Lucifer – 1° Temporada

“Diga-me o que você mais deseja, mais profundamente deseja”?

Vocês votaram na enquete do Instagram e estamos aqui para falar da primeira temporada de Lucifer, série derivada das Histórias em Quadrinhos do selo Vertigo da DC Comics que é considerado um selo para adultos e tem títulos consagrados como Sandman, Preacher e o próprio Lúcifer.

A Serie teve sua Estreia Mundial em 25 de Janeiro de 2016  naquele momento a serie era produzida pela FOX, que produziu a mesma até a terceira temporada, e aconteceu o que acontece com muitas series foi cancelada, foi triste por que Lucifer sempre teve uma média boa, de telespectadores, apesar de muita comoção dos fãs, muitas petições para que a serie fosse renovada, mas não foi, e os fãs se perguntaram se serie o fim de uma serie tão promissora e que alcançava cada vez mais fãs, foi então que tivemos um luz, tivemos uma esperança de ver Lúcifer em novos episódios e com um anuncio fantásticos a Netflix salvava a serie por uma temporada e logo em seguida com anúncio e renovação para quinta e ultima temporada, mas quem sabe isso de ultima seja só mais uma jogada de marketing para que os fãs se manifestem e expressem o amor para com a série. Galera vocês devem estar se perguntando, mas e a primeira temporada, eu sei e vou falar dela, mas para falar tive que fazer essa breve introdução e de tudo que rolou e de como Lúcifer passou de pouco conhecida para uma das series mais vistas da Netflix.

A primeira temporada nos apresenta Lucifer cansado de ter que exercer suas obrigações de diabo no inferno e simplesmente decide tirar férias do seu cargo de julgador e torturador das almas que foram para o inferno, e nada melhor que tirar férias em Los Angeles, fazer tudo que o diabo gosta. O mais engraçado que é que o personagem principal vivido pelo ator (Tom Ellis) se enturma com os seres humanos como um filantropo, egoísta e que gosta de esbanjar que tem muita grana e consegue o que quer, e nada melhor para se mostrar é se apresentar como Lúcifer morningstar nome sugestivo né? Pelo menos pra mim foi bem estranho (rsrsrs) e para terminar o perfil ainda é dono da boate mais famosa e requintada de L.A chamada LUX, contando com ajuda de sua aliada demoníaca chamada Mazikeen interpretada pela Atriz (Lesley-Ann Brandt) que é praticamente seu braço direito.

A trama começa depois que uma celebridade a quem Lucifer ajudou a alcançar a fama é assassinada, ele se envolve com a polícia de Los Angeles, onde começa a ajudar a Detetive Chloe Decker (Lauren German) a resolver casos de homicídio e encontrar os responsáveis para que possa “puni-los”. No geral a temporada tem um saldo positivo, o Ator Tom Ellis  consegue elevar muito o nível da serie com suas atuações, tiradas e piadas e principalmente por seu sotaque britânico, mas percebemos que cenas que o ator não esta a serie fica meio sem sal, a própria personagem da Chloe as vezes, eu falei as vezes irrita, a Mazikeen é uma personagem fantástica, logico tem outros personagens com papeis pequenos mas não menos relevantes como o do Dani (Kevin Alejandro) ex-marido da Chloe que tem umas ceninhas engraçadas.

Lucifer é aquele tipo de serie que compensa assistir pela crescente nas temporadas seguintes, e é aquele tipo de personagem que acabamos gostando por sua sinceridade e ninguém acredita por ser uma verdade exagerada, principalmente hoje em dia, imagine você chegar e dizer para alguém: “EU SOU O DIABO” ninguém acreditaria. Por isso a serie sai das caixinhas de series normais e roteiros previsíveis.

A FOX e sua mania ter seriados de casos semanais, não deixou de fazer a mesma aqui, apresentou uma temporada de 13 episódios em que cada tem um começo meio e fim, lá para o fim eles deixam um gancho para ficar interessante mas quando isso acontece a temporada acabou, mas vale muito a pena assistir, e assistir como entretenimento mesmo, já ouvi pessoas religiosas por puro preconceito não assistir e nem saber que a serie se trata mesmo de uma sátira e alivio cômico, por isso recomendo a serie e esperem por irei trazer a opinião sobre as temporadas seguintes.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here