Critica l Parasita

Parasita de Joon-ho Bong (Diretor de Okja, Expresso do Amanhã, Mother- A Busca Pela Verdade), estréia dia 7 de novembro nos cinemas brasileiros. A premissa da história nos conta sobre a família de Ki-taek que se encontra desempregada, vivendo num porão sujo e apertado. Uma obra do acaso faz com que o filho adolescente da família comece a dar aulas de inglês à garota de uma família rica. Fascinados com a vida luxuosa destas pessoas, pai, mãe, filho e filha tramam um plano para se infiltrarem também na família burguesa, um a um. Porém, os segredos e mentiras necessários à ascensão social custarão caro a todos.

Parasita, vencedor da Palma de Ouro em Cannes segue com grandes rumores de indicação ao Oscar de 2020. O filme se constrói em cima dos gêneros drama, comedia de humor negro e suspense, confesso que esse filme ainda não me deixou uma opinião clara a respeito de ter gostado ou não.

Sigo em duvidas, o filme a todo tempo ele oscila entre momentos magníficos e momentos até mesmo ‘’sem noção’’, talvez pra muitos se torne de fácil aceitação a medida que as coisas são explicadas, porém para mim a sensação de surpresa não mudou muitas coisas.

Talvez até mesmo minha analise sobre esse filme seja complexa e de difícil entendimento já que qualquer Spoiler pode estragar grandes momentos do filme, na realidade a riqueza desse filme sul coreano para mim se mostra presente na direção bastante ousada e curiosa do diretor, nas atuações simples e ao mesmo tempo de entrega intensa de cada ator.

Cho Yeo-jeong com sua personagem Yeon-Kyo rouba qualquer cena, sua personagem é uma mãe protetora ao extremo e até mesmo ingênua, essa personagem é feita com maestria nada clichê ou forçado.

Quanto a personagem Ki-Jung (Park So-Dam) o seu cinismo e ao mesmo tempo seu jeito de boa moça nos conquista e é muito divertido de ver, o ator Woo-sik Choi nos entrega outra boa atuação também como um jovem inteligente e astuto.

Somente a atuação do ator Kang-Ho Song com seu personagem Ki-Taek eu achei um pouco engessada porém esse personagem é de importância extrema para o desfecho um quanto assustador da história.

Nunca um titulo foi tão bem colocado sobre um filme como em Parasita, você termina o filme pensando que no filme esse titulo caiu bem para ambas famílias. O filme é um estudo sobre o social, e mostra com muito cuidado sobre as diferenças de classes.

Não me assustaria se esse filme ganhasse o Oscar como melhor filme estrangeiro, esse filme é só mais uma pequena mostra da força do cinema sul coreano que vem nos presenteado com grandes filmes.

Esse filme pode ser abraçado por cults, fãs do gênero ‘’Tênis Verde’’ e para aqueles que gostam de algo fora do convencional e dos Blockbusters americanos.

Agora somente peço a opiniões de vocês, estão ansiosos pra ver esse filme?

Você que já viu concorda que esse é o melhor filme do ano?

Peço também que curtem o Site Mundo Hype nas redes sociais, compartilhe e comentem a vontade.

1 COMENTÁRIO

  1. Assisti este filme ontem e achei sensacional. Me surpreendeu em diversas maneiras. A cada virada eu ficava na ponta da cadeira do cinema. O filme traz sentimentos muito estranhos. Torcemos pelos bandidos!. Achei o roteiro impecavel. Uma coisa falada lá no começo, vai ter um significado lá no fim, como por exemplo a hora que a mãe lembra que o menino teve algum problema quando era menor e depois vemos a cena em que isso aconteceu e sabemos o que aconteceu, ou quando o homem rico fala para o motorista que a ex governanta comia demais, e depois entendemos o porque. Outro ponto que me impactou bastante foram as escadas daquele filme. O local onde a familia pobre mora são diversas escadas levando-os sempre mais para baixo, e já na mansão, até para entrar da rua, tem escadas e a casa fica lá no alto. Uma otima maneira de demonstrar as diferenças sociais. E a cena que o menino comenta que eles os “novos funcionários” tem o mesmo cheiro, e este cheiro é decisivo para muitas coisas mais ao final. Filme perfeito para mim. Ainda fico com Coringa como melhor do ano, mas depois vem este aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here