Olá amigos do multiverso! Na sequência do “Especial Literatura no Cinema”, temos o orgulho de apresentar “Ben-Hur”. Baseado na obra-prima de Lee Wallace, o longa narra a história de Judah Ben-Hur (Charlton Heston, Os Dez Mandamentos), um mercador judeu que é injustamente condenado a viver como escravo por seu amigo de infância Messala (Stephen Boyd, Viagem Fantástica).

Em sua incrível jornada em provar inocência, Ben-Hur sofre os horrores típicos da vida de escravo, além de ter sido afastado de sua família. Numa reviravolta impressionante, tem um encontro com Jesus Cristo e uma oportunidade de vingança que não esperava que fosse ocorrer (Distribuição Warner Bros).

Inicialmente, o papel principal do longa foi oferecido a Burt Lancaster, ícone da época. Mas este recusou-se para representá-lo por, além de estar envolvido em outra produção “Entre Deus e o Pecado”, declarava-se ateu, e assim não se via num longa com premissas religiosas.

O elenco ainda conta com Jack Hawkins (Lawrence da Arábia) e Hugh Griffith (Os Contos de Canterbury). Dirigido por William Wyler (A Princesa e o Plebeu) e vencedor de impressionantes 11 Oscars, incluindo melhor filme, ator e diretor, “Ben-Hur” é um épico cinematográfico que merece ser visto diversas vezes, recomendo! Até a próxima semana e bom deleite!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here