Crítica | The Mandalorian – 1.03 Chapter 3: The Sin

SE VOCÊ NÃO ASSISTIU AOS EPISÓDIOS ANTERIORES, NÃO LEIA ESSA CRÍTICA, HAVERÁ SPOILERS NESSE TEXTO.

Se no episódio anterior de The Mandalorian tivemos ecos de Lobo Solitário, em The Sin encontramos a filosofia do guerreiro samurai, adaptada aqui para o modo de vida/treino dos Mandalorianos. Como vimos no primeiro episódio, a guilda possui vários caçadores de recompensas, vivendo escondidos e sobrevivendo graças à habilidade e treinamento de cada um.

A forja da nova armadura

A importância do metal Beskar e as “premiações” ganham mais uma camada aqui, pois nosso protagonista retorna com sua recompensa após a entrega da criança/bebê Yoda para o ainda enigmático contratante, e sobe de level sua armadura, causando um conflito interno entre os mandalorianos, por ter aceitado o pagamento em um material que por direito seria deles, mas foi tomado pelo Império no Grande Purgo como vimos anteriormente e novamente temos mais um vislumbre da conturbada infância de Mando.

O grande destaque nesse episódio é o conflito moral que o personagem passa por ter deixado a criança nas mãos do sinistro contratante imperial e seu doutor, com intenções obscuras para o pequeno ser, e é aí que temos o início da ação nesse episódio, primeiro no resgate da criatura já com as melhorias em seu traje e o respeito dos seus pares mandalorianos. Aqui cabe um parênteses, toda a ação em um ambiente limitado e escuro, porém tudo é perceptível, conseguimos entender cada ação, mesmo os stormtroopers sendo tão inúteis e gerando ótimas demonstrações das habilidades de Mando.

E a segunda parte da ação desenrola no melhor estilo John Wick, pois Mando quebrou o contrato ao ajudar o pequeno Yoda, assim sendo, a caçada é reaberta e todos os caçadores vão em busca da recompensa, incluindo aí Greef Carga e os outros seres que olham torto para Mando na taverna, desencadeando uma cena grandiosa de ação e tiroteio e ainda protegendo a criança que ele está levando consigo, para culminar em uma bela demonstração de união da guilda dos mandalorianos e demonstração das armas de cada um deles.

Se este é realmente o caminho que a série irá seguir podemos ter certeza que a tendência é a ação ficar cada vez mais grandiosa, a decisão tomada por Mando irá reverberar até o fim dessa temporada, afinal, há honra até mesmo entre os caçadores de recompensas, isso fica provado nessa cena final e nas atitudes dos companheiros de Mando. Ficam as questões, qual ação será tomada para recuperarem a encomenda? E qual destino do nosso protagonista agora que está protegendo a valiosa criatura?

Até semana que vem!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here