Crítica | Beastars – 1ª Temporada

Sinopse: Em um mundo onde animais humanoides vivem em paz, um jovem lobo membro de uma academia de drama (atuação, teatro), sofre preconceito devido a sua raça ser considerada ameaçadora, apesar dele na verdade ser uma criatura sensível e obstinado a conseguir realizar seus sonhos. Na história acompanhamos a vida dele e de seus colegas animais da academia.

BEASTARS – O lobo bom foi um anime que me prendeu logo no segundo episódio, mostrando que é um uma história diferente do que estou acostumada a ver. Como já tinha dito no Primeiras Impressões, Legosi e Haru não são o que parecem a principio. Legosi, ainda que seja um predador tentando controlar seus instintos, é um lobo cinzento que tenta passar desapercebido na multidão, enquanto Haru, que é uma coelha anã branca, que deveria ser uma criatura completamente assustada e indefesa, é conhecida na escola como uma ‘predadora de homens’.

Legosi Beastars GIF - Legosi Beastars Manga - Discover & Share GIFs
Legosi

Legosi passa por várias situações até divertidas ao longo da primeira temporada de BEASTARS. Ele acaba ganhando notoriedade depois de participar de uma peça teatral, faz amigos inusitados (uma panda vegetariano, por exemplo) e tenta entender as coisas que sente e os instintos que tentam controla-lo.

Já Haru, ainda que seja uma coelha indefesa, tenta mostrar que é mais forte do que parece, e a forma que mostra isso é interpretado de maneira errônea por toda a escola. Ela tenta entender porque Legosi se preocupa tanto com ela, ao mesmo tempo que ainda gasta e se relaciona com outro personagem da trama. Ela passa por situações bem difíceis, mas mostra sua força de vontade mesmo perante à morte.

A história poderia se resumir em um romance adolescente com animais, mas vai muito além dessa superficialidade que deixa passar no primeiro episódio. Tem passagens mais pesadas, que podem causar incomodo em algumas pessoas. Lendo aluguns textos sobre a série, compreendi que até o racismo fantástico é trabalhado aqui (fonte aqui).

Beastars – ep 5 – Legosi e Haru | Anime21
Haru e Legosi

A história não se resume apenas nesses dois. Personagens secundários são inseridos na trama e acabamos nos envolvendo cada vez mais para saber até onde a história pode ir.

Otakus Brasil🍥 ar Twitter: “#OtakusBrAwards Melhor Coadjuvante ...
Louis

No inicio, antipatizei com o cervo Louis, mas, ao entende-lo melhor na trama, consegui derrubar essa parede de antipatia, pois, por mais que ele seja um herbívoro, pode ser bem mais perigoso do que deixa transparecer. Ainda que não aceite o fato do Legosi tentar não parecer um predador, ele gosta do lobo, e chega a protegê-lo em um momento crucial no fim da primeira temporada.

Outra personagem secundária que foi apresentada no meio da temporada é a loba Juno, que se apaixona por Legosi e que ainda tem o sonho de ser uma Beastar. Talvez ela mude na próxima temporada, mas eu não consegui gostar da personagem.

Por mais que Legosi, ao longo dos episódios tenta entender o que sente por Haru, se é desejo de homem ou desejo de predador, ele faz de tudo para protegê-la e, mesmo quando os dois têm a oportunidade de ficarem juntos, os instintos e preocupações de ambos os impedem de continuar. Chega a ser engraçada a cena que os dois ficam juntos.

O final da temporada de BEASTARS deixou as coisas em aberto, já que agora o casal principal sabem o que sentem um pelo outro, mas ainda não são capazes de externalizar ou mesmo achar um modo de fazer com que uma relação tão fora do padrão dê certo. Outro gancho interessante (o que me fez querer muito mais uma segunda temporada) foi o sumiço de Louis. Quando finalmente entendemos o personagem, ele simplesmente some envolto em mistério. Outro mistério ainda não solucionado é quem matou a alpaca que tanto se fala em toda a primeira temporada?

Estou ansiosa para a próxima temporada de BEASTARS e acredito que serei surpreendida com os rumos que a história pode tomar.

Sobre o autor

Crítica | Volver

Ainda que lançado em 2006, Volver do diretor Pedro Almodóvar é um filme que se faz bastante atual e necessário quando se trata de...

Crítica | American Horror Story – 1ª Temporada

Boa tarde aos amigos do Mundo Hype. Algumas semanas atrás vi uma notícia falando sobre a série de terror "American Horror Story (conhecida por muitos...

Crítica | O Grito: Origens

Em 2000 Ju-On se apresentou como um dos filmes mais aterradores da primeira onda do novo horror japonês, que mais tarde seria catalogado como...

Crítica | Lassie: A Força do Coração (1943)

A Lassie é um daqueles animais icônicos do cinema, para quem não lembra o belo exemplar da raça Rough Collie foi heroína de muitos filmes...

Crítica I O Chamado da Floresta

Boa tarde aos amigos do Mundo Hype. Todos sabem que "minha praia" são os quadrinhos (principalmente os de super-heróis), mas de tempos em tempos um...

Crítica | Volver

Ainda que lançado em 2006, Volver do diretor Pedro Almodóvar é um filme que se faz bastante atual e necessário quando se trata de...

Crítica | American Horror Story – 1ª Temporada

Boa tarde aos amigos do Mundo Hype. Algumas semanas atrás vi uma notícia falando sobre a série de terror "American Horror Story (conhecida por muitos...

Crítica | O Grito: Origens

Em 2000 Ju-On se apresentou como um dos filmes mais aterradores da primeira onda do novo horror japonês, que mais tarde seria catalogado como...

Crítica | Lassie: A Força do Coração (1943)

A Lassie é um daqueles animais icônicos do cinema, para quem não lembra o belo exemplar da raça Rough Collie foi heroína de muitos filmes...