Top MN – 5 Grandes Obras de Neil Gaiman

Quem é fã de cultura nerd, pelo menos uma vez já teve contato ou pelo menos já ouviu falar de alguma obra de Neil Gaiman. Além de quadrinhos e livros, Gaiman escreveu roteiros para o cinema e para a TV, entre seus trabalhos mais famosos estão Babylon 5 e Doctor Who, que tiveram episódios escritos por ele. Pensando nisso, quis apresentar para vocês cinco obras do autor que eu gosto muito e estão entre as mais famosas e de fácil acesso pra quem quiser conhecer.

5 – Não Entre em Pânico – Douglas Adams & O Guia do Mochileiro das Galáxias

Este livro começou sendo escrito para ser um guia sobre O Guia do Mochileiro com o aval do autor, que foi entrevistado por Gaiman várias vezes e permitiu o acesso a vários materiais de seu acervo. Porém, conforme a pesquisa avançou fica claro que o autor chegou num ponto que torna este livro uma biografia de Douglas Adams, ainda que focada em suas obras e projetos. Não Entre em Pânico traça a vida de Adams desde o seu nascimento até as obras editadas postumamente, como O Salmão da Dúvida e a continuação do Guia escrita pelo Eoin Colfer.

Sinopse: Tudo aqui é a mais absoluta e devastadora verdade – tirando os trechos que são mentiras. “Douglas Adams Não entre em pânico” celebra a vida de um homo sapiens chamado Douglas Adams que, um belo dia num campo em Innsbruck, em 1971, teve uma ideia. Este livro é também a história do que essa ideia se tornou: O guia do mochileiro das galáxias – a série de rádio original que deu início a tudo, bem como sobre a “trilogia” de seis livros, a série de TV, o quase-filme, o jogo de computador, toalhas e o website que vieram depois. O aclamado autor Neil Gaiman também conta toda a história de Liff, o Universo de Dirk Gently, e tudo o mais em que Douglas trabalhou, incluindo sua coleção póstuma, O Salmão da Dúvida. Como o próprio Douglas afirmou, “é certamente o mais excepcional livro a ser escrito sobre O guia do mochileiro das galáxias desde hoje cedo”.

4 – Coisas Frágeis – volume 1 e 2

Esse livro é composto por uma série de contos e poemas. O primeiro volume é composto por nove contos que conseguem unir o mundo da fantasia à nossa realidade. O segundo volume é um pouco diferente do primeiro, pois além de contos, possui poemas. A capa que eu escolhi é do primeiro volume, mas a do segundo é muito bonita e se quiserem, vale a pena conferir.

Sinopse: Em uma coletânea pertubadora, divertida e comovente, Neil Gaiman explora diversos gêneros narrativos e revela seu domínio da arte de narrar uma história a cada página. Coisas frágeis é uma preciosidade literária de um dos escritores mais criativos dos nossos tempos.

 

 

 

 

3 – Coraline

Esse é um nome que muita gente conhece, mas isso é por causa do filme de animação lançado em 2009, dirigido por Henry Selick. Sim o filme é adaptação da obra de mesmo nome de Gaiman. Coraline foi comparada com Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll por causa de seu surrealismo e de sua trama baseada numa realidade alternativa.

Sinopse: Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. Em uma tarde chuvosa, consegue abrir uma porta na sala de visitas de casa que sempre estivera trancada e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus ‘outros’ pais. Na verdade, aquele parece ser um ‘outro’ completo mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.

2 –  Stardust – O Mistério da Estrela

Essa obra também ficou conhecida pela sua adaptação cinematográfica de 2007 e conta com um ótimo elenco. Stardust é o segundo livro escrito por Gaiman e conta com ilustrações de Charles Vess e foi originalmente publicada pela DC Comics.

Sinopse: O Livro conta a história do jovem Tristran Thorn, que promete capturar uma estrela cadente para conquistar o coração de sua amada. Para levar a cabo a missão, Tristran tem que atravessar o portal que separa o vilarejo de Muralha, encrostado “num alto afloramento de granito no meio de uma pequena região de floresta”, na Inglaterra vitoriana, da Terra Encantada. Poucos ousam cruzar o portal, exceto durante a Festa da Primavera, que acontece de nove em nove anos. Nessa época, uma grande feira se instala no local e os moradores de Muralha, bem como visitantes de todas as partes do mundo, entram em contato com os seres que habitam o outro lado. Foi o que ocorreu muitos anos antes, quando Dunstan Thorn, o pai de Tristran, cruzou o portal e conheceu uma bela e misteriosa jovem de olhos cor de violeta, a verdadeira mãe de Tristran.

1 – Sandman

É claro que eu tinha que falar sobre a obra que me fez conhecer Gaiman e sem duvida nenhuma é a mais famosa do autor. E eu sou suspeita pra falar, mas a melhor de todas as obras. A série de quadrinhos que durou de 1989 até 1996 foi publicada pela Vertigo totalizando 75 edições. Também tivemos um total de dez encadernados de capa dura e brochura, publicados, cada um contendo um arco completo ou uma coleção de contos relacionados. Foi lançado ainda um encadernado extra, compilando as minisséries protagonizadas pela Morte, irmã de Sandman.

Sinopse: A série conta a história de Morfeus, um dos Perpétuos — criaturas análogas aos deuses, mas ainda maiores —, responsável pelo Mundo dos Sonhos. Basicamente ele controla e tem acesso a todos os sonhos da humanidade e de todas as criaturas capazes de sonhar, sendo o senhor do Mundo dos Sonhos, a terra aonde vamos em nossas horas de sono. Quando uma ordem mística tentou capturar a irmã de Sonho, a Morte, em seu lugar eles capturaram Morfeus. Assustados com o que conseguiram, os membros da ordem o mantiveram cativo. E assim teve início um período de diversas décadas em que esse Perpétuo ficou trancafiado à mercê de seus captores, deixando o Mundo dos Sonhos abandonado e os sonhadores desamparados. A série nos revela como ele se libertou e como foi capaz de se adaptar no mundo após tantos anos de ausência, e também nos mostra um vislumbre de sua história e da mitologia dos Perpétuos.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet