Notícia

‘Damas da Lua’, de Jokha Alharthi, fala sobre o Omã moderno e as perdas e amores de uma família

Lançado pela editora Moinhos, Damas da lua (Tradução de Safa Jubran),é um romance de Jokha Alharthi, vencedora do Man Booker Internacional Prize em 2019.

A história se passa na vila de al-Awafi, em Omã, onde moram três irmãs: Mayya, que se casa depois de ter seu coração partido; Assmá, que também se casa por um senso de dever, e Khawla, que rejeita todas as ofertas enquanto espera por seu amado, que emigrou para o Canadá. “O triunfo na narrativa se dá através da escolha das vozes e do tempo que vai e volta, um trânsito brilhante e inteligente escolhido pela autora que nos proporciona imprevisibilidade no âmago melancólico dos personagens, com destaque para a insegurança do patriarca Abhdul, a única narrativa em primeira pessoa”, define Nara Vidal na orelha da obra. O romance joga luz sobre questões geracionais, patriarcado, relações de amor fracassadas e o domínio opressor da religião através de prática cultural inquestionável. Vale conferir

Leia mais Notícias