Crítica – Fringe – 5° Temporada

Enfim chegamos na quinta e última temporada de Fringe.

Com apenas 13 episódios, estreou na TV americana no dia 28 de setembro de 2012 e se encerrou em 1° de fevereiro de 2013.

Na 4° temporada, existe um episódio que se passa em 2036, aonde o mundo foi dominado pelos Observadores e é sobre isso que a última temporada de Fringe fala. Olivia e Peter tiveram uma filha e logo quando os Observadores chegam, ela some. Eles tentam encontra-la, mas acabam presos no âmbar, junto com o resto da equipe Fringe. 20 anos depois, Etta descobre a localização deles e os liberta. Assim eles passam a trabalhar junto com ela e a resistência, buscando uma forma de livrar a Humanidade oprimida pelos Observadores.

Nessas cinco temporadas de Fringe, é impossível não se apaixonar por um personagem muito especial. Dr Walter Bishop. John Noble está sensacional no papel, representando toda a genialidade e loucura de Walter. Ele era muito mais do que um cientista. Era um pai que fez o impossível por seu filho. Com toda a certeza, as melhores cenas do seriado são protagonizadas por ele. Tanto as que te fazem rir, quanto as que te fazem chorar. Walter Bishop não é só o melhor personagem de Fringe, mas um dos melhores personagens de todas as séries.

Três cenas do Walter merecem destaque nessa última temporada:

– Astrid leva ela até Gene (a vaca que ele tinha em seu laboratório), presa no âmbar e no final da cena ele diz que Astrid é um lindo nome (Walter nunca a chama pelo nome, ver ele falando isso foi muito legal).

– A cena final, que eu não vou contar. Não quero dar spoilers dessa temporada. Então vocês vão ter que assistir pra saber.

– No episódio 7, tem uma cena que eu particularmente gosto muito. Walter coloca um disco do Bowie para tocar e fica pensando em Peter, enquanto toca a música “The Man Who Sold the World”. Essa cena é espetacular e eu deixo o vídeo pra vocês conferirem:

Falar sobre a última temporada de Fringe, é uma tarefa muito difícil pra mim. Essa série me marcou de várias maneiras e eu posso dizer que é a série da minha vida e vai ser impossível outra tomar o lugar dela no meu coração. Uma série linda, espetacular que soube a hora de acabar e terminou de um jeito sensacional. Só resta dizer que vai sempre deixar saudade.

Confiram todas as aberturas da série: