Se Stanley Kubrick estivesse vivo, hoje estaria completando 89 anos. Falecido em 1999 em decorrência de um ataque cardíaco aos 70 anos, nos deixou uma filmografia marcante, única e revolucionária.

Nascido em 26 de julho de 1928, estreou como cineasta aos 22 anos em curtas-metragens, e aos 28 com a realização de O Grande Golpe que sua carreira começaria a decolar. Em 1957, contando com Kirk Douglas como protagonista lançou Glória Feita de Sangue, que havia sido rejeitado pelos estúdios, mas o próprio Kirk o ajudou a levantar o filme. O filme chegou a ser proibido em alguns países, mas ainda assim alcançou ótimas críticas.

Com “apenas” 13 filmes por toda sua carreira, e somente um Oscar no currículo, suas obras são extremamente influentes e continuam relevantes até hoje. Confira uma lista do essencial para começar a conhecer Kubrick.

5Spartacus (1966)

Alguns conhecem a série recente de 2010 sobre Espártaco, outros, o livro de 1951 de Howard Fast, mas indiscutivelmente, o filme de Kubrick sobre o escravo que liderou a maior rebelião contra Roma foi marcante para sua época, e continua inigualável até hoje. Com Kirk Douglas no papel de Spartacus, Laurence Olivier como Crassus, John Gavin é Júlio Cesar e Jean Simmons a bela Varínia. Trouxe uma visibilidade ainda maior para Kubrick e mostrou como um épico deveria ser feito.

42001: Uma Odisseia no Espaço (1968)

A revolução dos filmes de ficção científica, a marcante trilha sonora do compositor Johann Strauss que é reconhecida por todos até os dias atuais, lhe rendeu, um prêmio BAFTA, uma indicação ao Oscar de melhor diretor, que não venceu, mas, levou a premiação de melhores efeitos visuais. Adaptado do livro de mesmo nome de Arthur C. Clarke, com os elementos temáticos da evolução humana, existencialismo, tecnologia, inteligência artificial e vida extraterrestre, aqui Kubrick nos deixa boquiabertos com até onde a inteligência artificial pode chegar com H.A.L. 9000.

3Laranja Mecânica (1971)

Apesar de toda a estranheza de Laranja Mecânica, ele é um filme genial de Kubrick. Onde ele explora os limites da psique humana e da moralidade. Com um perigosamente carismático protagonista, Alex DeLarge, vivido por Malcolm McDowell, somos apresentados à uma Londres futurista, onde ele pratica crimes e o que ele chama de ultraviolência com sua gangue. Ao ser preso e se candidatar para uma terapia de reabilitação para criminosos começa o pesadelo. Um grande filme com várias camadas de interpretação, para ser assistido várias e várias vezes.

2O Iluminado (1980)

Rezam algumas lendas urbanas que Kubrick recusou a proposta de dirigir O Exorcista para dirigir essa adaptação do livro de Stephen King, se for verdade, imaginem o que ele teria feito no conto da possessão de Regan? Independente da escolha, o que foi mostrado em O Iluminado é de tirar o fôlego, Jack Nicholson magistralmente louco no papel do protagonista Jack Torrence, um escritor alcoólatra que assume o cargo de zelador em um enorme hotel isolado com sua esposa e filho. Uma espiral de loucura começa após ficarem presos depois de uma tempestade de neve, e assim, Jack gradualmente é influenciado por uma presença sobrenatural do local, um dos melhores filmes de terror de todos os tempos.

1Nascido Para Matar (1987)

Um retrato visceral da guerra, o penúltimo filme da vida de Kubrick retrata a desumanização dos soldados, desde os rígidos treinamentos físicos, até a guerra em si, no campo de batalha. A primeira metade do filme, focada na Academia dos Fuzileiros Navais e nos intensos treinamentos ministrados pelo icônico sargento Hartmann, interpretado por R. Lee Ermey, que havia sido fuzileiro na vida real e, uma segunda parte, inteiramente passado na Guerra do Vietnam, narrado pelo ponto de vista do soldado Joker, onde acontecem os envolvimentos diretos no front de batalha, e também os soldados se questionando do motivo dos EUA estarem naquela guerra. Uma grande obra que mostra a visão de Kubrick em relação à guerra.

Fica aqui uma homenagem a esse grande mestre da sétima arte, Stanley Kubrick foi e sempre será um dos mais icônicos cineastas do seu tempo. E vocês? Tem mais algum filme de Kubrick como favorito? Comentem abaixo e até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here