Em homenagem ao dia Internacional das Mulheres, o Top Multiverso traz as 8 mulheres que fizeram história no mundo da ficção. Claro, existem muito mais que apenas este número específico, no entanto, por que não fazer uma “brincadeira” já que a ocasião é comemorada no dia 8 de Março?

Para explicar alguns contextos, será comentado alguns SPOILERS sobre cada personagem! Estão avisados!


88 – Tsunade de Naruto

Uma das maiores kunoichi do universo de Naruto, lendária Sannin que fez grupo com Orochimaru e Jiraiya já passou por muitos desafios em sua trajetória.

Neta do Primeiro Hokage: Hashirama Senju, e sua esposa Mito Uzumaki, já levava no sangue a responsabilidade de ser futuramente uma brilhante kunoichi.

Sua vida vira de cabeça para baixo quando perde duas pessoas muito queridas em seu passado, e o que a faz desenvolver a Hematofobia (medo de sangue). Por esse e muitos outros motivos, Tsunade torna-se uma pessoa cínica e digamos, fútil. Pois, começa a fazer apostas e torna-se alcoólatra. Até encontrar Naruto e se reencontrar e mostrar novamente ser uma ninja médica extraordinária e extremamente forte. E não sendo apenas isso, ela também assume o papel da Quinta Hokage da Vila de Folha. Acaba por fim, sendo mestra de Sakura e a ensinando tudo o que sabe.


77 – Lara Croft da série jogos Tomb Raider

Muitos a conheceram por ser uma personagem diferente em padrões, no início dos jogos para Playstation nos anos 90. Uma arqueóloga sexy usando blusinha e shortinho com duas pistolas em cada mão contra diversos inimigos realmente é para pensarmos se ela merecia estar nesta lista. Pois, sim, merece. Com a chegada da nova era dos videogames, Lara ganha uma nova história e um novo conceito. Do visual sensual para algo mais reservado e com aparência mais jovem nos dois últimos jogos da franquia. Temos uma jovem Lara decidida, independente e sabe o que quer e quando quer. Óbvio que nos primórdios da saga, ela era assim também, no entanto, vemos um lado mais desenvolvido do seu passado. Capaz de fazer qualquer coisa para sobreviver em meio a tantas aventuras em sua vida.


66 – Jane Foster de Thor

Não, não é a Jane do universo cinematográfico da Marvel e sim a Jane Foster do universo das HQs. Em Reinos Ameaçados, ela ergueu o martelo místico Mjolnir, transformou-se na Poderosa Thor!

Pode até parecer spoiler, mas um dos principais fatores desta história, é que além de ter inúmeros inimigos a heroína  tem que lutar contra um dos piores males do mundo dos mortais: o câncer.

Vale a pena conferir, pois segundo nosso colega Paulo, que postou uma análise a respeito da HQ confirma, ela tem “brilho próprio” e deu 10 em todos os campos de avaliação! Vale a pena conferir!


55 – Lisbeth Salander de Millenium

Resultado de imagem para lisbeth salander

Uma das personagens mais enigmáticas desta lista, Lisbeth Salander é uma hacker. Não uma qualquer, uma black hat, ou cracker. Um hacker que transmite senhas de segurança de computadores e se infiltra em seu conteúdo. Usando o pseudônimo “Wasp”, ela se torna uma figura proeminente na sociedade hacker internacional conhecida como “República Hacker”. Ela utiliza suas habilidades como trabalho, sendo a  melhor investigadora de uma empresa de segurança. Entretanto, seus passado não é dos melhores e ainda refletem em seu presente, algo contado perfeitamente na trilogia dos livros Millennium do sueco Stieg Larsson.

Suas características são descritas como uma pessoa pálida e anoréxica, jovem, com cabelo curto e bagunçado, e de piercings no nariz e na sobrancelha. Com uma tatuagem de vespa no pescoço, uma tatuagem de laço em volta do bíceps do braço esquerdo e outro no seu tornozelo esquerdo. Quando usava camiseta regata era possível ver parte de sua tatuagem de dragão pelo ombro esquerdo. Uma gótica hacker, independente e ainda gênio, quer mais?


