Crítica – Freaks and Geeks

O momento mais aguardado para todo seriador, é a fall season. A época de estreia das principais séries nas TVs americanas. E quando a fall season chega ao fim e ficamos “orfãos” por algum tempo de nossas séries favoritas, é época de procurar outras séries que não vimos ainda para passar o tempo. Foi em um desses períodos que eu encontrei a série da qual vou falar hoje.

Freaks and Geeks, produzida e criada por Judd Apatow e Paul Feig, teve sua estreia no dia 25 de setembro de 1999, teve apenas 1 temporada com 18 episódios, o que deixou seus fãs muito tristes. a série foi concluída em 8 de julho de 2000. O Elenco da série conta com vários atores que na época estavam apenas começando suas carreiras e que agora fazem muito sucesso e alguns deles costumam protagonizar muitos filmes junto.

Nos papéis principais contamos com: Linda Cardellini como Lindsay Weir e John Francis Daley como Sam Weir dois irmãos com personalidades muito diferentes. Os amigos de Lindsay são protagonizados por: James Franco como Daniel Desario, Busy Philipps como Kim Kelly, Jason Segel como Nick Andopolis e Seth Rogen como Ken Miller. Os amigos de Sam ganham a interpretação de: Samm Levine como Neal Schweiber e Martin Starr como Bill Haverchuck

Freaks-Geeks

A história se passa nos anos 80 e conta a história de Lindsay e seu irmão Sam, na época que frequentavam a escola Liceu McKinley. Lindsay sempre foi uma boa menina. Aluna dedicada, membro do clube de matemática e com uma vida voltada para um futuro acadêmico brilhante, ela era o orgulho de seus pais e de seus professores. Mas depois da morte de sua avó, ela fica muito abalada e acaba se rebelando contra essa vida que levava. Mas no fundo Lindsay quer descobrir o seu lugar no mundo, experimentar coisas e pessoas novas e descobrir quem realmente é.

Com isso, ela começa a se aproximar do grupo de “Freaks” da escola, os  politicamente incorretos e problemáticos, Kim, Daniel, Nick e Ken. A fama dos Freaks é péssima. Envolvidos sempre em problemas, drogas, álcool. Mas ao longo da temporada começamos a entender esses personagens e perceber que eles não são ruins. Lindsay influencia muito, de forma positiva seus novos amigos, assim como eles ajudam a protagonista a se encontrar.

freaks-and-geeks-fashion-1

Em contra – partida com a história de Lindsay, temos Sam, seu irmão mais novo. O típico nerd, sempre acompanhado de seus dois melhores amigos Neal e Bill. Os três se esforçam para serem aceitos por seus colegas de escola, como qualquer outro adolescente. Mas devido a imagem de geeks sempre são atormentados pelos outros. Os três amam quadrinhos, ficção Científica e filmes de comédia.

Apesar de Sam ser o protagonista, quem chama mais atenção no grupo é Bill. Ele tem aquele estereotipo nerd e esquisito, com seus óculos fundo de garrafa que tanto vemos em filmes e séries. Mas Bill demonstra ser o dono de um coração enorme, disposto a sempre ajudar seus amigos quando necessário. Ele é viciado em TV, adora assistir séries com um prato de sanduíches de queijo, aparece até fantasiado de Mulher Biônica durante a série, Bill está sempre confortável em sua própria pele. Ele nos ensina a sempre ser quem nos somos, sem dar importância para o que os outros pensam.

Freaks-and-Geeks-Sam-Bill-Neal

A série abordou temas como drogas, alcool,  sexo, o desejo de se encaixar, temas já discutidos em milhares de séries adolescentes mas nunca abordados como deveriam. E Freaks and Geeks desempenhou muito bem esse papel. Deixando os clichês de lado e mostrando realmente esse lado da adolescência de tentar descobrir quem você é e o que você quer fazer com sua vida. Representando essa fase em que a maioria das pessoas inicia uma crise de identidade.

A trilha sonora da série é maravilhosa. A maioria das músicas são de bandas que fizeram muito sucesso na  década de 80 como: Journey, The Who, Joan Jett (que canta a música tema da série “Bad Reputation”), David Bowie entre outros. 

Pra quem ficou curioso, deixo a abertura da série para vocês conferirem:

 

 

 

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

Crítica | Castle Rock (1ª Temporada)

Sem muito alarde Castle Rock chega ao fim depois de uma temporada tecnicamente muito bem executada, e pode ser que passe despercebida já que...

Demolidor | Tudo o que já sabemos sobre a 3ª temporada

Cego desde pequeno, Matt Murdock luta contra a injustiça durante o dia nos tribunais como advogado e à noite nas ruas de Hell’s Kitchen...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Destroyer | Nicole Kidman Completamente Irreconhecível em Novo Trailer

Em muitos filmes, os atores/atrizes passam por um demorado e intenso processo de maquiagem e estudo do personagem para atingir o objetivo, seja ele...

Mais Notícias

Você não está conectado à internet