Tenho certeza de que está acompanhando uma série de criticas negativas em relação ao filme, mas e você já assistiu? Aqui escreverei um pouco do que achei, os principais pontos negativos e positivos e qual a perspectiva para a sequência dos personagens no cinema.

A DC realmente está passando por maus tempos em suas produções. Depois de Batman v Superman, chegou a hora do tão esperado Esquadrão Suicida, que parece não ter agradado tantos fãs em sua semana de estreia.  Assim como a Marvel, a DC é responsável por um panteão de personagens icônicos conhecidos ao redor do mundo, e suas produções cinematográficas são esperadas a muito tempo por fãs de quadrinhos, séries e filmes relacionados ao universo DC.

Como mostrado no primeiro trailer do filme, aparentemente seria uma mistura de comédia e suspense em um tom sombrio, ao inverso do que apresentou a concorrente Marvel nos cinemas. Porém, após as críticas negativas de Batman V Superman o diretor de ES. David Ayer viu-se obrigado a juntar todo elenco novamente, e regravar algumas cenas, mesmo depois de ter terminado de gravar todo o filme, afim de mudar o tom sombrio e torná-lo mais otimista e claramente divertido.

O filme começa com um astral lá em cima, mesmo se tratando de criminosos. A construção dos personagens (desconhecidos a maioria dos novos fãs do gênero),  foi feita de forma brilhante, com pequenos flashback´s e contando apenas o que interessava naquele momento. A história principal do filme, gira em torno do propósito de Amanda Waller, uma comandante política responsável pela segurança americana, no qual queria juntar vilões presos e condenados para lutar suas guerras contra seus inimigos, baseado nos últimos acontecimentos nos outros filmes como HOMEM DE AÇO e BATMAN V SUPERMAN, a fim de prevenir baixas de pessoas de bem e usá-los como realmente o chamam um ESQUADRÃO SUICIDA.

PONTOS POSITIVOS

O Filme tem uma levada cômica muito boa, os atores conseguem interpretar muito bem cada papel e passar aos fãs seus ideais e motivações. As trilhas sonoras do filme são ótimas e ditam muitas vezes o ritmo da cena, inflama os telespectadores e criam uma atmosfera para cada cena. Mesmo sendo um grupo desconexo, funcionam muito bem juntos, interagem, se protegem e confiam um no outro,(Mesmo com pé atrás), pois todos ali estão sob a mesma ameaça.  A curta participação de Batman (Ben Affleck) instiga a imaginar como será o filme solo do morcego (2018), por mais breve que seja, ajuda a explicar alguns pontos importantes do filme. Os sentimentos de cada personagem, a ingenuidade da Arlequina, o sarcasmo do Pistoleiro e a imponência de Amanda Waller, são fortes pontos de destaque.

PONTOS NEGATIVOS

O Coringa de Jared Leto realmente não chegou ainda a se mostrar o suficiente para agradar a maioria dos fãs. Um pouco caricato demais quase que exagerado, Leto nos mostra um coringa contraditório ao clássico palhaço do crime, do qual todos nós estávamos acostumados, causando certo desconforto com algumas expressões e falas.

Algumas falhas no roteiro sempre existirão, independente do filme, porém, algumas gritantes não conseguem passar despercebidos aos olhos dos fãs, que hoje em dia são tão críticos e intensos. Mesmo com tudo isso, ainda poderemos ver um ótimo Coringa dentro do filme solo do Batman, no qual terá mais espaço e mais tempo para convencer. Talvez a inevitável comparação com o Coringa de Heath Ledger ainda esteja influenciando nosso julgamento.

Algumas pessoas não gostaram do vilão do filme, e de como o clichê foi imposto pela indústria mais uma vez. Uma suposta dominação global, porém menos que isso não seria atrativo, pois estamos vendo um novo universo surgir e vilões desse tipo são fundamentais para criar um grupo coeso. Algumas pessoas reclamam do Clichê, mas quando um diretor ousa nos apresentar algo muito diferente nos cinemas, é automaticamente apedrejado na mídia, e isso influencia diretamente a produção dos filmes posteriores. Não podemos esquecer que a indústria do cinema visa lucro, e muitas vezes gostaríamos de que ela usasse um pouco mais de paixão em suas produções. Talvez mudanças feitas de ultima hora tenha atrapalhado um pouco, falta a DC um pouco mais de peito, para bancar suas ideias e arriscar assim como um dia sua concorrente Marvel fez.

Agora com Geoff Johns (um dos maiores roteiristas contemporâneo de quadrinhos da DC), a frente das futuras produções, irão organizar melhor o que será apresentado nos futuros filmes.


Talvez serei apedrejado na rua por dizer que gostei do filme, geralmente quando assisto a um filme sou mais otimista do que pessimista e procuro não me deixar influenciar pelas opiniões alheias. O filme tem uma proposta de divertir e entreter, e foi exatamente isso que entregaram. Eu realmente não queria ir assistir um drama shakespeariano, queria me divertir e ver os personagens que tanto gosto das hqs, no cinemas. Talvez muitos fãs de quadrinhos se sentiram frustrados por imaginar uma coisa e assistir outra, o diferente sempre gera estranheza a princípio, mas temos que dar um voto de confiança pra que eles continuem um universo maravilhoso que está por vir.  Vi defeitos, coisas que não faziam sentido, mas não posso classificar o filme como ruim, apenas por ter me incomodado com uma coisa ou outra.

O fã service estava presente, o Pistoleiro (Will Smith) e Arlequina (Margot Robbie) roubaram a cena do filme, e os outros personagens foram fundamentais para eles tivessem diálogos interessantíssimos e emocionantes. O diretor conseguiu através desses diálogos, fazer com que nós nos identificarmos com um bando de vilões, assassinos, ladrões e psicopatas. Apresentando além das aparências que independente das escolhas infelizes que fazemos sempre a um pouco de humanidade dentro de nós.  Todos eles por meio de uma emoção ou outra foram frustrados pela vida, seja pelo seu amor verdadeiro, pela família, pelos filhos ou até mesmo pelo preconceito em relação a suas aparências. O Legal é, mesmo torcendo por eles, e querendo ver o típico final feliz, eles possuem uma dívida com a sociedade e independente de suas ações esse saldo não zera, e mesmo assim terão que pagar pelos males que fizeram anteriormente.

Para finalizar, fica minha dica, assista ao filme, goste, não goste se arrependa, se orgulhe de ter feito isso, mas tenha suas próprias conclusões, seja sincero consigo mesmo, não levante uma bandeira por influência, tenha suas próprias opiniões  e seja feliz a sua maneira. Respeite os variados gostos e não seja, alienado suficiente a ponto de escolher lados, podemos simplesmente viver com todos eles, não há necessidade alguma de fazer parte de um grupo e atacar gratuitamente o outro por apenas ter um gosto diferente do seu. #ficaadica.

REVER GERAL
Roteiro
8.5
Efeitos Visuais
8
Fotografia
8
Atuação
8.5
Direção
8
Trilha Sonora
9
Leitor compulsivo, bebedor de café e entusiasta quando se trata de leitura. Técnico em Marketing por formação e Locutor por paixão. A minha missão declarada é te tornar um leitor tão apaixonado quanto eu. A leitura é uma fonte inesgotável de conhecimento, todo livro é interessante, basta conhecer a si mesmo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here