REBOBINANDO – POKÉMON: O FILME

o Filme

“Tolo!
Um humano tentou parar nossa luta?”
A
nota de Pokémon: O filme no IMDB é de meros 5,8 de 10. Mas existem certas
franquias, certos filmes, que por mais que queiramos analisa-lo de maneira fria
e racional somos sempre enublados pelas nossas lembranças de criança. E este
filme é talvez aquele em que o sentimento de nostalgia bata mais forte sobre
mim.
        Lançado em 1998, o filme iniciava uma
tradição da franquia, que é sempre ter um filme acompanhando o final de uma
temporada da animação, embora seus acontecimentos não interfiram drasticamente
no enredo geral da série (fato que seria revogado no filme Lucario e o mistério
de Mew, que explica porque Ash vê tantos lendários em sua jornada… Explicação
que foi absorvida na série e virou canônica) dando aos roteiristas liberdade
para escrever uma história mais adulta que a habitual. E nisto este filme
conseguiu obter um êxito incrível.
        Sendo criado a partir do DNA do lendário
Mew por cientistas da equipe Rocket, Mewtwo é um Pokémon que não sabe seu lugar
no mundo. Mas à medida que ele vai conhecendo os planos que seus criadores
tiveram para usá-lo seu ódio pela humanidade começa aflorar. A partir daí ele
começa a reunir os mais habilidosos treinadores Pokémon da região para clonar
seus monstros de bolsos e, juntos com eles, destruir a humanidade e criar uma
Terra apenas para clones.
pokémon clones
        A versão japonesa, que foi
inaceitavelmente editada no ocidente, começa alias com um belo questionamento:
Até que ponto um clone é inferior ao original? Apenas por ser uma cópia um
clone pode ser usado como seus criadores quiserem? Este tipo de debate encontra
importância uma vez que na época muitos defendiam a ideia de criação de clones
humanos para obter novos e mais fortes órgãos que pudessem ser transplantados
em caso de necessidade… Mas seria isso justo com o clone?
        Outra questão levantada, esta mais intrínseca
ao próprio universo da animação, está na utilização de pokémons para batalhas.
Esta crítica, geralmente feita por não fãs da série, volta e meia surge e tem
seus momentos de debate no clímax do filme, onde temos um debate entre Mewtwo e
Mew enquanto eles discutem este ponto espinhoso. É interessante, portanto ver
que o filme não teve vergonha de se debater e usar isso para preparar o terreno
para uma das cenas mais tristes da história do cinema: A “morte” de Ash quando
este tenta parar a luta entre os dois lendários. Aliás, a explicação de porque
as lágrimas dos pokémons ressuscitaram o garoto está também no início cortado
do filme no ocidente… lamentável.   
Morte de Ash
        Enfim, Pokémon: O Filme é um daqueles
filmes que alguém que não tenha crescido na década de 90 vai dizer que é um
filme em certos aspectos bobos, e que não há sentido em ficar 1 hora e meia
ouvindo criaturas falarem o próprio nome, mas quem nasceu nesta época deve se
sentir que nem eu, por que este meu jeito de viver ninguém nunca foi igual, a
minha vida é fazer o bem vencer o mal. Pelo mundo viajarei tentando encontrar
um Pokémon e com o seu poder tudo transformar…
O filme

ANÚNCIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

+ Lidas da Semana

Crítica | Castle Rock (1ª Temporada)

Sem muito alarde Castle Rock chega ao fim depois de uma temporada tecnicamente muito bem executada, e pode ser que passe despercebida já que...

SDCC 2018 | DC Comics anuncia quatro novas animações para 2019

A DC Comics, entre os diversos anúncios da San Diego Comic-Con, revela quatro novas animações para o ano que vem. Após anunciar os filmes...

Demolidor | Tudo o que já sabemos sobre a 3ª temporada

Cego desde pequeno, Matt Murdock luta contra a injustiça durante o dia nos tribunais como advogado e à noite nas ruas de Hell’s Kitchen...

11 séries de época para se apaixonar

Todo mundo tem uma preferência de narrativa quando procura uma série para ver. Existem séries para os amantes de ficção científica, séries de fantasia, policial,...

Relembrando Animes – US Manga

Hoje o Relembrando animes vai ser um pouquinho diferente... Ao invés de falar sobre animes os tokusatsus, vou falar sobre um programa de TV....

Mais Notícias

Você não está conectado à internet