Manoel de Barros três em um

Manoel de Barros foi um poeta de mão cheia e como tal escreveu em seus 97 anos de vida diversos livros. A Alfaguara traz Memórias inventadas reunindo três livros de Manoel de Barros de poesia em prosa. A ideia inicial proposta a Manoel era a de escrever as várias fases de sua vida, cada uma em um volume. Em 2003, ele publicou Memórias inventadas: a infância. Depois do primeiro livro da série projetada, o poeta percebeu, contudo, que a escrita da memória, a memória do poeta, teria que ser sempre a escrita de uma infância — imaginária, sim, porém enraizada na experiência vivida. Em 2006, saía Memórias inventadas: a segunda infância e, em 2008, Memórias inventadas: a terceira infância. A editora lançou o conjunto, que possui unidade temática e formal. Na obra de Manoel de Barros, a originalidade de elaboração da linguagem é, paradoxalmente, revestida de simplicidade.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet