Crítica | Ratched – 1ª Temporada

Boa noite aos amigos do Mundo Hype.

Em mais uma caçada de um bom filme ou série na Netflix, acabei por encontrar uma série que já tinha me interessado por dois motivos: pelo trailer muito bem montado e pela atriz principal (Sarah Paulson de “American Horror Story“).

Apresento a série “Ratched”…..vamos lá?

De início vamos à parte técnica:

Sinopse: Ratched é uma série de televisão de drama norte-americana sobre a personagem de mesmo nome do romance de Ken Kesey de 1962, Um Estranho no Ninho.

Criada por Evan Romansky e desenvolvida por Ryan Murphy, a série é estrelada por Sarah Paulson no papel-título e serve como uma prequela do romance. Estreou na Netflix em 18 de setembro de 2020.

Elenco: Sarah Paulson (Mildred Ratched), Finn Wittrock (Edmund Tolleson), Cynthia Nixon (Gwendolyn Briggs), Jon Jon Briones (Dr. Richard Hanover / Dr. Manuel Bañaga), Charlie Carver (Huck Finnigan), Judy Davis (Betsy Bucket), Sharon Stone (Lenore Osgood), Vincent D’Onofrio (George Milburn), Alice Englert (Dolly)…entre outros.

A série se inicia com um assassinato brutal de 4 religiosos pelo psicopata Edmund Tolleson, e ao mesmo tempo com a chegada da enfermeira Mildred Ratched (Sarah Paulson) ao Hospital de Doentes mentais de Lucia (Califórnia-EUA); o que os dois tem em comum?….serão os personagens principais da trama, assim que chegam ao citado hospital.

Não espere um roteiro com começo, meio e fim em “Ratched”, pois seguindo a linha de funcionamento de “American Horror Story” (graças a presença de Ryan Murphy) nada pode ser considerado normal pois: o médico responsável é o Dr. Richard Hanover (um médico brilhante e que quer desenvolver técnicas novas para a cura de doenças mentais e não apenas trata-las, mas que carrega consigo um segredo macabro).

E isso se propaga também aos funcionários do hospital e pacientes, que no seu dia-a-dia são envolvidos nas manobras políticas do Governador da Califórnia George Milburn e sua assistente Gwendolyn Briggs (que carrega consigo um sério segredo para a época em que se passa a série).

Uma série que nos apresenta a loucura mental e todas as suas características e consequências, como eram seus procedimentos rudimentares e até mesmo cruéis e como cada um vivenciava este universo à sua volta.

Sarah Paulson está à vontade no papel título e consegue mostrar como sua personagem é forte e ao mesmo tempo frágil, construída em camadas de dor, raiva, medo e vingança de um mundo que a maltratou desde pequena.

Espero que seja confirmada a segunda temporada desta série, pois ainda temos muitas “pontas soltas” para serem amarradas e que seja bem vinda a mais nova irmã de “American Horror Story”, pois não perde nada em matéria de suspense e terror psicológico para a irmã mais velha.

Ratched | Trailer oficial | Netflix

Eu fico por aqui….eu sou o Paulo Cruz e te convido a continuar nos seguindo…a galera do mundo Hype está mandando bem nas postagens…..fui !!!

Leia mais Críticas