Crítica | Anônimo

Boa tarde aos amigos do Mundo Hype.

Hoje vou falar de um ótimo filme de ação, estrelado por Bob Odenkirk (o advogado desonesto Saul Goodman do drama policial “Breaking Bad” e seu spin-off “Better Call Saul”): “Anônimo“.

Vem comigo na resenha !!!

De início vamos à parte técnica:

Sinopse: Anônimo (Nobody no original) é um thriller de ação americano de 2021dirigido por Ilya Naishuller e escrito por Derek Kolstad . O filme é estrelado por Bob Odenkirk , Connie Nielsen , RZA e Christopher Lloyd , e segue um homem que ajuda uma jovem no ônibus sendo assediada por uma gangue de bandidos, apenas para se tornar o alvo de um traficante vingativo. Odenkirk e David Leitch estão entre os produtores do filme.

Anônimo foi lançado nos cinemas dos Estados Unidos em 26 de março de 2021, pela Universal Pictures . O filme arrecadou US $ 56 milhões em todo o mundo e recebeu críticas geralmente positivas dos críticos, que elogiaram a ação e o desempenho de Odenkirk.

Elenco: Bob Odenkirk  (Hutch “Nobody” Mansell), Connie Nielsen (Rebecca “Becca” Mansell), Christopher Lloyd (David Mansell)….entre outros.

Como visto acima na sinopse, no início do filme nos é mostrado que Hutch Mansell é um pai de família comum, que mantém a mesma rotina comum de todos os dias (acorda cedo para correr, perde a hora de por o lixo para fora, faz o café da manhã para a família e trabalha na empresa do sogro e do cunhado, como contador).

Até que em uma simples noite, tudo muda na vida de Mansell quando o seu passado de violência e sangue, volta como uma bomba transformando tudo à sua volta.

Em uma confusão em um ônibus coletivo, Hutch enfrenta alguns arruaceiros que queriam abusar de uma passageira, e entre estes marginais está o irmão de um perigoso mafiosos russo, que tenta matar sua família como vingança.

Ele não sabia com quem está mexendo, pois Hutch é um agente “anônimo” da CIA e é conhecido como “auditor” (ou seja, o cara que entra em uma situação para resolve-la de vez).

Bob Odenkirk convence e agrada como ator neste filme de ação, e Christopher Lloyd é uma atração à parte como o pai de Hutch, que no início do filme está em uma casa de repouso, mas manda bem no final do filme ajudando o filho contra o vilão russo e seu exército.

Filme que diverte e prende a atenção do começo ao fim…..altamente recomendado !!!

Espero que gostem de mais uma pequena e rara “intrusão” nas críticas de cinema e séries, mas quando acertam a mão como neste filme, devemos compartilhar a experiência positiva como formadores de opiniões que somos.

Leia mais Críticas