Muitas pessoas torceram os narizes para 13 Reasons Why, assim que sua popularidade caiu na boca do povo. Até finalmente assistir os treze episódios e ver como que quanto mais devastada a mente do ser humano está, mais a vontade de tirar a vida aumenta.

A série por conter um nome tão popular como de Selena Gomez na produtora executiva, muitos acharam que seriam mais drama adolescente americano. E não é só isso. Aliás, uma das mãos que fizeram a série é de Tom McCarthy, vencedor de roteiro original em 2016 pelo filme Spotlight.

Baseada no livro de mesmo nome, 13 Porquês (2007) de Jay Asher, protagoniza Clay Jensen que encontra uma caixa de sapato contendo treze fitas de áudio gravadas por sua amiga e paixão platônica Hannah Baker (Katherine Langford), que há duas semanas, havia cometido suicídio. Diga-se de passagem, o ator que interpretou Clay, Dylan Minnete (Lost) foi uma das melhores atuações, mostrando sua tristeza e frustração por não ter conseguido salvá-la. Além do mais, logo na primeira fita, Hannah fala que se a pessoa está ouvindo aquilo, é porque é um dos motivos.

A série mesmo tendo apenas treze episódios, é extensa pela quantidade de minutos: entre 50 á 60 minutos cada episódio. Estes são narrados na percepção de Clay em conjunto com os diálogos de Hannah. Portanto, serão vários momentos de flashback, onde o espectador acompanha o personagem principal nas lembranças de Hannah para tentar entender o motivo de sua morte.

Outros adolescentes são envolvidos, tais como valentões, alguns amigos que Hannah fizera e por motivos tão supérfluo como fofocas, acabam brigando, além de um caso marcante de estupro e por fim, o suicídio. Cenas que não são censuradas. Então se por acaso é uma pessoa muito sensível a estas imagens, por favor, não assista.

A atriz Kate Walsh (Grey’s Anatomy) que interpreta Olivia Baker, mãe de Hanna, é simplesmente a melhor atuação da série. Uma mãe infeliz por perder sua filha tão jovem e sem saber o porquê de sua morte é muito marcante.

A série tem alguns pontos negativos, como os episódios longos, provavelmente poderia ter sido resumido em cinco ou seis episódios, acredito queriam fazer jus ao nome e alguns atores pareciam velhos para faixa etária de 17 anos, entretanto, os jovens americanos parecem sempre ser mais velhos.

A série, para mim, é uma tentativa realista de mostrar como de alguma forma é o bully e mostrar o quão complicado é a adolescência, e principalmente para garotas. Umas das personagens que passou por uma situação complicadíssima, fala desanimada: “Você sabe o que acontece quando garotas pedem ajuda.”

Para finalizar, se quem for ver 13 Reasons Why se importa e tem a mente aberta (na concepção de ver que esses problemas existem), eu realmente indico para assistir.

Prepare-se para chorar (ou não) e ver que pequenas atitudes, até mesmo brincadeiras “inofensivas” pode acabar com a moral de uma pessoa, levando-a ao mais profundo abismo emocional, querendo tirar a própria vida.

REVER GERAL
Critica: 13 Reason Why
10

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here