Drops Hype Nº 23 I “Frente a frente com Robert Pattinson”

Boa tarde aos amigos da Mundo Hype !!!

Eu sou o Paulo Cruz e estou de volta com uma coluna sem data fixa de postagem (pintou a ideia, vai para o site).

Minha proposta é falar de tudo relacionado a “Cultura Nerd” mas de um jeito diferente; como se estivéssemos em uma roda de amigos, jogando conversa fora (sem regras e sem pesquisas mirabolantes).

Trazer conhecimento, curiosidades e abrir um espaço para trocarmos opiniões, nos divertindo falando do que realmente gostamos.

E finalmente o novo filme do Homem-Morcego estrelando Robert Pattinson chegou aos cinemas brasileiros, e com ele chegaram as cobranças quanto a minha opinião sobre o filme.

Quem assistiu a minha live comandada pelo amigo Leonardo Simião (como assim você não assistiu?) sabe a minha opinião sobre a escalação do Robert Pattinson para o papel do Batman:

Hoje após assistir o filme no dia de ontem, estou preparado para formar minha opinião sobre o que vi e senti (lembrando que não estou fazendo uma resenha, pois já temos aqui postada pelas mãos e mente privilegiadas do amigo JP).

Minha primeira impressão foi totalmente positiva por retratarem o Batman em começo de carreira (como em “Batman: Ano Um), com pouca experiência e movido somente pela vingança pela morte de seus pais.

Robert Pattinson aparece como Batman e em sua caminhada em direção à uma gangue que ia espancar um homem inocente na estação do trem, não me causou impacto como Christian Bale e Ben Afleck conseguiram.

Mas o ponto alto deste filme são as lutas muito bem coreografadas e Pattinson se mostrou muito à vontade e deixou uma bom impressão.

O Batman de Pattinson mostra uma faceta pouco explorada nos outros filmes: a sua extrema habilidade de detetive é totalmente explorada por todo o filme, graças a um vilão que foi elevado a 9ª potência (o Charada).

O ponto alto do filme é o elenco de apoio contando com astros como Collin Farrel (Pinguim) e John Turturro (Carmine Falcone), Zoë Kravitz (a ótima Mulher-Gato) e até mesmo Paul Dano (o às vezes exagerado Charada).

Somando-se tudo isto à direção segura e competente de Matt Reeves, o resultado do filme de duração de 175 minutos (mais de 3 horas !!) é bastante agradável e divertido.

Depois de toda esta explanação e delongas, chegou a hora do veredito: eu lhe devo desculpas Robert, por achar que você não estava preparado para encarnar um personagem de peso como o Batman.

Você não só se “esforçou” (como em uma passagem do filme, onde você escreve em um diário “tenho que me esforçar mais”), como me convenceu totalmente que está à altura de ser o novo Batman do Universo DC.

Obrigado Pattinson por respeitar e honrar um personagem que admiro desde os meus oito anos de idade, e honrar o legado e o peso que vem junto no pacote.

Seja muito bem vindo ao Panteão de heróis da DC Comics e que você seja o primeiro de muitos mais!!!

PS: A minha esposa também assistiu e compartilha do mesmo otimismo que o meu…rrss

Deixem seus comentários e opiniões….fuiiii !!!

Publicidade

Leia mais Originais