“Nunca chamei Edith de Lúthien – mas ela foi a fonte da história que no devido tempo tornou-se a parte principal do Silmarillion. Foi primeiramente concebida em uma pequena clareira em um bosque repleta de cicutas em Roos em Yorkshire (onde por um breve período estive no comando de um posto avançado da Guarnição Humber em 1917, e pôde morar comigo por um tempo). Naqueles dias seu cabelo era preto, sua pele clara, seus olhos mais brilhantes do que você os viu, e ela sabia cantar – e dançar. ”J. R. R. Tolkien, Carta para Christopher Tolkien, 11 de julho de 1972”

Penso que essa carta acima resume bem a importância dos personagens do novo lançamento do professor Tolkien, que dispensa apresentações. As inspirações que vieram de sua esposa Edith e de passagens da vida dos dois, sendo a relação tão especial para ele que os nomes dos personagens estão gravados em seus túmulos. Lançado praticamente uma década após Os filhos de Húrin, o conto como sempre editado pelo seu filho Christopher Tolkien, conta com ilustrações de Alan Lee e lançado pela editora Harper-Collins.

A história do humano Beren e a elfa Lúthien que é uma das mais importantes do igualmente ótimo Silmarillion, a união dos dois é o que dá origem aos elfos da Terra-Média, aqui sendo aprofundada em um volume centrado em toda a beleza e em alguns poemas nunca lançados anteriormente.

O livro em inglês já está à venda na Amazon, com 288 páginas e em capa dura. Infelizmente ainda sem previsão de lançamento no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here