Relembrando Animes – Hellsing

Sim, pessoal! Havia uma época em que vampiros não brilhavam, não protagonizavam romances e a gente gostava deles. E o anime de hoje é sobre vampiros que realmente eram vampiros e davam medo nos fãs dos vampiros brilhantes.

Hellsing é uma série de mangá escrita e ilustrada por Kouta Hirano. O primeiro capítulo foi lançado em 1997 na revista Young King Ours e o último em setembro de 2008. Os capítulos individuais foram compilados em um total de 10 volumes publicados pela editora Shōnen Gahosha. foi produzido pelo Gonzo Digimation e dirigido por Umanosuke Iida, teve um total de 13 episódios e foi transmitido pela Fuji Television no Japão em 10 de outubro de 2001 a 16 de janeiro de 2002, onde o enredo é significativamente diferente do mangá. Tanto o anime quanto o mangá passaram pelo Brasil. O mangá foi publicado pela JBC em 2008 e teve um total de 20 volumes. O Anime é claro que não foi exibido em TV aberta, mas o canal Animax transmitiu Hellsing.

 

Hellsing fala sobre a Ordem dos Cavaleiros Protestantes, uma organização da Inglaterra destinada a combater os seres das trevas, além esconder esse fato assustador para proteger a população que nem imagina que vampiros existem, assim como outros seres sobrenaturais. Liderada por Sir Integra Wingates Hellsing, a agência tem como principal “arma” o Vampiro Alucard. Um ser das trevas que combate outros seres das trevas. Alucard foi criado pelos antecessores de Integra para servir a família Hellsing. Um ser imortal, capaz de resistir a água benta, crucifixos, estacas. Uma perfeita máquina de matar. Embora ele não goste de ser um servo da família Hellsing, ele certamente aproveita seu trabalho como exterminador de vampiros.

A serviço da família Hellsing, também está Celas Victoria, uma vampira incipiente e ex policial. Embora relutante em abraçar seu novo cargo, ela ainda é um membro valioso da organização. Integra Hellsing, a atual líder, geralmente é plenamente capaz de cumprir o seu dever, mas ultimamente, a atividade dos vampiros tem estado em ascensão. Infelizmente, a causa é mais alarmante do que qualquer coisa que ela poderia ter imaginado. Um grupo que durante muito tempo foi dado como morto, foi conspirando em segredo para mergulhar a Inglaterra, e talvez o mundo inteiro, em uma guerra.

 

Hellsing teve duas músicas temas. “The World without Logos” por Yasushi Ishii foi usada como música tema de abertura dos 13 episódios, e a banda norte americana Mr. Big compôs a música “Shine” (Brilho), que foi tema de encerramento dos episódios da série.

Asérie curta, porém muito persuasiva na questão de prender a atenção. Eu não acompanhei ainda a história original do mangá, que termina de uma forma completamente diferente, mas assisti o anime (e em fita VHS que nem sei como consegui na época) e acho que vale a pena, sim conferir. Para variar, vou finalizar com o encerramento do Anime que vale a pena ser conferido.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Manto e Adaga

Duas crianças perdidas, duas vidas cheia de esperança interrompidas pelo tráfico de drogas, mas do fim o novo começo... Das trevas ela é a...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Assista o novo Teaser Trailer de “Demolidor” que estréia em 19 de outubro

Se você é um dos muitos fãs de "Demolidor" então você ficará muito feliz em saber que Matt Murdock retorna em pouco menos de...

Review | Fire Force Vol. 1, de Atsushi Ohkubo

Novo mangá do mesmo criador de Soul Eater, Fire Force nos traz a história do aspirante a bombeiro Shinra Kusakabe, mas não um bombeiro...

Mais Notícias