REBOBINANDO – CÃES DE ALUGUEL

Porque nem todos são profissionais…
Olá rapaziada! Nesta série de artigos,
esta equipe de escritores de outra dimensão irá dar algumas dicas de filmes que, de certa forma, foram importantes para o cinema, ou mesmo nas nossas vidas. Dito
isso, vamos começar!
Cães
de Aluguel é um filme dirigido e escrito por Quentin Tarantino (Pulp Fiction,
Django Livre, Bastardos Inglórios) que mostra a dinâmica de um grupo de 6
ladrões contratados para executar o roubo de diamantes de uma joalheria. Porém,
quando o plano dá errado, o grupo entra em conflito com a suspeita de que haja
um delator entre eles.
Falar
de um filme de Quentin Tarantino e não chamar atenção para seu roteiro é um
crime tão grande quanto não falar da trilha sonora (espere para a ouvir Hooked
on a Feeling e entenda que existe música além de Guardiões da Galáxia).
Entretanto, é extremamente divertido ver como a obra consegue dar destaque para
tantos personagens em cena. Não chega a ser um Vingadores – A Era de Ultron e
seus 10 heróis, mas, ainda assim, fica fácil perceber a armadilha que o roteiro
poderia ter caído – muitos personagens, em geral, são sinônimos não só de dispersão
da história, como também de não aproveitamento de bons personagens… Mas não aqui!
         

E
a forma como ele alcança é tão simples que parece óbvia! Não temos, como espectador,
que memorizar o nome dos ladrões. Todos eles recebem um codinome, uma cor
(branco, laranja, azul, rosa, marrom e o loiro). Uma saída tão poética quanto
genial, uma forma simples de fazer você prestar atenção ao que interessa e não
se perder com nomes. Uma verdadeira aula para quem está começando a rabiscar
suas primeiras histórias.
Outro
elemento que chama bastante atenção é a edição extremamente competente. Porque, por
mais afiadas e bem escritas sejam as linhas de diálogo, o interesse de quem
assiste se perderia com a sua duração (é um filme cheio de diálogos longos…).
Mas a editora conseguiu fazer um excelente trabalho, mesclando alguns cortes
mais secos e repentinos com cenas mais longas.
Além
disso, espere muita violência, homens gritando e piadas politicamente
incorretas. Afinal, é um filme de Tarantino, certo?

Dependemos do apoio de leitores como você para ajudar a manter nossa redação sem fins lucrativos forte e independente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here