Baseado na história real de Danny Greene e no livro To Kill the Irishman: The War That Crippled the Mafia (1998), o irlandês que desafiou a máfia de Cleveland nos anos 70 e ninguém conseguia matar, dando início a uma sangrenta guerra de gangues e liderando uma das mais importantes organizações da máfia irlandesa.

Com uma tradução estranha (mas segue bem o que o filme passa) do título original para nosso idioma como O Mafioso, temos aqui um bom exemplar de um filme da máfia, mas que poderia ter alguns pontos melhorados para chegar ao nível de Os Bons Companheiros ou Scarface. Com um orçamento limitado, temos ótimas atuações principalmente do protagonista Ray Stevenson (Justiceiro Zona de Guerra, Thor) como Danny Greene, o homem que a máfia não conseguia matar, como ficou conhecido e Vincent D’Onofrio (Nascido para matar, Demolidor) como John Nardi, alguns efeitos poderiam ter recebido uma melhor atenção, principalmente algumas explosões, que é um dos principais, senão o principal mote do filme, da guerra cada vez mais crescente em Cleveland.

O filme inicia com uma das falhas tentativas de assassinato de Danny e sua história começa a ser contada, do início como trabalhador da estiva para chefes autoritários e exploradores, Danny começa a se mostrar indignado e desafiador, após assumir a chefia do cais tudo muda para ele ganhando respeito e notoriedade.

Ao ser preso e virar “informante“ da polícia local se envolve mais ainda com a máfia e seus conflitos, começando à fazer serviços como cobrador para Shondor Birns (Christopher Walken) mas se mantém fiel aos seus ideais e sua visão de justiça.

Em muitos momentos filmagens reais de alguns acontecimentos e noticiários intercalam com o filme de um modo a tornar tudo mais crível e em alguns pontos as filmagens foram envelhecidas para parecer da época também, aqui nota-se também o ponto positivo do cenário e fotografia, ambientando a época dos acontecimentos, como na entrevista com Danny onde ele mostra onde está morando e onde qualquer um pode encontrá-lo.

Desafiando todos que passam pelo seu caminho e formando alianças para se manter vivo aqui está um filme que passou despercebido pelo nosso país, mas vale (e muito!) ser assistido.

Um elenco estrelado, contando com Ray Stevenson, Vincent D’Onofrio, Val Kilmer, Christopher Walken e Bob Gunton.

Na direção e no roteiro Jonathan Hensleigh de Armageddon, Jumanji, Duro de Matar 3.

Comentem se já assistiram e deixem sua opinião. Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here