Francis Castiglione ou popularmente conhecido como Frank Castle é um dos personagens mais sanguinários e aclamados da Marvel Comics, por sua impiedade e senso de justiça. Mesmo tendo seus valores totalmente questionáveis, Justiceiro, como é conhecido nesse mundo, mantém viva suas experiências traumáticas que ajudam a moldar seu entusiasmo contra o crime. Não há meio termo, Frank é Juiz e Carrasco ao mesmo tempo. Finalmente depois de anos e anos de adaptações cinematográficas de baixa expressividade, chegou a hora do Ant-herói ter sua própria série. A Netflix como uma grande empresa que oferece um ascendente e revolucionário serviço de Streaming foi a responsável por produzir essa nova e tão aguardada série.

FRANK CASTLE - JUSTICEIRO - MUNDO HYPE

Não que seja obrigatório, mas Frank Castle já teve uma boa apresentação e participação na segunda temporada de Demolidor, por tanto seria legal entender um pouco mais quem é o Justiceiro assistindo ao Demolidor. Entendendo seu surgimento e filosofia de vida. Mas caso não queira ver e quiser partir direto para essa, sem problema, é perfeitamente compreensível.

O que os quadrinhos da Marvel sempre apresentaram sobre Frank Castle é o seu lado explosivo. Seja na aclamada fase de Garth Ennis ou na fantástica fase de Jason Aaron, todos, sem exceção procuram manter a Justiceiro (Jon Bernthal) como Justiceiro. O que a Netflix fez dessa vez, foi um pouco mais arriscado, mas merece todos os louros da vitória, pois a história manteve a essência do personagem e procurou criar uma empatia diferente.

Apenas pra que entenda um pouco sobre o Justiceiro, saiba que ele é um ex-fuzileiro da marinha que vivia entre suas missões e seu lar. Um certo dia toda sua família foi assassinada, e esse infortúnio moldou sua missão de vida. Ponto, spoilers a parte é isso que você precisa saber!

A série da Netflix já começa resumindo logo de cara, que a luta de Frank está chegando ao fim, ele conseguiu tudo que queria. Sua missão estava concluída. Porém para Castle a paz nunca habitou seu coração, por mais que procurasse pela paz, o ódio e lembranças fazia com que sua raiva só aumentasse, trazendo um personagem logo de cara muito mais contido e sereno, porém emocionalmente instável.

Frank vive uma constante guerra contra qualquer tipo de criminoso. Ele se assemelha muito ao Bruce Wayne (Batman) que combate o crime para que ninguém mais passe o que ele passou. Plausível, nobre e muito bonito de ver, porém, Frank Castle quer um pouco mais que isso, ele além de achar os criminosos ele veio pra fazer o que seu nome representa Justiça Com as Próprias Mãos. A Policia teme o Justiceiro, os bandidos e mafiosos também. O homem que parece nunca morrer, é amedrontador e é praticamente uma lenda urbana para aqueles que ainda não tiverem o prazer de conhece-lo. Justiceiro agora busca entender quem realmente estava por trás do assassinato de sua família, quem foram os reais responsáveis, quem deu a ordem, quem arquitetou o ato que lhe trouxe tanta dor e solidão.

A série começa de forma frenética, já no primeiro episódio descobrimos seu diferencial. Regado a muito sangue, tortura, quebra de braços e pernas tudo se encaixa com perfeição. Uma série mais que adulta para um público sedento por isso. Ao desenrolar da trama, as coisas vão se tornando um pouco mais politicas e profundas. O sentimento se aflora, Castle luta a todo momento para não ser mais o Justiceiro. A solidão da alma o aflige, ao passo que se vê mais sozinho, menos confia nas pessoas e menos quer voltar para uma vida de matança. Aos poucos as traições vão se desenrolando e tudo começa a ferver o sangue de Castle. De um ponto em diante, conhecemos um importantíssimo personagem que o ajuda a organizar as ideias e serve com um grande suporte.

FRANK CASTLE - JUSTICEIRO - MUNDO HYPE

O criador da série Steve Lightfoot usou e abusou do sangue na série. A todo momento, toda luta é uma brutalidade que enche os olhos de qualquer fã de um bom filme de ação. Mesmo com tudo isso, a série tenta trabalhar nas entrelinhas com grandes questões polêmicas nos EUA, que é o serviço secreto americano, o serviço militar e a corrupção dentro dos órgãos federais que tomam medidas descabidas, mexendo com a vida de todos os envolvidos. O trauma de guerra de ex membros das forças armadas é tratado de uma forma muito séria. Muitos após passarem anos e anos na guerra não conseguem se adaptar a uma sociedade pacata e sem violência, sendo assim, muitos procuram auxilio para matar os seus demônios. Uma estrutura interessante, recorrente e acima de tudo violenta. Merece ser assistida com muita atenção as questões humanas.


FRANK CASTLE - JUSTICEIRO - MUNDO HYPE

Em um passado não muito distante, houve algumas adaptações que tentaram retratar o que essa série fez com maestria. Tivemos o filme O Justiceiro em 1989 trazendo o ator Dolph Lundgren como o “policial” Frank Castle, mas sem muito sucesso. Anos mais tarde surgiu mais uma adaptação vivida pelo ator Thomas Jane com direito a John Travolta como antagonista, que apresentou a população quem era Castle. E não muito tempo depois tivemos O Justiceiro em Zona de Guerra que apresentou um novo ator para viver o ant-herói. Ray Stevenson (que vive nas telonas o personagem Volstagg nos filme de Thor), viveu uma das fases que mais se aproxima dos quadrinhos. Com muito sangue e violência gratuita o filme agradou os fãs, mas não fez uma bilheteria muito expressiva. colocando assim fim as adaptações cinematográficas.

Mas para o deleite de nós fãs de quadrinhos, tivemos a oportunidade de ver essa nova série da Netflix que acredito que tenha agradado a gregos e troianos. Nem toda série vai agradar todos os fãs. Mas os episódios de calmaria são extremamente importantes para o desfecho final. Tudo fica muito mais intenso depois que você passa a entender as relações entre todos. Para você que gostou da série Demolidor vai gostar bastante dessa nova produção. Assista!


E você já conhecia Justiceiro antes das Telonas?

Curta, compartilhe e comente aqui qual a melhor fase do personagem nos quadrinhos, filmes e animações, na sua opinião?

Conheça outras séries > clicando aqui, e nossa breve analise psicológica sobre O Justiceiro > Clique aqui!

FRANK CASTLE - JUSTICEIRO - MUNDO HYPE
REVER GERAL
Nota
9
SHARE

Sangue, pancadaria e morte. Gostei!

Leitor compulsivo, bebedor de café e entusiasta quando se trata de leitura. Técnico em Marketing por formação e Locutor por paixão.
A minha missão declarada é te tornar um leitor tão apaixonado quanto eu.
A leitura é uma fonte inesgotável de conhecimento, todo livro é interessante, basta conhecer a si mesmo!

Últimas Críticas