Pantera Negra – Ava DuVernay fala porque o filme é perfeito para Ryan Coogler

Antes da Marvel contratar o aclamado cineasta Ryan Coogler (Fruitvale Station: A Última Parada e Creed – Nascido Para Lutar) para dirigir o filme independente Pantera Negra estrelado por Chadwick Boseman como o herói titular, outra cineasta promissora estava sendo cotada. Ava DuVernay, que dirigiu o filme biográfico fenomenal Martin Luther King Jr. DuVernay recusou o trabalho, apesar de o achar muito interessante.

DuVernay não assinou contrato para dirigir Pantera Negra porque ela e Marvel tinham ideias diferentes para como que a história deveria ser. A cineasta e o estúdio amigavelmente se separaram, e DuVernay se sentiu agradecida por terem pensado nela.

A cineasta foi recentemente questionada sobre o que lhe interessava no projeto, em primeiro lugar, independentemente de não estar mais no projeto. DuVernay então refletiu quando ela ainda estava na corrida para trazer Wakanda à vida nas telonas:

“É o primeiro grande filme com um super-herói negro, o que foi muito interessante para mim. Você tem que explorar todos os aspectos de qualquer tipo de oportunidade para dirigir e por isso para mim, não era certo.”

Ava DuVernay Ryan Coogler Pantera Negra

Ela então passou a cantar louvores ao diretor do filme, Ryan Coogler:

“Mas é perfeito para Ryan Coogler. Quer dizer, perfeito para Ryan Coogler, um grande amigo meu. Ele já está arrebentando. Toda vez que eu falo com ele eu estou apenas soprando algumas das coisas que eles estão dizendo. Fãs estão ansiosos já, eu não sei se você já viu os assuntos mais comentados [no twitter] cada vez que algo de Pantera Negra é divulgado, #BlackPantherSoLit. Eu sou a primeiro lá fora teclando. Eu já estou de acordo, na verdade, já aguardando Pantera Negra, tão animada por ele.”

Gostaríamos de saber mais do que a direção de Ava DuVernay poderia ter traduzido em um filme de quadrinhos, especialmente um com um dos super-heróis negros mais proeminentes da história dos quadrinhos. Mas não podemos deixar de respeitá-la por rejeitar o trabalho e ao mesmo tempo expressar sua excitação de que um talento extraordinário como Coogler está no projeto.

De qualquer forma, estes são dois cineastas que os fãs devem estar de olho, não importa o que. Ambos sinalizam a próxima geração de diretores incríveis, e sua importância na indústria é importante para mais histórias como Pantera Negra.

Fonte: The Wall Street Journal

Qual a sua opinião sobre o assunto?

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet