Rebobinando – Tubarão (1975)

Boa noite, amigos do multiversonews.com! Estou aqui mais uma vez para compartilhar com vocês minha paixão pela sétima arte!

Seguindo uma adorável sugestão de um grande amigo meu, farei nas próximas semanas um pequeno especial sobre um dos maiores mestres da direção de filmes da história do cinema: Steven Spielberg! Intitulado “Especial Spielberg”, essa série de críticas trará a vocês desde grandes clássicos do início da carreira do grande astro até as mais recentes produções!

Para começar, vamos apresentar: “Tubarão”. Quando a tranquila e fictícia cidade litorânea de Amity é assolada por ataques ferozes de um implacável tubarão branco, uma junta dos homens mais destemidos do lugar unem-se para dar cabo à fera dos sete mares: um chefe de polícia local (Roy Scheider, Operação França), um curioso e valente biólogo marinho (Richard Dreyfuss, Contatos Imediatos de Terceiro Grau) e o mais bravo caçador de tubarões já conhecido (Robert Shaw, Moscou Contra 007) saem à busca do terrível monstro marinho, antes que esse faça novas vítimas.

Com uma trilha sonora inconfundível, “Tubarão” é um longa de suspense eletrizante, de tirar o fôlego até do mais destemido nadador! Mesmo após mais de 40 anos de seu lançamento, permanece como um cult clássico arrebatador, que conquista fãs ao redor do mundo a cada dia! (Distribuição Universal Pictures).

A direção do mestre dispensa quaisquer apresentações, mas apenas como curiosidade, vale dizer que foram feitas inúmeras tentativas de gravação com um tubarão mecânico que nunca ficou pronto na sua totalidade. Basta reparar que o bicho só aparece depois da metade do filme! Apesar disso, não perde o brilho nem a grandeza de sua produção. Baseado no romance de Peter Benchley, “Tubarão” merece ser visto e revisto, recomendo! Até a próxima semana e bom deleite!!!

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Você não está conectado à internet