Rebobinando – Toy Story

“Ao infinito e além!”

No rebobinando desta semana, iremos falar sobre o filme Toy Story (1995)

O filme é o primeiro longa-metragem dos Estúdios Pixar e também o primeiro a ser feito totalmente por computação gráfica. 

A estória se passa, na maior parte do tempo, no quarto de um garoto de oito anos, chamado Andy, que adora brincar com seus brinquedos (Xerife Woody; Porquinho, o porco-cofrinho; Sr. Cabeça de Batata, o clássico balde de soldados de plástico; Rex, o Tiranossauro de brinquedo; Betty, a pastora de ovelhas)…

A casa de Andy está a venda e, então, sua mãe decide antecipar o 9º aniversário do filho – fazendo uma festa para seus amigos em sua casa. Sabendo da notícia, os brinquedos do menino ficam aflitos com a possível chegada de novos brinquedos e decidem contar com a ajuda da tropa de soldados de plástico para observarem o garoto abrindo os presentes. 
Aparentemente, não há nenhuma “ameaça” em relação a um brinquedo novo. Porém, ao abrir o último pacote que a mãe do menino estava guardando como presente surpresa, Andy fica super feliz por ter ganho um boneco de ação, o famoso Buzz Lightyear (que, na época, era a sensação!). Então, todos os outros brinquedos se sentem abalados por seu dono ter ganho um novo “companheiro”, principalmente Woody (pensando que Andy acharia Buzz mais legal e que, logo, ele deixaria de ser o favorito do menino).

Com a chegada de Buzz no quarto de seu novo dono (Andy), os brinquedos chegam perto para conhece-lo e se sentem impressionados ao verem que o boneco possui vários comandos legais. Buzz pensa ser um autêntico patrulheiro do espaço e que sua nave – caixa na qual ele veio – caiu sob o território de seu arqui-inimigo Zurg. 
Na ocasião, Woody se sente enciumado e incomodado, tentando conversar com o novo “patrulheiro” e convence-lo de que Buzz não passa apenas de um brinquedo. 

No decorrer do enredo, Buzz e Woody vão parar na casa de Sid – vizinho de Andy -, um garoto que adora fazer experimentos bizarros com brinquedos. Durante esse meio tempo, os dois bonecos – Buzz e Woody – passam por momentos difíceis, enfrentando alguns conflitos: Buzz quando descobre que não é um verdadeiro patrulheiro do espaço (pois não passa de um brinquedo), e Woody que está sendo julgado por seus outros amigos brinquedos (por ter deixado Buzz cair da janela do quarto de Andy).
Então, os dois decidem unir forças para sair da casa de Sid e voltar para o seu verdadeiro dono (Andy). Logo, Woddy bola um plano – juntamente com Buzz e os brinquedos de Sid – para assustar o menino e fazer com que ele deixe de realizar experimentos bizarros com os brinquedos. 

Críticas:

O filme recebeu ótimas críticas em todos os países onde foi exibido. Segundo o site especializado Rotten Tomatoes, a avaliação do filme é de 100% (baseado em 74 críticas). Outro site, Metacritic, deu ao filme 96 de 100 possíveis avaliações positivas.

A revista Time elegeu a produção como o oitavo melhor filme de 1995. Enquanto a Online Film Critics Society revelou, em uma lista de 2003, que Toy Story é a melhor animação de todos os tempos.
Curiosidades:
Toy Story foi o primeiro filme realizado através da parceria entre a Walt Disney Pictures e a Pixar.

– O Toyota Truck do Pizza Planet – veículo que Buzz e Woody pegam para encontrar Andy – aparece em outros filmes da Disney/Pixar, como nas duas sequências, Toy Story 2 e Toy Story 3, além das animações Procurando Nemo, Monstros S.A., WALL-E e Vida de Inseto.

– Essa mesma picape tem escrita na tampa da caçamba “YO”, que seria um disfarce para a marca Toyota. Quando Porquinho está lendo o manual dela, aparece “Gyoza”, que seria um significado para o “YO” na tampa traseira.

– O soldado que Sid explode no quintal seria um G.I. Joe, mas a empresa Hasbro não permitiu usá-lo no filme pelo fato dele explodir.

– No comercial do brinquedo Buzz Lightyear, eles mencionam sobre a loja “Celeiro de brinquedos do Al”, que seria enfatizada no filme seguinte.

– O posto de gasolina no qual Woody e Buzz brigam (e depois entram no carro do Pizza Planet), se chama Dinoco (Carros).

– Na reunião de Woody com os brinquedos antes do aniversário de Andy, dá para ver alguns livros na estante atrás do boneco com títulos de curtas da Pixar, como Knick Knack, Tin Toy, entre outros.

– O número na placa do carro da mãe de Andy (A113) aparece em diferentes lugares nos filmes Vida de Inseto, Toy Story 2 e Toy Story 3, Monstros S.A., Procurando Nemo, Carros, Ratatouille, WALL-E, Up – Altas Aventuras e Carros 2.

– Na cena em que Woody e Buzz vão atrás do caminhão de mudanças, há uma menção do filme O Rei Leão onde no carro Molly escuta a música “Hakuna Matata”.

– Na cena em que Woody e Buzz caem no carro da Mãe de Andy, um objeto muito semelhante ao WALL-E pode ser visto encostado ao lado de uma garagem.

– Na parte do quarto de Andy que dá para ver os brinquedos dele, aparecem jogos conhecidos como Twister e Candy Land.

– Quando o Xerife Woody manda os soldados para investigar os presentes de Andy, pode-se perceber a famosa marca de brinquedos PlaySkool inserida na babá eletrônica que aparece na cena do filme.

Toy Story recebeu três indicações ao Oscar: Melhor Trilha Sonora em Comédia, Melhor Roteiro Original e Melhor Canção “Amigo Estou aqui”.

Toy Story também recebeu duas indicações ao Globo de Ouro por Melhor Filme em Comédia e Melhor Canção “Amigo Estou aqui”.

– A caveira estampada na camiseta de Sid é logotipo da famosa companhia de skate Zero Skateboards.

– Na cena em que toca a soundtrack do Woody (Coisas Estranhas), é possível notar um pôster com Buzz apontando o dedo que diz “I Want you to Space Rangers” (em homenagem ao cartaz do Tio Sam com a frase “I Want you to U.S Army”).

Bom, o filme é ótimo e agrada a todos os públicos. Tenho certeza de que marcou a infância de muitas pessoas e… Ah! Confesso que pode até jorrar umas lágrimas em algumas cenas, mas… No final, posso dizer que acaba tudo bem (é claro!..rs), ainda mais com a canção “Amigo estou aqui”.

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet