Chris Evans comenta o conflito de ideias e o papel do Pantera Negra em Capitão América: Guerra Civil

Capitão América: Guerra Civil

Além de uma imagem da Guerra Civil previamente nos mostrar Cap (Chris Evans), Soldado Invernal (Sebastian Stan), a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) agora em alta resolução, o principal homem do filme falou sobre seu dilema de [anti]herói.

Quando se trata de Capitão América: Guerra Civil, nós praticamente entendemos a essência do que vai acontecer no filme muito aguardado. No entanto, na nova edição da revista Empire, levando o homem do filme, Chris Evans ofereceu um pouco mais sobre o conflito pessoal do Cap (além de amigos tornando-se inimigos) e, aparentemente, como o Pantera Negra pode ajudar a resolver esse conflito. Também no destaque da revista temos esta imagem em HD, com Evans, Sebastian Stan, Elizabeth Olsen, e Jeremy Renner, que foi vista no trailer.

Capitão América: Guerra Civil

“Esta é uma das primeiras vezes que Steve não sabe que lado ele está ou o qual é a resposta certa”, disse Chris Evans, que acrescenta que o Super Soldado é cada vez mais um anti-herói, devido aos inimigos chegando mais perto de casa. “Com o primeiro [filme do] Capitão América, eu acho que todos podemos concordar que os nazistas são maus. Os alienígenas não são bons com qualquer um; todos nós podemos subir a bordo com essa noção. Este conflito é mais espelhado com aquilo que ele tem que lidar diariamente, onde há diferentes pontos de vista. Não há um certo claro, nada de um errado claro, e é difícil para ele entender o movimento certo”.

Sobre o T’Challa também conhecido como o Pantera Negra, interpretado por Chadwick Boseman em Capitão América: Guerra Civil antes de seu filme solo em 2018, Chris Evans diz: “Há danos colaterais para as ações que tomamos, e vão ser pessoas com diferentes pontos de vista que terão ações que vão se lamentar.” Ele continuou: “Pantera Negra tem um certo prestígio e classe, de modo que tê-lo no filme do jeito que ele veio, ele fornece ao público alguém com quem se identificar.”

Em uma entrevista separada com Cineplex mag, Chris Evans falou ainda mais sobre o conflito no Capitão América: Guerra Civil, em particular entre seu personagem e o Homem de Ferro de Robert Downey Jr., e como isso espelha a sociedade moderna. “Há um grande paralelo que extraem entre meu personagem e o Tony Stark”, disse ele. “É algo que todos podemos relacionar em termos de como percebemos nossa própria sociedade e cultura, em termos do que é melhor para as pessoas. Você pode ir até os Democratas & Republicanos; todo mundo tem uma opinião diferente do que é o melhor.”

Capitão América: Guerra Civil promo art

Chris Evans continuou, “Você tem essa equipe de pessoas que estão destruindo todas as cidades que vão, mas eles estão salvando o mundo. Portanto, é uma questão de, queremos monitorar essas pessoas ou vamos deixá-los controlarem a si mesmos? A coisa bonita com a Guerra Civil é que o direito de ninguém e ninguém está errado; é apenas a sua opinião pessoal. Nós vamos ter uma boa evolução, onde você tem um cara como o Cap, que cresceu com a estrutura – ele era um soldado e ele gostava de hierarquia, ele gostou da cadeia de comando. Agora, de repente, você tem um cara que costumava amar o sistema e agora não tem tanta certeza sobre a confiança nele. E um cara como Tony Stark, que usou o sistema e dançou no ritmo de sua própria musica e com um pensamento repentino, talvez precisamos de um pouco de ordem.”

O que você acha?


Capitão América: Guerra Civil estreia dia 5 de maio de 2016!
ANÚNCIO

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

Animais Fantásticos e Onde Habitam 2 | Assista ao primeiro trailer

Cadê os Potterhead dessa casa? Estão preparados de verdade? Saiu, finalmente, o tão esperado trailer da continuação de Animais Fantásticos e Onde Habitam.Jude Law faz...

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

12 Livros para Celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra

Dia 20 de Novembro é o dia da morte de Zumbi dos Palmares, e desde 1971, com a fundação do Grupo Palmares, passou a...

Marcelo D’Salete abre exposição no Museu Afro Brasil

Ganhador do prêmio Jabuti 2018 na categoria História em Quadrinhos por Angola Janga, o artista plástico e quadrinista Marcelo D'Salete inaugura a exposição Marcelo...

Você não está conectado à internet