Relembrando Animes – Zillion

Hoje o anime que iremos relembrar por aqui, é realmente muito antigo e a maioria de vocês nem conhece. Além de tudo ele tem uma história bem legal de como foi criado. Quer conferir? Continua lendo que eu vou contar…

Zillion, cujo título original completo seria: Akai Kōdan Zillion, é um anime originalmente transmitido entre 12 de abril a 13 de dezembro de 1987 pela Nippon Television, o anime teve ao todo 31 episódios e um OVA que foi lançado em 21 de junho de 1988. Foi produzido pela Tatsunoko Production em parceira com a Sega. Aqui no Brasil, Zillion foi transmitido pela primeira vez na Rede Globo no ano de 1988, depois os seus direitos foram para a TV Gazeta.

A história do anime acontece no futuro em um planeta chamado Maris, exatamente no ano de 2397, quando os humanos já haviam conseguido colonizar esse planeta (uma vez que a terra estava entrando em colapso e a humanidade precisou procurar outro planeta para habitar), feito todas as benfeitorias e onde todos podiam viver tranquilamente. O problema é que outra civilização alienígena conhecida como Nozas, também deseja Maris e logo começa uma guerra entre as duas espécies. O que atrasa qualquer plano de levar refugiados terráqueos para a colônia. A chance da humanidade contra os adversários é muito pequena e por conta disso, nossa raça corre o risco de ser extinta em poucos anos.

Porém, como em um milagre, surge um objeto misterioso vindo do espaço, que cai em Maris: um cristal perfeito, contendo três armas, com um design anatomicamente compatível com mãos humanas, além de um poder de fogo capaz de dizimar exércitos e equilibrar a disputa. Ninguém sabe como ou o porquê essas três pistolas foram feitas e enviadas para a os humanos.

Se vocês repararem, ao falar sobre a criação do anime lá em cima, eu não citei seu mangá. Pois é, Zillion não foi inspirado em um quadrinho. No início dos anos 1980, a Sega lançou uma arma de brinquedo para ser usada em um jogo similar ao paintball, mas que usava infravermelho ao invés de tinta para atingir um alvo triangular preso ao peito do adversário. Quando atingido, o alvo disparava um alarme e piscava, indicando que o jogador estava fora da partida. Esse sistema era chamado de lasertag. A Sega batizou seu brinquedo de Zillion, por soar uma palavra futurista. Significa literalmente “zilhão”, ou seja, um número incontável. O brinquedo de lasertag Zillion teve muita popularidade no Japão, o que estimulou a Sega a investir em um anime que servisse de publicidade para seu produto, especialmente porque os planos eram vendê-lo em outros países. Formou-se, então, a parceria entre Sega e Tatsunoko Production.

Os designers do anime não copiaram apenas o desenho da zillion de brinquedo. O alvo que se prendia ao peito do jogador e mesmo a bateria conectada por um fio à pistola foram transportados para o anime. Outra característica curiosa é o tempo que a pistola leva para carregar entre um disparo e outro, além da limitação da bateria. São detalhes presentes tanto no brinquedo quanto no anime. Outra curiosidade interessante é a série fez tanto sucesso que chegou a receber o prêmio Atom (uma espécie de Oscar japonês) de ”melhores personagens masculino e feminino”.

Para finalizar como sempre, deixo a abertura do anime para vocês conferirem:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here