“Na escuridão da floresta” aborda fanatismo religioso

Castley tem uma vida um pouco diferente das demais pessoas de sua idade. Ela vive em uma casa no meio da floresta, com seus cinco irmãos, uma mãe depressiva e um pai fanático religioso. Ele sufoca os filhos com suas crenças opressoras e acredita receber mensagens diretas de Deus. Na escola, Castley é taxada como “esquisita” e, assim como seus irmãos, não possui muitos amigos. Mas seu mundo começa a se expandir quando conhece George Gray, um colega de classe. Ele a faz perceber que tudo aquilo em que sempre acreditou não é uma verdade absoluta. Porém, a garota acaba dividida entre as regras com as quais cresceu e a possibilidade de ter uma vida normal.

Lentamente, Castley e seus irmãos começam a testar os limites das leis que os vinculam. Mas, na escola, eles ainda são os loucos que sempre estiveram no mundo exterior. Marcados com suas roupas lisas. Hematomas inexplicados. O isolamento de seus colegas de classe. O mundo de Castley se expande rapidamente além da floresta que ela conhece tão bem e as crenças que ela pensou serem as únicas verdades. Há um futuro esperando por ela se ela puder escapar do alcance de seu pai, mas Castley se recusa a deixar seus irmãos para trás. Assim como inicia a planejar uma fuga, seu pai faz um anúncio arrepiante: os Cresswells em breve retornarão para sua casa no céu. Com o tempo acabando em todas as suas vidas, Castley deve expor a verdade e conseguir mudar o seu destino e de seus irmãos.

A jovem autora.

Na escuridão da floresta é o livro de estreia de Eliza Wass e foi vendido para seis países.

Publicado pela Verus / Record, 210 pp, com tradução de Cecília Camargo Bartalotti.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet