Crítica | Baywatch: S.O.S. Malibu

Baywatch é um filme inspirado na série do mesmo nome dos anos 90 (no Brasil com o nome de S.O.S. MAILIBU), que conta a história de um grupo de salva vidas na conhecida praia Americana, que tem como chefe o Tenente Mitch (Dwayne Johnson), onde todo ano acontece seleção para novos membros da equipe.

A trama se passa quando um medalhista Olímpico prepotente Matt Brody (Zac Efron) que não sabe trabalhar em equipe, é forçado a entrar nessa seleção, e também a participar dessa equipe, onde ele terá que aprender a ser melhor, mas não como um medalhista olímpico e sim como pessoa.

É uma comédia que retrata bem as séries e filmes pipocas dos anos 80 e 90, com piadas atualizadas para os dias atuais, garantindo ótimas gargalhadas durante  filme, como na série dos anos 90, temos o protagonista marombado, que na série original foi contracenado por David Hasselholf, porém não temos uma força feminina à altura de Pamela Anderson na equipe, ficando o destaque feminino para a vilã  Victoria Leeds  (Priyanka Chopra), que mesmo sendo o destaque feminino a sua atuação não chama a atenção.

A pergunta é, o filme vale o ingresso? Sim, vale! Cinema é conseguir nos segurar na poltrona e nos entreter durante toda a seção, e isso o filme consegue, nos arrancando boas gargalhadas e nos prendendo a atenção entre músculos e garotas sensuais, deixando também aquela vontade de chegar logo o verão pra colocar um protetor solar e partir pra praia. Assista e deixe nos comentários o que achou.

Para os saudosistas da série ainda temos David Hasselhoff e Pamela Anderson fazendo participações especiais.

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet