Doutor Estranho Marvel

Kevin Feige explica porque Barão Mordo não é o vilão e fala das diferenças entre Doutor Estranho e Feiticeira Escarlate

Doutor Estranho é claramente inspirado nas aventuras da era de Steve Ditko, mas parece que terá algumas liberdades muito interessantes com o seu material original também. Talvez a maior é a maneira que Barão Mordo está sendo retratado e como o personagem vai ser um aliado em vez de um inimigo no filme. Ele está totalmente ligado ao feiticeiro supremo até ato final, certo? Não esteja tão certo disso! O presidente da MarvelKevin Feige comentou um pouco sobre as reviravoltas do personagem:

“Mordo é o advogado do Doutor Estranho no começo do filme. O Ancião não necessariamente vê o potencial do Doutor igual Mordo, e Mordo é aquele que fala do Ancião apenas com sua permissão, e para este filme, ele é um parceiro e mentor do Doutor Estranho. Você sabe que era algo que queríamos fazer diferentes dos quadrinhos, porque nos quadrinhos é incrivelmente criativo e cheio de imaginação como eles são! O rival ciumento chamado Barão Mordor, que se volta contra ele quando ele mostra quaisquer sinais de talento, estamos especificamente não querendo fazer isso.”

Isso soa de uma maneira interessante até, porém ainda assim é curioso e intrigante como o personagem será desenvolvido nos próximos filmes. Kevin Feige também falou se irá acontecer alguma ligação já com o Dormammu:

Dormammu

“O que estamos jogando neste filme é que existem dimensões paralelas à nossa, embora algumas possuem realidades diferentes, e há uma dimensão sombria, onde Dormammu habita! Há dimensões que são tão alucinantes que você mal pode percebê-las.”

Em outra pergunta, Feige foi questionado sobre a decisão de lançar Rachel McAdams como Christine Palmer, ao invés de outro interesse amoroso do Doutor Estranho:

“Queríamos um personagem ligado à terra. Nós queríamos um personagem que tem uma conexão com a vida de Strange em Nova York, no mundo normal. Alguém que poderia ser sua âncora para o mundo real, seu presente no início do filme, e pelo tempo que ele leva para re-encontra-la, usando isso, alguém que pode comentar sobre a sua transformação como um personagem.”

Agora comparando os dois mágicos até o momento, Kevin explica as diferenças de Doutor Estranho para a Feiticeira Escarlate:

“Seus poderes, ela nunca teve qualquer formação. Ela nunca teve qualquer treino, apenas descobriu isso. Indiscutivelmente, você poderia dizer que é por isso que seus poderes são muito mais caóticos e muito mais soltos na forma que apresentou esses efeitos de luz. Em Doutor Estranho, algumas das coisas que você pode ver hoje, até mesmo na capa da Entertainment Weekly, é muito mais concentrado. É tudo uma questão de concentração. É tudo sobre puxar energias de outras dimensões de uma forma organizada e propositiva, razão pela qual eles podem fazer muito mais do que ela pode, em, pelo menos, uma forma muito mais precisa e controlada.”

Será que este é um indício que a Feiticeira Escarlate irá exercer a Magia do Caos no MCU? Nos quadrinhos, Doutor Estranho é surpreendido ao saber que a Feiticeira consegue usar tal magia, já que a mesma acreditavam estar extinta.

O que acharam? Gostaram destes pequenos detalhes revelados? Comentem!!!

Fundador - CEO - Designer - Líder da casa Mundo Hype! Desenvolvedor Front End, Designer e Fotógrafo. Apaixonado por cinema, viciado em séries e colecionador de HQs. Super-Heróis favoritos: Iron Man e Spider-Man.