44- Kida de Atlantis

Resultado de imagem para kida atlantis

Por mas que o mundo da Disney seja repleto de magia e princesas, Kida com certeza não se encaixa nesse lado “fofo” e sim, mais para o lado #overpower da coisa. Poderíamos citar com certeza Mulan, no entanto, a atlantes é um pouco mais esquecida pelo público, mas hoje não!

Kida, ou  Kidagakash Nedakh, é filha do rei de Atlantis Kashekim Nedakh, não é uma princesa comum, além dos seus 8 mil anos de idade (com aparência de 28 anos) e sendo dublada no Brasil pela belíssima Camila Pitanga, Kida também é uma guerreira forte e hábil em combates.

É uma personagem bela, com um enredo excelente, curiosa mas consegue manter-se cautelosa com estranhos e é capaz de fazer qualquer coisa para manter quem ama protegido, ela sem dúvida merecia um lugar em nossa lista!


33 – Samus de Metroid

Se você jogou Metroid, com certeza já ouviu falar neste nome. Samus Aran apareceu pela primeira vez em 1986 no jogo Metroid desenvolvido pela Nintendo. Ela é simplesmente uma das primeiras protagonistas de sexo feminino de um jogo eletrônico e sem apelar para o lado sexual! Claro, por usar a armadura que cobre todo o seu corpo, era comum achar que estava controlando um personagem masculino, algo que logo no fim do jogo era desmentido.

Samus é considerada por muitos uma das personagens femininas mais importantes da história dos videogames. Sua criação foi inspirada em outra personagem feminina, Ellen Ripley, protagonista da franquia de filmes Alien.

Além de ser a única sobrevivente de um ataque, ela foi criada por alienígenas e depois teve um treinamento especial, onde ganha sua famosa Power Suit.


22- Mary Read de Assassin’s Creed 4

Resultado de imagem para mary read assassin's creed 4

Mary é simplesmente incrível. Para descrever sua história, será contado um dos plots principais de Assassin’s Creed 4: Black Flag então preparem-se.

Além de ser baseada em uma mulher real, ou melhor, uma PIRATA MULHER, Read fez algo que nem Edward Kenway imaginava para sobreviver em meio a tantos e tantos piratas homens: se vestir como um. Assumindo então, o nome de James Kidd. Boa parte do jogo, Mary está vestida de homem, mas, vamos concordar que a dublagem brasileira entregou um pouco, não é mesmo?

Enfim, Read tenta mostrar com mais clareza possível o caminho dos Assassinos para Edward, que antes era um cético e só queria seu ouro. Ela tem personalidade forte, usa muito dos ensinamentos do Credo, sendo uma excelente Assassina.  

Infelizmente, ao decorrer do jogo (e muito bem detalhado no livro Assassin’s Creed: Black Flag), Mary e sua melhor amiga Anne Bonny, outra presença feminina no mundo dos piratas, acabam presas e praticamente jogadas para a morte. Mas calma, existem muitos momentos bons quando Mary está em cena e mostra o quão leal ela é para com seus amigos.


11- Rey de Star Wars

Resultado de imagem para rey star wars

Esta menina-mulher chegou mostrando que veio para ficar em 2015 com o aguardado filme Star Wars: O Despertar da Força. A nova trilogia traz não só uma chuva de fanservice para fãs mais “experientes”, como também nos apresentou novos heróis e vilões. E desta vez, o trio principal é liderado por uma mulher, Rey.

A história se passa 30 anos depois dos acontecimentos do filme Star Wars Episódio VI: O Retorno do Jedi. Rey vive em Jakku como catadora de lixo imaginando todos os dias quando sua família iria voltar para buscá-la, já que aparentemente ela foi abandonada na infância. Todavia, sua vida muda quando conhece Finn e o simpático dróide BB-8 com informações importantes para os Rebeldes (meio familiar, não é mesmo?). Rey mostra-se em conflito consigo mesma durante certo momento do filme: seguir em frente ou voltar para Jakku e esperar os pais?

Além da Força ser muito presente nela, ela mostra-se forte e determinada em suas decisões, se preocupa com seus amigos e claro, sabe pilotar a Millennium Falcom. Só isso.

Em breve veremos seus rostinho determinado no oitavo filme da saga, com o nome Os Últimos Jedi. O que será que vem por ai, hein?


Gostaram da lista? Tenho certeza que deve ter uma #girlpower que não tenha sido mencionada. Então deixe nos comentários a sua heroína favorita!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here