Netflix lança seu primeiro quadrinho em parceria com a Millarworld

Em agosto, a Netflix comprou e se tornou dona da editoria Millarworld, criada por Mark Millar, e entrou no mercado editorial. Junto, estão Warner Bros e Disney, com a DC e a Marvel, respectivamente. Muitos acreditavam que o primeiro trabalho da Netflix com a Millarworld fosse uma adaptação, mas ela surpreendeu a todos com a publicação do quadrinho The Magic Order, uma história muito interessante que mistura máfia e fantasia, onde 5 famílias de feiticeiros protegem o mundo de ameaças sobrenaturais, mas que se passam por cidadãos comuns no dia a dia.

“Então, minha ideia com The Magic Order foi levar algo que é essencialmente sobre uma ordem secreta de bruxos bons que se livraram de todas as coisas ruins há centenas de anos, mas vivem em silêncio entre nós agora com empregos de colarinho azul e vidas domésticas comuns. Eles têm essa vida secreta, mas para o mundo exterior é tudo muito normal e faz com que a ideia se pareça mais com Família Soprano do que O Senhor dos Anéis.” – Disse Mark ao Entertainment Weekly.

O interessante desse projeto são os artistas envolvidos, como o próprio Mark. Com nomes conhecidos no portfolio, como Wolverine e Flash, o artista é uma ótima opção para a Netflix entrar no mercado nerd. O acordo prevê séries, filmes e programas infantis com os materiais da Millarworld. Atualmente, a editora já levou três filmes para os cinemas, arrecadando quase um bilhão de dólares.

A parceria com Mark Miller é uma das formas da empresa se manter no universo de quadrinhos, principalmente depois da Disney retirar seus projetos do catálogo da Netflix, afinal, em breve lançará seu próprio serviço de streaming. A Netflix então terá como concorrentes, Jessica Jones e Punhos de Ferro, recentemente transmitidos por ela mesma.

Ainda não sabemos se The Magic Order será adaptado para o catálogo da Netflix, mas já pensou se a Netflix adapta algumas de suas séries para os quadrinhos? Acho que seria interessante um quadrinho de Stranger Things ou Sense8, e vocês leitores do Mundo Hype, o que acham? Comentem o que vocês pensam sobre essa parceria, e quais frutos ela poderá render!