Relembrando Animes – Street Fighter II Victory

Street Fighter é um dos nomes mais famosos da indústria dos games. Nascido no fim dos anos 80 nos arcades, os personagens logo viraram mania entre os jovens da época e começou a ganhar novas versões para os mais variados consoles.  Era só questão de tempo até ganhar uma versão animada (demorou um pouco, mas aconteceu). Então hoje Street Fighter II Victory é o anime que vamos relembrar.

Baseado no jogo Street Fighter 2. O Anime foi dirigido por Gisaburo Sugii e foi exibido pela primeira vez no Japão em de 10 de abril de 1995 e terminou em 27 de novembro do mesmo ano, totalizando 29 episódios. No Brasil, a série foi exibida pelo canal SBT durante a década de 1990 e no começo dos anos 2000, pelo Cartoon Network.

Ryu mora em uma pacífica ilha no Japão, até que um dia é convidado por seu antigo amigo de treinos, Ken Masters, a ir aos Estados Unidos. Lá, após saírem para uma noitada, Ken resolve testar as habilidades do amigo e arruma uma confusão em um bar fazendo com que Ryu entre na briga. Eles enfrentam o sargento Guile e após levarem uma surra do mesmo, percebem que não são tão fortes como pensavam. Então Ken convence Ryu a viajarem juntos pelo o mundo em busca de novos desafios e oponentes mais fortes, a fim de melhorarem suas técnicas. Logo na primeira parada em Hong Kong, eles conhecem Chun Li, que passa a acompanhar a dupla em suas aventuras.

Entre os personagens conhecidos dos games e que aparecem no anime, nós temos além dos protagonistas e da Chun Li: Zangief, Dalshin, Guile, Balrog, Vega, Sagat e Mister Bison (todos do game Street Fighter II), Fei Long e Cammy White (do game Super Street Fighter II) e Nash (do jogo Street Fighet Zero). Outros personagens da série de jogos como Blanka e E. Honda (de SF II) e T. Hawk e Dee Jay (de SSF II) acabaram ficando de fora.

Separei algumas curiosidades sobre o anime:

  • Um dos equívocos da série Street Fighter II V é sua cronologia, já que a série conta a adolescência de Ryu e Ken, ambos com 17 anos, A Cammy nessa série aparenta ser mais velha que Chun-Li que devia ser ao contrário. De acordo com a data de nascimento posto pela Capcom, Cammy é dez anos mais nova que Ryu e Ken. Porém, é preciso considerar que a série é uma releitura alternativa, sem qualquer peso no cânon oficial da série.
  • Akuma aparece diversas vezes ao longo do anime, muitas vezes sem ao menos ser percebido como figurante em aeroportos, bares, até mesmo quando o grupo Ashura vai à casa de Chun-Li para tentar assassinar seu pai, ele aparece como um dos bandidos, sem participar da batalha, apenas como cenário.
  • Kenji Haga, Kaneto Shiozawa e Yoko Sasaki (respecivamente os dubladores japoneses de Ken, Vega e Cammy fizeram parte do elenco de Street Fighter II: The Animated Movie dublando os mesmos personagens.
  • O tipo de Hadouken atribuído à série foi depois colocado em Street Fighter III, como o Denjin Hadouken.
  • Na versão brasileira do anime, vários dos dubladores também fizeram as vozes dos personagens em Street Fighter II: The Animated Movie (como Ryu e Ken, por exemplo, ambos possuem as mesmas vozes não só no filme animado como também no filme live-action).
  • Na dublagem brasileira do episódio final, Ryu pronuncia o golpe Hurricane Kick ao invés de Tatsumaki Senpuukyaku. Durante a exibição de episódios, há diálogos que não foram dublados, apenas estão com áudio em japonês, esses erros foram corrigidos na redublagem.
  • A letra V no título não teve uma definição. Muitos definem a letra V como Versus ou Victory e aqui no Brasil o V ficou como Victory.

O anime não tem uma história fantástica, mas fez muito sucesso aqui no Brasil. O mais divertido sobre a série era a expectativa em cima de qual personagem do jogo iria aparecer no próximo episódio. A história do anime não teve muito haver com os games, foi mais um pretexto pra mostrar aqueles personagens que todos já conhecíamos lutando entre si (o que deu muito certo). Como já é de costume, finalizo deixando a abertura de Street Fighter II V para todo mundo conferir:

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Manto e Adaga

Duas crianças perdidas, duas vidas cheia de esperança interrompidas pelo tráfico de drogas, mas do fim o novo começo... Das trevas ela é a...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Assista o novo Teaser Trailer de “Demolidor” que estréia em 19 de outubro

Se você é um dos muitos fãs de "Demolidor" então você ficará muito feliz em saber que Matt Murdock retorna em pouco menos de...

Review | Fire Force Vol. 1, de Atsushi Ohkubo

Novo mangá do mesmo criador de Soul Eater, Fire Force nos traz a história do aspirante a bombeiro Shinra Kusakabe, mas não um bombeiro...

Mais Notícias