Levando a Série – My Mad Fat Diary

Com apenas 3 temporadas totalizando apenas 16 episódios entre elas, a série sobre a qual eu vou falar hoje, traz uma lição importantíssima, sobre autoestima, ser você mesmo, força de vontade, amizade e superação.

My Mad Fat Diary estreou na TV britânica, no dia 14 de janeiro de 2013, baseada no livro “My Fat, Mad Teenage Diary” escrito por Rae Earl (que também é a personagem principal da série), escrita por Tom Bidwell e dirigida por Tim Kirkby e Benjamin Caron . No dia 6 de julho de 2015, foi ao ar seu último episódio,

A história acompanha a vida de Rae, uma jovem obesa de 16 anos que vive
em Lincolnshire na década de 90, com a sua mãe. Recém saída de um hospital psiquiátrico, ela reencontra sua ex melhor amiga Chloe que desconhece os sérios
problemas de saúde mental de Rae, acreditando que
ela estava na França nos últimos quatro meses. Rae acaba conhecendo os amigos de Chloe, Izzy,
Archie, Chop e Finn.

Rae é uma garota muito legal, divertida e desenvolta quando está com seus amigos,  masquando está sozinha o lado
sombrio de Rae vem à tona. Ela tem uma enorme dificuldade de aceitar-se. Alguns problemas em casa pioram ainda mais a situação,
o pai sumiu há anos e se limita a mandar cartões postais esporádicos, a mãe também tem problemas com autoestima e leva para morar com elas
o novo namorado, um imigrante ilegal da Tunísia (que acaba se mostrando uma ótima pessoa e até casa com a mãe de Rae e juntos tem mais um filho).

Rae tem dois amigos que fez enquanto estava internada, Tix e Danny, que sempre a apoiam e entendem o seu outro lado. Além de seu terapeuta, Dr Kester que incentiva ela a começar seu diário e com muita paciência, começa a mostrar para Rae que ela deve ser quem ela é, sem se preocupar com o que os outros pensam dela.

My Mad Fat Diary é uma série muito importante. Abordando temas que devem ser tratados com muita delicadeza. E com certeza a série sabe muito bem fazer isso. Ela é leve e muito divertida, apesar do tema abordado. Em cada episódio, é como se você acompanhasse o que Rae escreve, muitas vezes seus desenhos e frases aparecem como desenho na tela, deixando tudo mais descontraído e fazendo você vivenciar aquilo com os olhos da personagem e muitas vezes se identificar com ela. Apesar da temática adolescente, MMFD não é uma série só pra essa faixa etária, pois Rae lida com problemas que podem atingir pessoas de qualquer idade. É um seriado que eu recomendo muito para todo mundo, porque ela ensina a se livrar de seus preconceitos e que a gente deve aprender a gostar mais de quem somos, do jeito que somos.

 

Reação
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
COMPARTILHAR
Fanática por Star Wars e apaixonada por cultura nerd, adoro desenhos animados, Hqs, mangás, filmes, séries e tudo mais desse universo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here