DC cancela série da Vertigo após acusações de assédio contra roteirista

A DC Comics cancelou uma série do selo Vertigo, todas as edições que iam ser publicadas e as anteriores serão retornadas, além da retirada da série do site da distribuidora Diamond.

À luz das recentes acusações contra o escritor da série Eric M. Esquivel, a DC enviou um aviso de cancelamento de Border Town aos revendedores. Isso mais as saídas de ontem do artista Ramon Villalobos e da colorista Tamra Bonvillain, que declararam pelo Twitter que não seguem mais com a série. Neste momento nem o selo Vertigo nem Esquivel, emitiram uma declaração pública sobre as alegações. Desde que as alegações se tornaram públicas, Esquivel apagou todas as suas redes sociais, excluindo o Twitter, que foi tornado privado.

O cancelamento segue o anúncio público da designer de brinquedos Cynthia Naugle em sua conta no Twitter. O relato de Naugle detalhou uma história de abuso sexual nas mãos de uma pessoa conhecida como “X”, que trabalha na indústria de quadrinhos e escreve para a DC Vertigo. Enquanto o post inicial de Naugle não fazia referência direta ao agressor, os pontos foram conectados por outros membros da comunidade da indústria de quadrinhos, e foi revelado que o agressor era o escritor da Border Town, Eric M. Esquivel.

A série tinha sido lançada em comemoração dos 25 anos da Vertigo, e contava a história da invasão de monstros da cultura mexicana a uma cidade do Texas. Border Town tinha um relativo sucesso de crítica e vendas, mas que cai perante uma onda de denúncias que enfim se alastram em vários meios da sociedade atual.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here