeira Ordem, assim como a motivação que levou a abandonar seu planeta natal, Parnassos. Está em inglês e mesmo com tão pouca informação, mas podemos concluir que ocorre seis anos antes do Episódio VII, momento no qual se começa a a notar a chegada da Primeira Ordem.

O lançamento está marcado para o 1º de setembro, durante o evento Force Friday, o livro Captain Phasma, escrito por Delilah S. Dawson. Será que teremos mais detalhes do Líder Supremo Snoke? Não sei, mas aguardo uma editora trazer logo isso pra cá.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

E3 2018: As novidades da Microsoft

A companhia de Redmond vem passando vários anos encadeando apresentações extremamente poderosas que, sim, giram em sua grande maioria em torno de anúncios de...

Review: O Dragão Negro de Chris Claremont

Quando os anos 1980 começavam, a Marvel começou a estender seu universo para outros rincões. O selo Epic, Illustrated foi uma destas iniciativas, um...

Crítica | Hereditário

Quando nascemos trazemos uma bagagem para o mundo, em uma mala muito pequena chamada célula, características hereditárias nos acompanham em cada traço de DNA,...

3 motivos para assistir The Marvelous Mrs. Maisel

O que você pode esperar de uma comédia ambientada nos anos 50 e sobre comédia? Dá pra desconfiar e muito de uma história assim....

Mais Notícias