Quem não conhece Keanu Reeves? Um dos maiores astros da indústria do cinema, aquele que doou milhões para a equipe de Matrix, alegando já ter o suficiente para viver durante séculos.

Keanu já foi flagrado andando de metrô, comendo na beira da calçada e entre outras coisas normais que, nós, meros mortais, fazemos com bastante frequência. O mesmo já passou por diversas perdas em sua vida. Teve que dar adeus a seu melhor amigo ainda na adolescência, sua namorada grávida de seu filho, sua irmã lutando contra o câncer. Detalhes que contribuíram para que Reeves fosse quem é hoje.

Listamos aqui os 5 melhores filmes com essa grande figura inspiradora e de um enorme talento. Aprecie sem moderação!

5. Advogado do Diabo

O advogado talentoso e sem histórico de derrotas, Kevin Lomax, recebe uma grande proposta de John Milton e decide embarcar para Nova York.

O filme tem um ar de suspense com drama, uma das misturas mais exóticas vistas na época da produção. A premissa do filme é, resumidamente, o que tiver que acontecer, vai acontecer e não importa o que você faça para mudar.

4. Matrix

Um dos maiores marcos na história do cinema, inovando em efeitos visuais, cenas de lutas e de ação, Matrix foi e sempre será um dos filmes mais rentáveis da indústria, trazendo novas técnicas até hoje.

O começo do filme fala sobre Neo. Um jovem programador que anda tendo pesadelos no qual se vê ligado à cabos de um enorme sistema de computadores. Com o tempo, o mesmo levanta dúvidas sobre a “realidade” em que vive, até conhecer o misterioso Morpheus.

A obra contém diversos pontos intrigantes, assuntos que a humanidade tem levantado há anos e, depois do filme, criou-se o termo “bug na matrix”. Trata-se de algo que não tem explicação evidente, não se sabe como ou o motivo, mas só se sabe que aconteceu.

A equipe de arte conseguiu transpor magnificamente como seria a Terra pré e pós apocalíptica, levantando diversos pontos que, até hoje, ainda discutimos nas rodas de amigos.

3. Constantine

Reeves já havia trabalhado em um filme parecido quando interpretou o apaixonado Thomas Hutter, em Drácula de Bram Stoker. Mas, em Constantine, o feito teria sido um pouco maior. O ator acertou em dar vida ao estimado místico dos quadrinhos, tornando-se assim o rosto certo para o herói nas telonas.

No ano de lançamento, em 2005, muito se falava sobre a abordagem do filme, falar sobre o ocultismo não era algo fácil e muito menos simples de se fazer. Haviam diversos detalhes para serem lapidados, para que não haja nenhum furo nas “lendas”, a pesquisa tinha que ser feita por completa. O lado sombrio, irônico e sarcástico casou de uma forma perfeita com a personalidade que Keanu Reeves deu à John Constantine.

2. 47 Ronins

Em uma era de bruxas, samurais e seres mitológicos, o mestiço Kai se vê preso em um enorme dilema: Aceitar e executar aquilo que sua natureza diz para fazer ou seguir seu coração e lutar contra o seu maior inimigo.

A produção está relacionada à era dos samurais. Honra, respeito, educação e, o principal delas, o sangue puro, era um dos requisitos para tornar-se um samurai de verdade. Mas, Kai não era um homem comum, o jovem mestiço era dotado de dons místicos ensinados pelos seus antigos mestres.

A equipe de arte conseguiu passar cada detalhe da era em que se passa o filme, os trajes, a paisagem e até alguns rituais foram minuciosamente bem estudados e elaborados, tornando-o um filme de encher os olhos.

1. John Wick

Imagine um filme que produz novos conceitos de ação e lutas, assim como Matrix, John Wick trouxe diversos ritmos de roteiro e narrativa, cenas com uma variedade gigantesca de ação e poucos efeitos visuais.

A película fala sobre um ex assassino de aluguel que tenta deixar o crime e ter uma vida simples e longa ao lado de sua esposa, mas, como é de se imaginar, nada pode ser tão simples assim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here