Irmãos Russo falam sobre personagens em Vingadores: Guerra Infinita e do Homem-Aranha

Guerra Infinita


E vai haverá um dia, como nenhum outro, em que todos os heróis do mundo se juntarão para enfrentar um inimigo em comum

Os irmãos Russo, diretores de Capitão América: O Soldado Invernal e dos vindouros Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita Parte 1 e 2 vem dando diversas entrevistas falando de quão difícil está a pré-produção destes filmes. O que vem chamando nestas entrevistas são não apenas o que eles dizem sobre os filmes em si, mas o amor que eles deixam transparecer sobre estes personagens, principalmente em relação à um certo Cabeça de Teia.
Perguntados pelo Collider sobre este personagem eles disseram de como foi o processo de convencimento para a Marvel de que o Aranha tinha que aparecer no filme. “Foi um processo muito longo. O que acontece em processos como estes é que você continua desenvolvendo o filme e os personagens. Para convencer os poderosos e deixarem você fazer isso você tem que enraizar o personagem tão profundamente na história que em um determinado ponto você destruiria a história se o tirasse.”
Eles também falaram na mesma entrevista que a informação de que haveriam 67 personagens no terceiro filme dos Vingadores era mais figurativa do que literal, mas reiteraram que mesmo assim haverá diversos personagens, e de como este filme é tão complexo tanto em questão de logística (os dois filmes serão filmados simultaneamente, com cenas já tendo sido gravadas no fim do ano passado, e com os diretores parando agora para trabalhar na pré-produção do mesmo) quanto de história, uma vez que este vai ser uma espécie de clímax para tudo o que foi mostrado no MCU até o momento.