Séries espaciais de ficção científica não são novidades pra ninguém, e no geral costumam agradar uma grande quantidade de fãs. Sabendo disso, hoje resolvemos falar um pouco sobre The Expanse, uma série muito bem elaborada, que começou sendo transmistida pela Amazon Prime e pelo Syfy, e hoje pode ser encontrada na Netflix.

The Expanse é uma série criada por Mark Fergus e Hawk Ostby, com espaço pra drama e suspense, baseada na série literária de Daniel Abraham e Ty Franck (ambos escrevendo com o pseudônimo James S. A. Corey). A saga já ganhou 7 livros, e já tem sua 3° temporada confirmada.

A série se passa tanto no espaço quanto na terra, mas é no espaço onde a maior parte da história acontece. Com um cenário 200 anos no futuro e o sistema solar colonizado pela humanidade, tudo gira em torno do desaparecimento de Julie (Florence Faivre), e o detetive Miller (Thomas Jane) tem a tarefa, ou melhor, a obsessão de procura-la. Enquanto James Holden (Steven Strait) e sua equipe se envolvem em um acidente que coloca em risco a paz entre a Terra, Marte e um povo conhecido por Belters, que vive no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter.

Os Belters são como mineradores que extraem recursos dos asteroides para os planetas interiores, enquanto organizam um movimento para conquistar sua independência. Enquanto Terra e Marte lutam pelo poder, e consequentemente pelo ar e pela água, que são os grandes “tesouros” desse futuro, principalmente depois da humanidade ter quase esgotado os recursos naturais da terra.

Toda essa briga entre as facções humanas da Terra e de Marte, e claro, os Belters, constituem uma história política bem interessante, com falhas no sistema, corrupções, prisioneiros, espionagens e conspirações.

The Expanse

Nos primeiros episódios a série se mostrou muito confusa, com várias histórias misturadas, e muitas informações que não são bem explicadas, o que acaba deixando muita dúvida e a sensação de que nada vai fazer sentido. Mas com o tempo as histórias vão se encaixando umas nas outras, o que era difícil de entender vai ficando um pouco mais claro, e o que era confuso se torna muito interessante.

Essa dificuldade em entender alguns pontos importantes nos primeiros episódios, se deve ao fato da série mostrar sem contar o que está acontecendo, e é ai que o espectador se perde um pouco em meio a enorme quantidade de informação, e algumas vezes tende a querer assistir algum episódio novamente pra ter certeza de que não deixou passar nada.

No mais, os efeitos gráficos são muito bem trabalhados, dando a impressão de que a série foi realmente gravada no espaço. Já os atores não foram individualmente muito bons, mas como equipe fizeram um bom trabalho, levando a boa trama adiante sem muitos problemas, e com ajuda de uma ótima produção e uma história muito bem escrita, conseguiram prender a atenção dos espectadores.

The Expanse, apesar do começo confuso, é uma ótima série, talvez a melhor série do gênero dos últimos tempos. Vale muito a pena acompanhar, principalmente pra quem é fã de ficção científica ou pra quem está começando a se interessar por esse gênero. Se você não é tão fã assim, mas gosta de bons efeitos visuais e uma trama interessante, também vai gostar da série!


Que tal colocar The Expanse na sua lista de séries à assistir? Em breve teremos a crítica da segunda temporada, mas enquanto isso, que tal ler as nossas últimas críticas? O Justiceiro (1° Temporada), Stranger Things (2° Temporada), A Babá e Liga da Justiça

REVER GERAL
Nota
8
SHARE

Admin – Desenvolvedor web, um pouco nerd, apaixonado por games (antigos), amante de uma boa leitura, filmes e séries. Explorando esse novo mundo que é trazer a informação para vocês!

Últimas Críticas